Arquivo de Janeiro de 2015

Toma lá, dá cá!!! Assim é que se faz!!! Pezão quer cortar benefícios fiscais da Petrobras no Rio

Postado por Caio Hostilio em 30/jan/2015 - Sem Comentários

Governador alega que estado está tendo prejuízo com pagamento de recursos em juízo

Jornal do Brasil

pezao-inaugurou-companhia-destacada-no-morro-do-bancoO governador Luiz Fernando Pezão pretende cortas benefícios fiscais da Petrobras no estado em razão do depósito em juízo de recursos de um poço em Tupi. “Não podemos viver sem esses recursos. São fundamentais para a arrecadação do estado, que já caiu com o recuo dos royalties”, justificou o governador em entrevista ao Bom Dia Rio. Graça Foster informou na tarde desta quinta-feira (29) que os dois têm reunião marcada para a próxima semana, para tratar do assunto.

De acordo com Pezão, esta informação foi passada para a presidenta Dilma Rousseff durante reunião de quarta-feira (28), em Brasília. O governador disse que a estatal tem um regime especial de recolhimento de impostos no Rio e tem feito depósitos em juízo, o que abala as finanças do estado.

Pezão disse ainda que, no encontro com Dilma, foi pedido o término do regime especial de recolhimento de impostos da Petrobras. “Comuniquei que vou pedir ao secretário de Fazenda que a gente acabe com o regime especial da Petrobras.”

A presidente da estatal, Graça Foster, comentou sobre o assunto na tarde desta quinta-feira (29). “É compreensível a preocupação do governador Pezão. Falamos ao telefone, tenho uma agenda na próxima semana com ele. A gente paga menos participação; entendo que os estados estarão fazendo esforços de fechar suas contas. Temos reunião na próxima semana para conversar sobre isso e sobre o Comperj.”

Índice de homicídios de adolescentes é divulgado por governo federal, sociedade civil e UNICEF

Postado por Caio Hostilio em 30/jan/2015 - Sem Comentários

10429428_848190841904050_7544347219956862882_nA Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), o Observatório de Favelas e o Laboratório de Análise da Violência da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (LAV-Uerj) apresentaram nesta 4a feira, 28 de janeiro, no Rio de Janeiro, a 5ª edição do Índice de Homicídios na Adolescência (IHA). O estudo tem como objetivo permitir o monitoramento sistêmico da incidência de homicídios entre a população jovem, contribuindo para a avaliação das políticas de prevenção à violência.

Produzido com base em dados de 2012, o IHA estima que mais de 42 mil adolescentes, de 12 a 18 anos, poderão ser vítimas de homicídio nos municípios brasileiros com mais de 100 mil habitantes entre 2013 e 2019. Isso significa que, para cada grupo de mil pessoas com 12 anos completos em 2012, 3,32 correm o risco de ser assassinadas antes de atingir os 19 anos de idade. A taxa representa um aumento de 17% em relação a 2011, quando o IHA chegou a 2,84. Foram analisados dados de 288 municipios brasileiros.

De acordo com os dados, a Região Nordeste apresenta a maior incidência de violência letal contra adolescentes, com um índice igual a 5,97. Em contrapartida, o Sudeste possui o menor valor, com uma perda de 2,25 jovens em cada mil. Foi verificada ainda uma redução na mortalidade na Região Sul.

Em relação ao perfil dos adolescentes com maior vulnerabilidade, o estudo revela que a possibilidade de jovens negros serem assassinados é 2,96 vezes maior do que os brancos. Além disso, os adolescentes do sexo masculino apresentam um risco 11,92 vezes superior ao das meninas, sendo a arma de fogo o principal meio utilizado no assassinato de jovens brasileiros.

10952399_848192915237176_5100876249714108384_nHoje, os homicídios representam 36,5% das causas de morte dos adolescentes no País, enquanto para a população total correspondem a 4,8%. Para a elaboração do IHA, foram analisados 288 municípios brasileiros com mais de 100 mil habitantes. O levantamento tem como base os dados dos Censos 2000 e 2010, do IBGE, e do Sistema de Informações sobre Mortalidade, do Ministério da Saúde. O IHA faz parte das ações do Programa de Redução da Violência Letal Contra Adolescentes e Jovens (PRVL), criado em 2007.

Evolução do Índice de Homicídios na Adolescência (IHA) entre 2005 e 2012

ImageProxy.mvcÍndice de Homicídios na Adolescência (IHA) por Grandes Regiões – 2012 – Municípios com mais de 100 mil habitantes

ImageProxy.mvc 1Distribuição do IHA pelas Unidades da Federação – 2012 – Municípios com mais de 100 mil habitantes

ImageProxy.mvc 2Os 20 municípios com mais de 200 mil habitantes com o maior IHA – 2012

ImageProxy.mvc 3No Maranhão dos dados do IHA foram os seguintes:

São Luís está na 17ª posição entre as capitais brasileiras com maior indice de homicídios na adolescência. com 2,79 para cada mil adolescentes. Fortaleza foi a que teve maior índice no país, com 9,9. A que teve menor índice foi palmas, com 1,03.

Os novos índices de homicidios de adolescentes do Maranhão organizando os municípios com mais de 100 mil habitantes por estado foram os seguintes:  Açailândia:1,93; Bacabal: 0,52; Caxias: 2,04;  Codó: 0,0; Imperatriz:1,51; Paço doLumiar: 1,54; São José de Ribamar : 2,48; São Luís:2,33; Timon: 1,88

A partir do IHA, podemos concluir que, em 2012, a mortalidade por homicídio na população adolescente entre 12 e 18 anos foi a mais alta dos últimos 8 anos.

Então, o carnaval na justiça social e de acordo com os recursos disponibilizados?

Postado por Caio Hostilio em 30/jan/2015 - 1 Comentário

E se ela quisesse cantar de graça!!!

E se ela quisesse cantar de graça!!!

E qual é essa justiça social a que se refere o governo Flávio Dino para engabelar os maranhenses quanto aos recursos disponibilizados para o carnaval?

Existe um orçamento aprovado e nele constam os valores destinados, mesmo sabendo que um orçamento é flutuante, pode-se afirmar que não houve qualquer queda de arrecadação, diminuição de repasses ou acontecimento de uma catástrofe que gerasse uma calamidade pública, cujas causas fizessem suplementos orçamentários que levasse todos os recursos para suprir essas necessidades.

Logo, essa desculpa “Estamos iniciando uma nova gestão e, com ela, estamos organizando a estrutura de eventos da Secretaria de Cultura, pautada na justiça social, na democracia cultural e na organização dos recursos disponibilizados pelo campo cultural”, não condiz com a realidade e sequer pode ser pautada na justiça social, mas sim na injustiça social!!!

Ora bolas!!! Comunicar que o Bicho Terra, Beto Pereira, Gerude, Eugênia Miranda e César Nascimento, entre outros, “estão dispensados” de se apresentar na programação carnavalesca promovida pelo estado, mantendo apenas as bandas (di) chegadas ao Palácio dos Leões é mostrar que está havendo represaria e perseguição, coisa bem ao contrário de justiça social!!!

Bom Dia Brasil repete o que disse esse blog!!! Petrobras interrompe construção de refinarias após gastar R$ 2,7 bilhões

Postado por Caio Hostilio em 30/jan/2015 - Sem Comentários

Ontem (29), publiquei aqui duas matérias falando sobre a suspensão das Refinarias Premium I e Premium II, cujo objetivo foi mostrar a diferença tomada entre os dois governos estaduais depois da decisão da Petrobras, que deixa para trás um investimento que geraria milhares de empregos diretos e indiretos, assim como a luta pelos investidores locais. As matérias foram: “Ceará: ainda luta por sua refinaria e repudia decisão da Petrobras…” e “O governo Flavio Dino não se importa com os investimentos e os investidores do Maranhão…”. Diante de tudo isso, quem está errado?

Vamos a matéria do Bom dia Brasil

Refinarias seriam construídas no Ceará e no Maranhão, perto das capitais. Juntas, elas deveriam produzir 900 mil barris por dia.

3929260_x360O Bom Dia Brasil foi para a estrada para mostrar por que a Petrobras decidiu interromper a construção de duas refinarias no Nordeste que estavam previstas no PAC, o Programa de Aceleração do Crescimento. A empresa gastou bilhões de reais para não chegar a lugar nenhum.

As refinarias seriam construídas no Ceará e no Maranhão, bem perto das capitais. A equipe do Bom Dia Brasil percorreu nos dois estados 120 quilômetros. Juntas, elas deveriam produzir 900 mil barris por dia. Um investimento seria no total de R$ 40 bilhões em cada uma. A Petrobras chegou a gastar R$ 2,7 bilhões nas obras que já foram feitas até agora.

As refinarias foram anunciadas como projetos estratégicos e defendidas pelo então presidente Lula. Mas, segundo especialistas ouvidos pelo Bom Dia Brasil, o negócio era tão ruim, que a estatal preferiu perder o dinheiro que já tinha sido gasto. O motivo? Era preciso investir muito em infraestrutura e a localização dos projetos não era estratégica.

Não foi só a Petrobras que saiu perdendo. O prejuízo também foi grande para quem mora nas regiões do Maranhão e do Ceará onde as refinarias seriam construídas.

O anúncio da instalação da refinaria da Petrobras em 2010 movimentou a tranquila Bacabeira, a 60 quilômetros de São Luís. “Os empresários que fizeram grandes investimentos contando com uma coisa e a coisa foi outra”, diz o técnico administrativo Henrique Calver.

A promessa era a criação de 25 mil empregos diretos e indiretos. E quando as obras pararam, muita gente que veio de longe atrás de uma vaga ficou de braços cruzados, sem saber o que fazer.

O eletricista Adriano Ribeiro se mudou com a família inteira de Manaus para trabalhar na refinaria. Hoje, todos estão desempregados, vivendo de bicos. “Agora está todo mundo procurando emprego na cidade, muitos estão indo embora e está desse jeito”, conta.

Alguns empresários pretendiam investir alto na região, com a chegada da refinaria. Uma grande rede de hotéis projetou um resort, moderno, com 150 apartamentos, mas, com a paralisação das obras da refinaria, o hotel de seis andares se transformou em uma obra abandonada no meio do mato. Um retrato da decepção de quem esperava lucrar com o crescimento da economia local.

Outros empreendimentos também foram construídos, com a previsão de um comércio mais aquecido. Mas dona Iracilda segue, como antes, na cadeira de balanço, à espera de clientes. “Muita expectativa e na hora não aconteceu nada”, diz.

A maioria dos desiludidos com a promessa de emprego já foi embora, mas os forasteiros ainda são muitos em Bacabeira. Alguns até arrumaram emprego provisório, enquanto alimentavam a esperança de trabalhar na refinaria. “Muita gente veio para tentar realizar a vida aqui. É um sonho e esse sonho nunca vai ser realizado”, diz um morador.

Os portões agora cercam um grande terreno sem qualquer utilidade. Localizada estrategicamente no Complexo Portuário do Pecem, a refinaria era uma das maiores promessas de desenvolvimento para o Ceará.

A comerciante Raimunda Andrade construiu uma pousada e ampliou um restaurante, pensando nos milhares de trabalhadores que viriam para a região. “Imaginei, vou jogar tudo aqui, mas depois vou recuperar tudo e vou ser feliz. E agora eu estou aqui sem saber o que fazer, que direção tomar”, conta.

Algumas perdas são impossíveis de calcular. Por volta de 80 famílias que moravam no terreno da refinaria tiveram as casas desapropriadas e foram distribuídas para assentamentos e vilas. Hoje estão ainda mais inconformadas por terem de ceder espaço para uma refinaria que nem vai sair do papel.

As indústrias do estado também não escondem a frustração. “Eu acho que essa situação que nós estamos vivendo no Ceará, com a desistência da Petrobras em construir esse grande monumento industrial é uma grande decepção”, afirma O presidente da Federação das Indústrias do Ceará, Beto Studart.

O governo do Ceará já disse que vai pedir indenização e que não desistiu da refinaria.“É claro que a própria resolução do balanço da Petrobras diz isso que todos os prejuízos do estado serão ressarcidos, mas não é isso que nós queremos, queremos é que a refinaria venha para o estado do Ceará”, diz o governador do Ceará, Camilo Santana.

A Petrobras informou que os projetos foram encerrados porque os resultados econômicos não demonstraram atratividade. A estatal também declarou que adotará todas as providências necessárias para reavaliar os compromissos assumidos com os governos estaduais e municipais.

No entendimento do Ministério de Minas e Energia, o cancelamento dos projetos está associado ao momento delicado por que passa a Petrobras.

Isso é mudança no sistema prisional do Maranhão?

Postado por Caio Hostilio em 30/jan/2015 - 1 Comentário

Recebi essa denúncia por email de funcionário da própria Secretaria que prefere não se identificar, porém vem se decepcionando com que vem acontecendo.

Vamos a denúncia:

Foto 5O FUNCIONÁRIO DA EMPRESA GESTOR SERVIÇOS, SALOMÃO MOTA FERREIRA, FOI DIRETOR DA PENITENCIÁRIA DE PEDRINHAS NA GESTÃO DO SEBASTIÃO UCHÔA, O MESMO FOI DENUNCIADO POR DIVERSOS BLOGS, POR VENDER TONELADAS DE FERROS E MANTER REGALIAS PARA ALGUNS INTERNOS.

Foto 10ESTE FUNCIONÁRIO FOI DEMITIDO NA GESTÃO DO UCHÔA E READMITIDO PELO EX SECRETARIO PAULO RODRIGUES. COMO DIRETOR, O MESMO GANHAVA 2.500 REAIS DE SALÁRIO, E DEPOIS DE TODAS AS DENUNCIAS, O MESMO OCUPA UM CARGO DE CONFIANÇA QUE NÃO EXISTE NA HIERARQUIA DA SECRETARIA E GANHA CERCA DE 4.000 REAIS.

Foto2TEM CARRO A DISPOSIÇÃO E DE QUEBRA UM CARTÃO DE COMBUSTÍVEL A LÁ VONTÊ.

Foto 4GANHAVA 2.500, ROUBOU, E HJ GANHA 4.000

Quais são as justificativas?

E diziam que não veríamos mais matérias negativas contra o Maranhão!!!

Postado por Caio Hostilio em 30/jan/2015 - 3 Comentários

O pior de tudo são as desculpadas mais estapafúrdias e esdrúxulas encontradas para tentar justificar as diversas imoralidades cometidas com o dinheiro do contribuinte. Não interessa a súmula do STF, mas sim o uso da máquina pública como cabide de emprego para todos da família e dos familiares dos amigos e dos amigos dos amigos dos familiares que levantaram bandeirolas dos partidos que apoiou a candidatura do atual governador, isso em funções gratificadas de nível superior. Também não se concebe essa conversa de que só nomeou fulano e o filho dele depois que acabamos com a sociedade do nosso empreendimento, isso fica evidenciado que tudo foi acerto antes.

Vamos a matéria da Folha de São Paulo

Dino nomeia parentes de aliados no Maranhão

DIOGENES CAMPANHA

DE SÃO PAULO

Uol

Principal adversário da família Sarney no Maranhão, o governador do Estado, Flávio Dino (PC do B), abriga em postos importantes parentes, namorada e até sócio de aliados.

A prática não configura nepotismo, já que os nomeados não atuam nos mesmos órgãos que os auxiliares aos quais são ligados. Mesmo assim, vem rendendo críticas a Dino, que condenava o nepotismo no governo dos Sarney.

O secretário de Articulação Política, Márcio Jerry, tem a namorada chefiando o gabinete do governador e a irmã dela como número dois da pasta de Esporte e Lazer.

A professora Joslene da Silva Rodrigues, namorada de Jerry, é dirigente do PC do B e próxima de Dino. Atuou na coordenação das campanhas e em seu gabinete quando ele foi deputado federal.

15029674A irmã dela, Joslea, foi nomeada secretária-adjunta de Esporte. Ex-judoca, chefiou o departamento do idoso da pasta entre 2009 e 2013, no governo Roseana Sarney (PMDB), e atuou no Ministério do Esporte, comandado até 2014 pelo PC do B.

Na Secretaria de Representação Institucional do Maranhão no DF, a adjunta carrega um sobrenome conhecido: Liz Ângela Gonçalves de Melo é irmã do presidente do instituto de terras do Estado.

Ana Karla Silvestre Fernandes, mulher do ex-governador e futuro secretário de Minas e Energia, José Reinaldo Tavares, foi nomeada corregedora-geral do Estado.

Outro parente nomeado, o advogado César Pires Filho, assessor jurídico do Instituto de Metrologia e Qualidade Industrial do Maranhão, tem sangue oposicionista. Seu pai, o deputado estadual César Pires (DEM), foi líder do governo Roseana na Assembleia.

A presença de familiares no governo era uma das principais críticas da oposição nos anos de predomínio do grupo de Sarney. Um dos exemplos mais conhecidos era Ricardo Murad, cunhado de Roseana, que comandou a Secretaria da Saúde até o 2014.

Além de parentes, a gestão Dino terá o antigo sócio de um secretário justamente na pasta de Transparência e Controle, uma das principais promessas de sua campanha.

O titular, Rodrigo Lago, nomeou como chefe da assessoria especial Marcos Canário Caminha, com quem dividia um escritório de advocacia.

Embora o governo defenda as nomeações (leia texto abaixo), um de seus auxiliares admite “incômodo político”.

“Do ponto de vista jurídico, é evidente que não caracteriza nepotismo. Sob o ponto de vista político, não deixa de ser um certo incômodo, porque afinal de contas a gente vinha se debatendo com o grupo Sarney”, afirma o futuro secretário de Representação Institucional no DF, Domingos Dutra.

OUTRO LADO

O governo do Maranhão disse seguir “rigorosamente” a súmula vinculante do Supremo Tribunal Federal que trata de nepotismo –para o STF, não podem ser nomeados parentes de autoridades ou gestores em um mesmo órgão.

A gestão ressaltou que nenhum nomeado tem parentesco com Flávio Dino.

Afirmou ainda que Joslene Rodrigues, Joslea Rodrigues e Ana Karla Fernandes são funcionárias públicas de carreira e que, assim como César Pires Filho e Liz Ângela Gonçalves de Melo, foram nomeadas por suas aptidões.

Sobre o secretário Rodrigo Lago e Marcos Canário Caminha, diz que eles encerraram a empresa que tinham para entrar na administração.

Perspectivas: sem para continuar a escrever

Postado por Caio Hostilio em 29/jan/2015 - 3 Comentários

pensamentocriticoNão vejo boas perspectivas para continuar… Não consigo enxergar um horizonte promissor, cuja luta se dará sozinho… Minha família espalhada em outros estados e eu aqui, desapontando-me com as circunstâncias que me levam a ver um estado inerte.

E tudo leva a crer que uma pena poderá ser quebrada… Não por medo ou covardia, mas sim por ter posição firmada, convicções e princípios.

Uma democracia só se constrói de fato com a liberdade de expressão, com o questionamento crítico, com a diferença forte e firme.

Não estou vendo firmeza e vontade na luta…

… Enquanto isso, eu fico ainda publicando meus textos!!!

O governo Flavio Dino não se importa com os investimentos e os investidores do Maranhão…

Postado por Caio Hostilio em 29/jan/2015 - 1 Comentário

parecer de ricardoSimplesmente o governo que ai esta até agora não mostrou nenhum interesse em dá condições realmente de avanços e desenvolvimento econômico e social.

Fala em IDH, porém resume tudo em reuniões como as que são feitas para resolver a partilha de um boteco.

Como pode um governo querer se afastar daquilo que esse estado tem de melhor para produzir e vender e, assim, proporcionar de fato a dignidade humana através de cursos profissionalizantes nas mais diversas áreas desse seguimento, além do bem-estar coletivo direto e indireto?

O Maranhão é um estado privilegiado geograficamente e sua condição da amparo total no que se restringe a logística, visando o mercado internacional.

Porém, não se viu nenhuma estratégia, sequer um planejamento ou uma sinalização no sentido da busca veemente da ferrovia Norte/Sul, implementos junto a CVRD visando a ferrovia de Carajás e nenhum projeto audacioso em Açailândia, onde se cruza as duas ferrovias.

Simplesmente deixam cair no esquecimento por pura falta de traquejo com a coisa pública e, principalmente, pelo ódio e o rancor, além da formação inadequada do seu quadro técnico.

Um governo que viu a suspensão da construção da refinaria Premium I e sequer pensou naqueles maranhenses que investiram em Bacabeira, pois o pensamento é o de ver mesmo tudo ir para o espaço.

cearáEnquanto que o governo do Ceará, que é do PT, partiu pra cima do governo federal.

Quem se manifestou foi o ex-secretário de saúde Ricardo Murad, quando o governo Flávio Dino deveria fazer isso, haja vista que essa refinaria realmente tem objetivo viável no Maranhão, pois tudo visa a logística com a Ásia.

O Itaqui está sendo visto por esse governo que aí está num segundo plano, pois basta verificar que não existirá um porto qualificado se não houver estradas e ferrovias para escoar o que vai e chega por ele.

O Maranhão não é pobre… Pobre de alma são as pessoas que fazem politicalhas em suas terras!!!

Eleitor ludovicense intrigado: “Vereador Pereirinha enchendo a mala‏”…

Postado por Caio Hostilio em 29/jan/2015 - 11 Comentários

WP_20150129_11_09_15_ProO eleitor ludovicense, que preferiu não ser identificado, enviou-me essas fotos abaixo por email jurando ser do vereador Pereirinha, que estaria carregando uma Pick-up com diversos fardos de cervejas em lata.

WP_20150129_11_10_57_ProO eleitor ludovicense pelo visto ficou intrigado pela quantidade adquirida pelo vereador, haja vista que naquele comércio a venda é feita mais para pequenos comerciantes que fazem suas compras para revender.

WP_20150129_11_11_12_ProQuiçá o vereador não esteja ajudando os pequenos empresários maranhenses, principalmente aqueles que estão visando os pré-carnavais?

Já pensou se todos os vereadores fizessem essa boa ação?

Mas o eleitor intrigado acha que não é bem isso…

Então, com a palavra o vereador Pereirinha, caso seja ele mesmo o cara das fotos…

Ceará: ainda luta por sua refinaria e repudia decisão da Petrobras…

Postado por Caio Hostilio em 29/jan/2015 - 1 Comentário

premium cearáEnquanto que os incautos e os politiqueiros do Maranhão buscam é massacrar um projeto que tem sim objetivos logísticos para a Petrobras e que fora paralisado pelos atos de corrupção em que suas finanças foram submetidas ao enriquecimento ilícito, favorecimento político, através ajuda eleitoral através de doações milionárias das empreiteiras envolvidas etc.

lula-refinariaVeja o lançamento da pedra da refinaria Premium II, no Ceará, na foto, entre as principais figuras estão exatamente o ex-senador Inácio Arruda (PCdoB) ao lado do maior delator do Petrolão Paulo Roberto Costa… Será que ali estavam jogando eleitoralmente?

Agora mensurem vendo as fotos abaixo e vejam o quando aqui gostam fazer politicalha!!!propaganda

lula_e_gabriellicid_gomesRefinaria-300x180

352c74af85c58fd256bc39dc4fd550b40c7a167d94d61a7469c8858183ccb49c

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog