Que sirva para abrir os olhos dos politiqueiros maranhenses!!!

Publicado em   30/jun/2011
por  Caio Hostilio

Já li diversas matérias sobre a inda do ex-deputado Flávio Dino para a EMBRATUR. Umas completamente fora de contexto, outras que não conseguem ver além das picuinhas politiqueiras maranhenses e outros chegando perto do que realmente existe de real em toda essa estratégia política articulada pelo Palácio do Planalto.

Em Brasília, os líderes maiores de todas as legendas são pragmáticos e lutam por um ideal só: “Manter-se no comando do país ou lutar para alcançá-lo”. As picuinhas estaduais não entram nesse jogo. Para os articulistas, cada estado deve resolver suas picuinhas em suas respectivas paróquias!!!

O pensamento das bancadas dos outros estados é completamente diferente da bancada maranhense. Quando é para lutar por seu estado, tirando São Paulo como exemplo, os seus 70 deputados, isso independe de cores partidárias e das picuinhas paroquiais, se unem e lutam pelo Estado. Enquanto que a bancada do Maranhão faz o contrário, ou seja, se separa exatamente para levar para o debate nacional as picuinhas politiqueiras maranhenses.

Com isso, o Maranhão tem representantes que não representam o Estado, apenas fazendo da tribuna da Câmara dos Deputados seu palco de ataques pessoais. É certo o contribuinte pagar uma vida nababesca a um parlamentar apenas para fazer isso ou para que ele lute pelo Estado e seu povo?

Em minha opinião, a entrevista concedida por Flávio Dino a revista Veja tem apenas uma pergunta que interessa de fato ao povo e aos políticos maranhenses.

Como ficam as disputas locais?

Resposta de Dino: As diferenças regionais estão mantidas, até porque elas fazem parte do jogo político. Nós não alteramos em nada nosso posicionamento na política regional. Nacionalmente o espírito é de compreensão de que fazemos parte do mesmo projeto. A boa política não nega as diferenças. Pelo contrário, as compreende como legítimas e as administra. As diferenças estão no plano regional: há tempo, espaço e modo de decidi-las lá na política regional – o que, evidentemente, não contamina o nosso trabalho conjunto nacionalmente.

Só resta parabenizar o ex-deputado Flávio Dino, pois soube com essa resposta mostrar que as picuinhas políticas são tratadas nas eleições. Passadas as eleições, os políticos devem se unir em prol do crescimento do Estado, fazendo uma oposição responsável e não na hipocrisia politiqueira.

Muda Maranhão!!!

Compartilhe :

*/?>

  Publicado em: Governo

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog