Notícias da Assembléia Legislativa

Publicado em   30/jun/2015
por  Caio Hostilio

A Assembléia Legislativa se transformou num furdunço?
20150630_112921É necessário fazer esse questionamento após sair no Diário Oficial (Executivo) a interferência do Poder Executivo nos atos administrativos do Poder Legislativo!!! Para completar, observe essa foto acima e veja outra situação imoral, cujo vice-presidente, deputado Othelino Neto, foi a tribuna tentar rebater a fala da deputada Andrea Murad e do deputado Adriano Sarney, que falaram da falta de respeito do governador Flávio Dino com a Igreja Católica, enquanto que o líder do governo, deputado Rogério Cafeteira, assumiu a direção da sessão. Isso é completamente ridículo, antidemocrático, antiético, visto que ele na direção dos trabalhos pode estender o tempo do seu companheiro de governo!!!

Adriano Sarney comenta episódio que envolveu o governador e o coordenador da Pastoral Operária

Foto22 - Sessão Plenária - 300615 - por Kristiano Simas-1O deputado Adriano Sarney (PV) comentou da tribuna da Assembleia, na sessão desta terça-feira (30), o episódio ocorrido na última sexta-feira (26) envolvendo o governador Flávio Dino (PC do B) e o coordenador da Pastoral Operária, Padre Roberto, quando de uma reunião que tratou sobre a situação de Pedrinhas. “Como é que um simples padre pode criticar deus na terra?”, indagou o parlamentar. Segundo o deputado, Flávio Dino não é Deus, ele, com letras minúsculas, é humano, e todo ser humano erra, mas a virtude do ser humano é admitir o erro, é pedir perdão. “Flávio Dino precisa se desculpar por ter humilhado, por ter diminuído quem crer no verdadeiro Deus, que é o padre Roberto, da Pastoral Carcerária. Ele o humilhou quando disse que ele recebia mensalinho”, observou. Adriano Sarney revelou que o padre Roberto recebeu pagamento do governo do Estado até o mês de março pelo trabalho que prestava ao presídio de Pedrinhas e que, hoje, é outro religioso que o substituiu que recebe. “Padre Roberto trabalha há oito anos em Pedrinhas, portanto, conhece Pedrinhas. E o governador, será que ao menos já foi a Pedrinhas, ao menos já passou um dia em Pedrinhas ou sabe da realidade de Pedrinhas. Não sabe!”, comentou. Para Adriano Sarney, o governador desrespeitou a Igreja Católica, a Pastoral e o padre Roberto, e disse que Flávio Dino se considera “Deus”, mas ele, com letras minúsculas, não é “Deus”, é um simples humano que erra. “Errou e tem que admitir que errou. Tem que admitir e tem que ser humilde. Tem que admitir que, nesses seis meses de governo, não deu tempo ainda. Por que não fala isso? Não é muito melhor do que acusar os outros de ganhar mensalinho?”, argumentou.

Wellington fala sobre crise da democracia durante Simpósio na Ufma

IMG-20150622-WA0016O vice-presidente da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa, deputado Wellington do Curso (PPS), participou, na última sexta-feira (26, do Simpósio “Democracia representativa em crise: problemas e soluções”. O evento aconteceu na Universidade Federal do Maranhão (Ufma) e contou com a presença do ministro do Tribunal Superior Eleitoral, Tarcísio Vieira; do secretário adjunto da Casa Civil, Carlos Lula; e do professor Edson Vidigal. Na ocasião,  discutiu-se sobre a democracia, além de diversos pontos que fortalecem a presença do cidadão nas decisões políticas de seu estado. “Muito se tem dito que a democracia está em crise. Após o debate aqui, chego a conclusão de que, na verdade, a democracia não está em crise, mas em mutação. Faz-se necessário que concretizemos o real sentido do termo ‘democracia’. É em busca do pleno exercício da cidadania que tenho pautado as ações na Assembleia, almejando a aproximação entre o povo e o parlamento e, assim, à representação legítima dos interesses e anseios da população maranhense”, declarou o parlamentar.

Compartilhe :

*/?>

  Publicado em: Governo

2 Responses to Notícias da Assembléia Legislativa

  1. Bia Grace disse:

    Porque o padre Roberto Perez era remunerado pelo governo de Roseana Sarney? Porque o padre só denunciou as torturas depois de demitido ? É inacreditável ler que o arcebispo sabia/autorizava o mensalinho.
    O pior é constatar que a Igreja Católica tinha um contrato milionário(Rádio Educadora) com o governo de Roseana Sarney- 80 mil reais. O diretor da emissora, o padre Rota proibia críticas a generosa governadora.
    Esses atos, fatos, mensalões, mensalinhos epigrafados são de conhecimento de todos os jornalistas, blogueiros, radialistas do Maranhão. Mas todos temem ser excomungados da mídia religiosa e poderosa.

  2. Pingback: Notícias da Assembléia Legislativa | Ame Sua Cidade

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog