“Até quando vamos assistir o descuido do governo com a saúde?”, questiona deputada Andrea Murad

Publicado em   15/maio/2018
por  Caio Hostilio

A deputada estadual Andrea Murad (PRP) relatou vários episódios de negligência no serviço público de saúde, através de sua rede social. Péssimo atendimento, falta de medicamentos e materiais e até desperdícios estão ocorrendo nas unidades administradas pelo governo Flávio Dino.

“A cada dia, novos relatos de negligência na rede estadual de saúde do Maranhão. É monstruoso como os gestores de Flávio Dino lidam com o atendimento nas unidades. Em Coroatá, Antônia de Sousa Nascimento, de 83 anos, sofreu um acidente, quebrou o ombro e a perna, e deu entrada no hospital macrorregional no dia 29 de abril, onde passou um tempo no corredor do hospital e só depois foi para um leito. Até hoje aguarda para fazer uma cirurgia. E o mais ABSURDO: o hospital está sem os equipamentos para realizar o procedimento como furadeira, máquina de esterilização de ferramentas e outros materiais. O Ministério Público deve intervir imediatamente, porque familiares de Antônia alegam que ela não é caso isolado, tem várias pessoas que estão na fila de espera há mais de 4 meses por uma cirurgia”, relatou Andrea.

A parlamentar também relatou o caso da senhora Leocádia Diniz, 79 anos. Ela estava com pneumonia, mesmo diabética e hipertensa, não recebeu a atenção necessária e imediata, passando 1 semana em uma cadeira na UPA do Bacanga e só depois de ter seu quadro agravado foi transferida para Ala Vermelha, mas faleceu na manhã desta segunda-feira.

“Não bastassem os óbitos que devem estar ocorrendo em muitas outras unidades do estado, por todo esse desleixo do governador Flávio Dino, há desperdícios com o pouco que tem e a falta de materiais é frequente. Isso é um absurdo. Toda semana recebo reclamações de falta de tudo nos hospitais. O hospital Geral, em São Luís, falta medicação, falta soro fisiológico de 100 ml e 250 ml, restando apenas os de 500 ml que são usados para aplicar apenas 100 ml com medicação e depois é jogado fora. Um completo desperdício. Quando não se estraga, falta! Pacientes que recebem insulina pelo Estado, estão com mais de mês sem receber a medicação. Até quando vamos assistir esse descuido do governo do estado????”, questionou Andrea.

Compartilhe :

*/?>

  Publicado em: Governo

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Publicidade

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Busca no Blog