Arquivo de Abril de 2013

Noticias

Postado por Caio Hostilio em 30/abr/2013 - Sem Comentários

Roseana destaca saldo positivo do primeiro mês do Itinerante

Foto_3_Go..[1]Encerrando a agenda do Governo Itinerante, neste mês, a governadora Roseana Sarney esteve no município de Nina Rodrigues, Região do Munim, na tarde desta terça-feira (30), sendo recebida com grande entusiasmo pela população e pelo prefeito José Ribamar da Cruz Ribeiro Junior, o Riba do Xerem. Na cidade, ela inaugurou escola, visitou as ações da caravana e destacou o saldo positivo da itinerância iniciada no dia 8 e que já passou por 14 municípios. “O balanço das atividades é muito positivo e iremos dar continuidade a esse trabalho, de uma maneira cada vez melhor”, enfatizou a governadora. “Nesta semana, estivemos em mais quatro municípios, onde entregamos sementes de feijão, levamos nossos serviços, como o Viva Cidadão, entregamos tratores, realizamos ações na área de saúde, fizemos mutirão de catarata e hérnia, atendimentos para diabéticos e hipertensos, mutirão de vacinação, oferecemos palestras e vimos que a população aprovou a iniciativa”, afirmou Roseana Sarney.

Falando quem de fato fez pelos trabalhadores brasileiros

magno bacelarO deputado Magno Bacelar foi a tribuna da AL, hoje (30), para reverenciar os três Presidentes da República que mais trabalharam em prol do bem-estar dos trabalhadores brasileiros. O deputado citou primeiramente o ex-presidente Getúlio Vargas, que criou a CLT, instituiu o horário de trabalho, a carteira assinada, o tempo para aposentadoria, o salário mínimo e os direitos dos trabalhadores de acordo com a CLT. Magno citou depois o ex-presidente Castelo Branco, que instituiu o FGTS aos trabalhadores brasileiros. O terceiro, o deputado citou o ex-presidente José Sarney, que instituiu o Vale-Transporte, que beneficiou inicialmente 26 milhões de brasileiros e hoje chega a beneficiar 40 milhões de trabalhadores.  Estabeleceu a jornada de trabalho em 44 horas semanas, o seguro desemprego. Ampliou a licença-maternidade para 120 dias e concedeu licença-paternidade, fixada mais tarde em cinco dias. Também proibiu a ingerência do Estado nos sindicatos e assegurou aos funcionários públicos o direito de se organizar em sindicatos e utilizar a greve como instrumento de negociação, salvo nos casos dos serviços essenciais. Procurou, ainda, dificultar as demissões ao determinar o pagamento de uma multa de 40% sobre o valor total do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) nas dispensas sem justa causa.

Peemedebistas reúnem mais de 25 municípios em encontros regionais

pmdbCom exposições de personalidades importantes do partido, O PMDB realizou no último final de semana, encontros regionais nas cidades de São João dos Patos e Governador Eugênio Barros. Ao todo, o partido reuniu representantes de mais de 25 municípios, entre prefeitos, vereadores e lideranças, das regiões do Médio Sertão e da mesorregião do Centro Maranhense. A comitiva contou com a presença do presidente de honra do partido, senador João Alberto; do presidente em exercício, Remi Ribeiro; deputado estadual Roberto Costa; deputado federal Sétimo Waquim; o presidente da JPMDB e secretário adjunto de Juventude, Assis Filho; e a presidenta do PMDB Mulher, Kátia Lobão. O presidente estadual do partido afirmou que o objetivo dos encontros era o de fortalecer as bases.

Secretário Pedro Fernandes visita escola no interior do estado

Foto_2_-_Seduc_-_sao_joao_paraiso[1]O secretário de Estado de Educação, Pedro Fernandes, acompanhado do gestor da Unidade Regional de Imperatriz, Agostinho Noleto e do secretário-adjunto da Seduc, Fernando Silva, esteve na segunda-feira (29) no município de São João do Paraíso, onde foi recebido pelo prefeito da cidade, José Alves, e visitou a escola Centro de Ensino Delfino Aguiar de Azevedo que atende os alunos da rede estadual. Pedro Fernandes destacou a importância das conferências intermunicipais de Educação e as ações que têm desenvolvido buscando alavancar mais os índices educacionais do Estado. “Estamos buscando fortalecer ações em todo o Maranhão, e para isso estabelecemos metas, que são: melhorar o nível de aprendizado no estado, universalizar o ensino médio, implantar regime de colaboração e acabar com o analfabetismo. Trabalhando nestes eixos vamos conseguir avançar em vários pontos e, para isso, a união de todos em prol da educação se faz necessária”, disse. 

COMEFC realiza audiências em Açailândia e Santa Inês

DSC_0972Dando prosseguimento aos trabalhos do Consórcio dos Municípios da Estrada de Ferro Carajás no Maranhão (COMEFC), nesta semana serão realizadas duas audiências públicas no interior do Maranhão. A primeira será sexta-feira, dia 03 de maio, às 19h30, na Câmara dos Vereadores de Açailândia. A segunda audiência pública será no dia 04 de maio, às 10h, no auditório da prefeitura de Santa Inês. O objetivo é que todas as cidades participantes do Consórcio realizem audiências públicas para que o governo municipal e a população sejam ouvidos. O Consórcio dos Municípios da Estrada de Ferro Carajás no Maranhão tem entre os focos e metas o recolhimento de tributos municipais, pagamento de compensações socioeconômicas e ambientais, contribuição para o Fundo de Desenvolvimento Municipal – FDM (a ser criado em todos os municípios consorciados) e contribuição para o Fundo de Desenvolvimento e Mobilidade Urbana – FDMU (a ser criado em São Luís).

Brasileiro quer viajar mais pelo país‏

gastãominsA aposta do Ministério do Turismo na força do mercado interno de viagens está sendo traduzida em números. É o que mostra a Sondagem do Consumidor – Intenção de Viagem, realizada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), a pedido do MTur, em sete capitais. A pesquisa aponta que aumentou o número de brasileiros dispostos a viajar nos próximos meses. O resultado do mês de abril, com 28,3% de repostas positivas, é o melhor do ano e reafirma a preferência da maioria: 48,2% optam por viagens dentro do Brasil. Pouco mais de 21% dos entrevistados manifestaram intenção de viajar ao exterior. Isso mostra aumento expressivo no nível de indecisão em relação ao destino da viagem, que foi de 30,4%, o maior do ano, e bem superior aos 3,3% registrados em abril do ano passado. É um ponto de atenção para as agências e operadores de viagens. “Mais de 40 milhões de brasileiros foram incorporados ao mercado de consumo e estamos criando condições para que essas pessoas viajem cada vez mais”, disse o ministro do Turismo, Gastão Vieira.

Informação da Polícia Federal

Postado por Caio Hostilio em 30/abr/2013 - 1 Comentário

pfNOTA À IMPRENSA

A Polícia Federal concluiu e enviou à Justiça, o Inquérito Policial que embasou a Operação Dríade, deflagrada em 03/04/13, em que 90 policias deram cumprimento a 29 mandados de busca e apreensão nas cidades de Paragominas, Dom Eliseu, Tomé-Açu e Pacajá, todas localizadas no Estado do Pará. Segue abaixo o resumo da investigação policial.

A investigação teve início em setembro de 2009 com a prisão em flagrante de 07 (sete) pessoas que retiravam ilegalmente madeira da região da Reserva Biológica do Gurupi (Município de Carutapera/MA) e da Terra Indígena do Caru, no Maranhão. Na ocasião, foram apreendidos veículos do tipo caminhão, trator, camioneta, arma de fogo e rádio de intercomunicação veicular.

Apurou-se, em referido flagrante, que ocorria a exploração ilegal de madeiras vermelhas nas regiões acima citada a mando de um grande conglomerado empresarial, que movimenta milhões de reais por ano, sendo que tal conglomerado utilizava-se de intermediários e pessoas contratadas, além de seus próprios meios, para retirada da madeira.

As investigações demonstraram que o conglomerado de empresas explora áreas proibidas ao desmate, como Reservas Indígenas ou Áreas de Preservação Permanente, e “legaliza” a madeira explorada por meio de Planos de Manejo que possuem em outras áreas próprias, porém superfaturadas. Grande parte da madeira desviada seguia para o estado do Pará, especialmente para as sedes das empresas em Dom Eliseu e Paragominas.

Em 2011, após fiscalização de equipe do IBAMA, constatou-se que a área explorada consistia em 2.680 hectares e o total de 4.956 metros cúbicos de madeira pronta para o transporte, estimando-se que 29.000 metros cúbicos de madeira foram retirados daquela região. Ao final da fiscalização, foram lavrados mais sete autos de infração, com a aplicação de multa no valor de R$ 30.960.000,00.

O material produzido pelo IBAMA naquela fiscalização foi enviado à perícia, constatando-se que uma das empresas do grupo investigado causou um dano ambiental estimado minimamente em R$ 15.655.155,32 (considera-se o valor tabelado da madeira pela SEMA/MA, o qual é muito inferior ao praticado no mercado).

A Perícia Técnica da Polícia Federal encontrou diversas irregularidades no Plano de Manejo de uma das empresas do grupo, verificando-se que o recurso ambiental extraído foi de R$ 5.278.395,32 (cinco milhões, duzentos e setenta e oito mil, trezentos e noventa e cinco reais e trinta e dois centavos) e que o valor para recuperar a área devastada dentro da Reserva do Gurupi seria de R$ 10.376.760,00 (dez milhões, trezentos e setenta e seis mil, setecentos e sessenta reais), sendo que, portanto, a valoração do dano ambiental e de sua reparação ficou orçado minimamente em R$ 15.655.155,32 (quinze milhões, seiscentos e cinqüenta e cinco mil, cento e cinqüenta e cinco reais e trinta e dois centavos).

Identificou-se 13 (treze) empresas como sendo ligadas ao conglomerado econômico, sendo que os sócios são comuns entre elas.

Conforme as investigações foram avançando, foi deflagrada, em 04/04/2013, a Operação Dríade, que teve como objetivo o cumprimento de mandados de busca e apreensão nas sedes das empresas do grupo econômico investigado, bem como a realização de interrogatório dos sócios e pessoas envolvidas na exploração ilegal de madeira.

Após robusta produção probatória acarreada à investigação após a deflagração da Operação, ficou evidenciado que os sócios do grupo empresarial utilizavam-se de empresas fantasmas bem como “laranjas” para conseguir alcançar seu intuito criminoso de extração ilegal de madeira. Uma das pessoas ouvidas, inclusive, admitiu que a empresa negociou madeira sem nota fiscal ou guia florestal.

Restou evidente, assim, que a organização criminosa busca, ao máximo possível, desmembrar os atos de suas condutas criminosas em pessoas jurídicas distintas, inclusive até em nome de terceiros, evitando, de maneira estratégica, a responsabilização civil, criminal e administrativa naquelas de maior interesse.

A investigação foi finalizada na data de 24/04/2013, sendo que foram realizados, assim, 17 (dezessete) indiciamentos, sendo 10 (dez) pessoas físicas e 07 (sete) pessoas jurídicas. Destaque-se que, pela Autoridade Policial presidente da investigação, foi pedido ao Poder Judiciário a suspensão imediata das atividades das empresas do grupo investigado, já que foi constatado pelo IBAMA, na data da deflagração da Operação (03/04/2013), que pelo menos uma das empresas ainda atua de forma ilícita, sendo que tal medida revela-se salutar devido ao grande volume de transações comerciais realizadas pela empresa, notadamente com os Estados Unidos da América.

É preciso que o MPMA investigue essa imoralidade em Chapadinha

Postado por Caio Hostilio em 30/abr/2013 - 5 Comentários

DSCN1733Observa-se que existiu ato de improbidade, contrato fraudulento e, principalmente, o uso da maquina pública em beneficio pessoal, com a aquisição do caminhão para coleta de lixo no município, de placa OJA 2029, cujas práticas utilizadas transcendem os princípios éticos e morais dos ditames que regulamentam uma gestão pública.

DSCN1732De acordo com os documentos e registros nos órgãos fiscalizadores, o veículo foi adquirido pela empresa Menezes e Pontes LTDA, com o nome fantasia de Júnior Construções, empresa essa de propriedade da prefeita atual de Chapadinha, Ducilene Belezinha Pontes Cordeiro.

Lixo_1Diante das circunstâncias, haja vista que o caminhão de lixo começou a trabalhar para a Prefeitura – sem contrato – em fevereiro, a prefeita foi orienta a substitui o proprietário do veículo. Com isso, no dia 20 de março de 2013, o referido caminhão foi transferido sua propriedade para a empresa Abi Naabe C E Serviços Ltda, que venceu a licitação para a coleta de lixo, mesmo não tendo capacidade técnica para participar de um certamente como esse.

capa empresa lixoO que evidencia a ilicitude é o fato de que no fã de ocultar o uso do dinheiro público em beneficio próprio – fato descrito no próprio site da prefeitura – foi que a empresa adquirente do veículo e vencedora do certame licitatório, utilizou o veículo ainda em nome da Prefeita, operando por quase um mês dessa forma ilícita e mostrando, com isso, que não estava apta a executar os serviços de recolhimento de lixo.

É preciso que o Ministério Público investigue, caso contrário, todos poderão acreditar de fato que o Brasil é o país da impunidade.  

Abaixo, segue a documentação que comprovam que a citada empresa que efetuou a compra do veículo é de propriedade da atual prefeita de Chapadinha.  

meneses e ponte

meneses e ponte (2) 

CNPJ MENEZES E PONTES

 

Ribamar: Concedido reajuste salarial para Agentes Comunitários de Saúde e de Endemias

Postado por Caio Hostilio em 30/abr/2013 - 1 Comentário

FOTOS_ACS_E_ACE_193[1]Em reunião de trabalho realizada na tarde desta última segunda-feira (29), o prefeito Gil Cutrim (PMDB) anunciou a concessão de reajuste salarial para os Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate a Endemias do município de São José de Ribamar. Na oportunidade, o prefeito também anunciou a realização, nos próximos meses, de seletivo no qual serão oferecidas 37 vagas para os dois cargos. O reajuste salarial de 11% para os ACS e de 12% para os ACE ribamarenses será implantado na folha de pagamento do mês de maio e é resultado de um acordo firmado entre as categorias e o governo municipal no fim do ano passado. Também é fruto dos efeitos da portaria nº 260/13, do Ministério da Saúde, que aumentou o incentivo financeiro federal dado às duas categorias, além da incorporação nos vencimentos destes profissionais da gratificação por serviço extraordinário. O projeto de lei, de autoria do Executivo Municipal, concedendo o reajuste será encaminhado pelo prefeito à Câmara Municipal de São José de Ribamar nesta terça-feira e deverá ser aprovado unanimemente nos próximos dias. “São profissionais que, no que diz respeito a prevenção, estão na ponta desenvolvendo um trabalho importantíssimo junto à comunidade no setor da saúde. Por estes e vários outros motivos o reajuste, concedido dentro das possibilidades financeiras do município, é mais do que justo”, afirmou Gil Cutrim. A prefeitura ribamarense oferecerá 30 vagas para o cargo de Agente Comunitário de Saúde e 07 para o cargo de Agente de Combate a Endemias, além de vagas para cadastro de reserva para os dois cargos. Mais detalhes sobre o seletivo serão divulgados tão logo o edital esteja pronto. 

Enquanto isso, o MPMA aciona ex-prefeito de Paço do Lumiar, Raimundo Filho, por promoção pessoal com recursos públicos

raimundo filhoO uso indevido de recursos dos cofres públicos de Paço do Lumiar para a produção de um informativo para promoção pessoal do ex-prefeito do município, Raimundo Nonato da Silva Filho, mais conhecido como Raimundo Filho, é o objeto da Ação Civil por Ato de Improbidade Administrativa ajuizada, em 18 de abril, pela titular da 1ª Promotoria de Justiça daquela Comarca, Gabriela Brandão da Costa Tavernard. A manifestação do Ministério Público do Maranhão (MPMA) foi motivada pela representação feita por um cidadão, relatando a produção do informativo “Paço Urgente”, veiculado em dezembro de 2012, contendo a logomarca da Prefeitura de Paço do Lumiar e o nome do ex-gestor do município. A conduta do ex-prefeito de Paço do Lumiar viola os princípios da administração pública, previstos no artigo 37 da Constituição Federal, principalmente, os da impessoalidade e da moralidade, além de configurar ato de improbidade administrativa, previsto na Lei 8.429/92, mais conhecida como Lei da Improbidade. No curso das investigações das denúncias da Representação recebida pelo MPMA, o ex-prefeito relatou à promotora de justiça Gabriela Tavernard, que não usou nem recursos materiais e/ou humanos para a impressão ou a confecção do Informativo Paço Urgente. Na Ação, a promotora Gabriela Brandão da Costa Tavernard requer que o ex-prefeito de Paços do Lumiar seja condenado ao pagamento de multa no valor de 100 vezes o valor da remuneração recebida em dezembro de 2012 e ao ressarcimento ao erário público municipal do valor gasto com a produção do informativo. O ex-gestor também deverá ser proibido de contratar ou receber qualquer tipo de benefício do poder público pelo prazo de três anos.

E quando pagará as empresas brasileiras falidas? Vale começa a pagar os trabalhadores argentinos

Postado por Caio Hostilio em 30/abr/2013 - 1 Comentário

vale de lagrimasDepois levar diversas empresas no Maranhão e no Pará à falência, Vale consegue suspender operação na província de Mendoza e indeniza os trabalhadores.

Pois não é que a Vale começa esta semana a pagar as indenizações aos trabalhadores argentinos demitidos do projeto Rio Colorado, na província de Mendoza, que teve sua operação suspensa em março deste ano?

O certo que as pressões da Justiça argentina para que prorrogasse os prazos das demissões, mas após o encontro da presidente Dilma Roussef com a presidente da Argentina, Cristina Kirschner, na quinta-feira passada, foi possível firmar um acordo com os sindicatos para que as dispensas pudessem ser feitas.

Segundo a Vale, ela vem negociando a venda do projeto para tentar recuperar parte dos US$ 2,5 bilhões já investidos de um total previsto de US$ 6 bilhões inicialmente. Esse valor poderia chegar a cerca de US$ 11 bilhões devido a problemas cambiais na Argentina. A conjunção desses dois fatores inviabilizaria os investimentos da Vale que preferiu suspender suas operações.

As indenizações, pagamentos de impostos e dívidas com fornecedores deverão chegar a US$ 611 milhões, patamar bem inferior aos US$ 5 bilhões que a Vale deveria desembolsar nos próximos anos em investimentos no Rio Colorado… Isso já aconteceu no Canadá!!!  

O governo argentino ameaçou retirar da mineradora brasileira a concessão da mina de Mendoza alegando que a Vale tinha violado as leis do país. Caso essa ameaça se concretizasse, a Vale perderia o direito de passar adiante o projeto e teria que contabilizar um prejuízo de US$ 2,5 bilhões referentes aos investimentos já feitos.

Acabou o prazo de 120 dias para as tão sonhadas “mudanças” em São Luís!!!

Postado por Caio Hostilio em 30/abr/2013 - 3 Comentários

edvaldoflávioPrimeiramente, Holanda Junior não cumpriu seu próprio plano de ação para 120 dias, divulgado no 09/01/2013, exatamente por falta de planejamento, organização, capacidade e, principalmente operacionalidade.  

As metas de prazo imediato da Agenda Estratégica dos 120 dias eram 314 ações e as de curto prazo 80 metas. Nenhuma foi colocada em prática nem nos 100 dias e sequer nos 120 dias, coisa alardeada que conseguiria colocá-las nos 20 dias restantes. Pronto, acabou o prazo!!!

Tudo colocado para o eleitor com o slogan “Novo e Mudança” não passou de uma grande falácia de marketing eleitoreiro para ludibriar o eleitor.

Em todas as áreas, principalmente a considerada espinha dorsal, que abrange Saúde, Educação, Urbanismo, Infraestrutura, Transporte Coletivo, Engenharia de Transito, Planejamento e Administração, nesses 120 dias mostrou está completamente fora de sintonia com que se esperava de “Novo e Mudança”.

Muito pelo contrário, mostraram que não estavam preparados para administrar uma cidade com mais de 1 milhão de habitantes.

Sequer conseguiram colocar em prática soluções paliativas, atos esses que um administrador de fato os coloca em funcionamento com menos de 60 dias, haja vista que requer o mínimo de recursos, mas exige capacidade e competência.

Que não venha dizer que foi por falta de recursos, pois somente em Saúde, a Prefeitura já recebeu R$ 194 milhões e colocando seus 15% de toda sua arrecadação – obrigatório –, somados os R$ 194 milhões ao valor dos 15%, só com a saúde a prefeitura já teve destinado para a área mais R$ 250 milhões.

Tanto o transporte público quanto a engenharia transito estão uma lástima, pior que os oferecidos pela ex-gestão.

Na Educação, a gestão Holanda transformou a pasta num comitê do PCdoB, não mostrando qualquer mudança que se pode considerar uma busca pela educação de qualidade.

Um “Novo e uma Mudança” que não passaram de um grande engodo!!!  

Roseana e o governo Itinerante… Por que o “novo e a mudança” não apresentou nada nesses 120 dias em São Luís?

Postado por Caio Hostilio em 30/abr/2013 - 2 Comentários

Por que o “novo e a mudança” não consegue sair da linha de largada desde que assumiu a Prefeitura de São Luís, mesmo já ter tido recebido milhões e milhões? O pior é que o “comunista” Flávio Dino continua com seu discurso falacioso e completamente politiqueiro, pois no programa do presepeiro “PCdoB”, ele fala como se fosse administrar todos os municípios do Maranhão, quando os municípios são independentes e responsáveis pelos bilhões e bilhões que recebem. Mas Flávio Dino, usando da politicalha canalha, omite isso e não tem coragem em dizer onde foram parar esses bilhões e bilhões, além de não ser sincero com o povo, pois deveria dizer se esses bilhões e bilhões fossem aplicados corretamente, o IDH estaria baixo, os índices educacionais baixos, haja vista que são os municípios os responsáveis pelo ensino infantil e fundamental, isso recebendo verbas gordas do Fundeb e do FNDE. Também falar da saúde, pois todos recebem verbas do MS para cumprir suas prerrogativas. Desafio Flávio Dino a dizer onde foram aplicados os R$ 194 milhões recebidos por São Luís, isso sem contar com 15% que a prefeitura tem obrigação de investir na Saúde.  

Foto_1_Governadora_em_presidente_vargas_foto_Geraldo_Furtado[1]A governadora Roseana Sarney deu início a mais uma etapa do Governo Itinerante, nesta segunda-feira (29), em Presidente Vargas, com a inauguração do Hospital Municipal “Carlos Vidal da Silva”, mais uma unidade de 20 leitos construída pelo Programa Saúde é Vida, e a entrega de sementes selecionadas a agricultores familiares. Depois, ela seguiu para Itapecuru-Mirim. A programação de ações prossegue nesta terça-feira (30), em Vargem Grande e Nina Rodrigues.

Foto_3_Governadora_em_presidente_vargas_foto_Geraldo_Furtado[1]Segundo a governadora Roseana as atividades desenvolvidas têm levado mais cidadania aos maranhenses e a entrega da unidade mostra a preocupação do governo com a saúde. “Inaugurar esta unidade completa, com profissionais capacitados é uma realidade e representa o compromisso do meu governo. Além disso, trouxemos com o Itinerante diversas ações sociais, como a emissão de documentos, mutirão de atendimentos em saúde, entrega de sementes, oficinas e capacitações”, destacou ela.

Foto_4_Governadora_em_presidente_vargas_foto_Geraldo_Furtado[1]Durante a inauguração, Roseana Sarney apresentou o valor do investimento na obra, totalizando R$ 3.372.050, sendo R$ 2.131.050 em obras civis e R$ 1.291.000 em equipamentos. “Trouxe os valores para que vocês, de maneira transparente, saibam o quanto foi investido na construção do Hospital de 20 leitos, que é de todos vocês”, afirmou.

Foto_5_It..[1]O subsecretário de Saúde, José Márcio Leite, representando o secretário Ricardo Murad, ressaltou que a “Caravana da Saúde” tem levado assistência a crianças, jovens e adultos. “O Governo Roseana entregou mais um hospital de qualidade para a população.

Foto_6_Governadora_em_presidente_vargas_foto_Geraldo_Furtado[1]Para a prefeita Ana Rodrigues, esse hospital era um sonho da população de Presidente Vargas e, além da governadora Roseana nos dar esse presente, o Itinerante ainda trouxe a unidade móvel do Viva Cidadão, oficinas em diversas áreas e mutirão de atendimento médico. A população só ganhou com essas ações.

Acompanharam a governadora Roseana, nesta etapa, secretários: Clodomir Paz; Fernando Fialho; Luiza Oliveira; José Costa; Fábio Gondim; Claudett Ribeiro; Rodrigo Comerciário; coronel José Ribamar Vieira; além de secretários adjuntos e dos deputados Magno Bacelar, César Pires e Fábio Braga.

Governo Itinerante

Iniciado no dia 8 de abril, o Programa Governo Itinerante já levou ações aos municípios de Bernardo do Mearim, Lima Campos, Lago do Junco, Lago dos Rodrigues, Timbiras, Aldeias Altas, Presidente Dutra, Graça Aranha, Tufilândia e Olho d’Água das Cunhãs. Nesta terça-feira (30), as ações do Itinerante serão levadas para os municípios de Vargem Grande e Nina Rodrigues.

Governo do Estado inaugura Ginásio Poliesportivo na Escola Barbosa de Godóis‏

O Ginásio Poliesportivo da Barrigudeira, nome que homenageia uma das mais antigas árvores de São Luís, será entregue, nesta terça-feira (30), pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Sedel). A solenidade de inauguração da praça esportiva será feita pelo secretário de Estado de Esporte e Lazer, Joaquim Haickel.

A Escola que é referência esportiva na modalidade handebol, não possuía um ginásio equipado para treinos e atividades físicas dos alunos e com o ginásio pronto poderão desfrutar de um espaço com 585 m², com demarcações para atividades de handebol, futsal, basquete e vôlei incluindo redes, traves metálicas e placas com aro de basquete o que fortalecerá os treinos, as práticas esportivas e o desenvolvimento esportivo social.

A solenidade contará com a presença dos alunos da escola, além de diretores e professores, comunidade local, autoridades estaduais e representantes da Cemar patrocinadora do projeto através da Lei de Incentivo ao Esporte.

Secretário de Holanda Junior abandona audiência e Câmara?

Postado por Caio Hostilio em 29/abr/2013 - 3 Comentários

Para disfarçar sua incompetência e falta de conhecimento, o secretário de forma arrogante (deve ter aprendido com Flávio Dino) abandona a audiência pública e, ainda, diz que vereadores são desconhecedores e não sabem debater. Ora bolas!!! Por que correu, cara pálida?

fabio camaraA Câmara Municipal de São Luís (CMSL) promoveu uma audiência pública nesta segunda-feira (29) para discutir a problemática da coleta e acondicionamento dos resíduos sólidos na capital maranhense. O secretário Municipal de Obras e Serviços Públicos, José Ribamar Silveira, até foi à Casa de Leis, mas abandonou o evento sem participar da discussão, alegando que iria “tapar buraco”.

A atitude de Silveira revoltou o líder da oposição, vereador Fábio Câmara (PMDB), que estuda uma forma de acionar o auxiliar do prefeito na Justiça por crime de responsabilidade. “Gostaria que o secretário tivesse a mesma capacidade que esta Casa tem para dialogar. Uma audiência pública é para ouvir a população. O secretário se negou ao debate, demonstrando a arrogância do governo Edivaldo para com a população ludovicense”, criticou Câmara.

Para o peemedebista, a forma como o secretário deixou a audiência pública fez diminuir o papel que o Parlamento tem em relação ao Executivo.

Durante um breve pronunciamento na tribuna da Casa, o vereador Fábio Câmara, pediu aos colegas para resgatar o respeito do Parlamento diante à sociedade, que não acredita mais em sua representatividade.

Por ter abandonado a audiência, vários assuntos que envolvem resíduos sólidos, ficaram sem respostas claras do secretário, demonstrando total despreparo do titular da pasta.

“Além de despreparado, o secretário é covarde. Eu gostaria que ele estivesse presente para fazer alguns questionamentos”, afirmou o parlamentar.

De acordo com o Fábio Câmara, o secretário se mostrou muito bravo, irritado e chegou até a chamá-lo de burro e mentiroso durante uma entrevista cedida a uma das nossas emissoras de rádio.

Outro questionamento feito pelo vereador do PMDB foi com relação à A Lei 12.305/2010 trás em seu conteúdo uma exigência que, se não for cumprida, impede a prefeitura de receber recursos para o setor.

“Como o secretário falou que o vereador Fábio Câmara não sabe de nada. Então o que me resta é perguntar para quem sabe, no caso o próprio Silveira: a sua secretaria já cumpriu essa meta? E o Art. 18 do Plano municipal de gestão integrada de resíduos sólidos. Onde está? Como foi elaborado? E as audiências públicas?”, completou os questionamentos.

Ao concluir a sua participação na audiência pública, Fábio Câmara falou sobre a logística reversa como política pública. Ele questionou qual a destinação dada hoje para o que pode ser chamado de lixo especial e lixo perigoso?

“Como se dá a coleta dos resíduos produzidos nos aeroportos? Há uma gripe que está assustando toda a Ásia – China, Japão, Coréia, Tailândia, etc – e esses países estão aqui no nosso quintal, bem no porto do Itaqui. Quem gerencia esse lixo? O Porto e o aeroporto são internacionais, a administração é estadual, mas o lixo e os seus contaminantes ficam é para o município e para os seus moradores”, lembrou o parlamentar o concluir sua participação no evento. 

Raimundo Cutrim é autor de dois requerimentos sobre a agiotagem…

Postado por Caio Hostilio em 29/abr/2013 - 1 Comentário

cutrimdetonaO deputado Raimundo Cutrim (PSD) não economizou palavras e documentos para demonstrar toda sua indignação com PGJ e até ao próprio TJMA. Ele utilizou o tempo total do partido e o grande expediente, totalizando 50 minutos.

O deputado, através dos documentos apresentados, mostrou que quer uma apuração rigorosa com a relação do seu nome com o assassinato do jornalista Décio Sá e sobre a grilagem de terras em Paço do Lumiar.

Para Raimundo Cutrim, quem levou o desembargador Guerreiro Junior a desarquivar o processo de pedido de investigação pela Secretaria de Segurança Pública foi a imprensa. “A imprensa é forte e pode se considerar como o quarto poder”, disse Cutrim. 

Segundo o deputado, a Procuradora Geral de Justiça, Regina Rocha, tem sido parcial em todos os processos relacionados ao seu nome.

Diante de tudo isso, o deputado Cutrim ingressou com dois requerimentos. Num requerimento, Cutrim pede a abertura de uma CPI para apurar a agiotam, cujo requerimento já tem seis assinaturas, mas são necessárias 14. No outro, uma abertura de investigação no Conselho de Ética da AL, contra ele mesmo por falta de decoro.  

 comissão ética

pedido de cpi

lista

 

Não subestimem os “goianos”!!! A central de grampos de Marconi Perillo

Postado por Caio Hostilio em 29/abr/2013 - 2 Comentários

Carta Capital

pirillobundãoOs elos entre o governador tucano de Goiás e um hacker contratado para grampear e invadir computadores de políticos e jornalistas. Nem aliados foram poupados da espionagem

Reportagem de capa de CartaCapital desta semana, assinada por Leandro Fortes, revela como um jovem estudante de Medicina prestou serviços como hacker a pessoas ligadas ao governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB).

Por meio de dois jornalistas e dois integrantes do primeiro escalão da administração goiana, ele operou entre 2011 e 2012 – época em que Perillo foi investigado na Operação Monte Carlo, da Polícia Federal – uma rede ilegal de grampos telefônicos em favor do tucano. O hacker tinha como missão invadir contas de adversários – e até aliados – do governador por meio de perfis falsos na internet.

O contato era feito por um casal de radialistas de Goiânia, Luiz Gama e Eni Aquino. Os pagamentos, mostra a reportagem, tinham como fontes o jornalista José Luiz Bittencourt, ex-presidente da Agência Goiana de Comunicação, e Sérgio Cardoso, cunhado de Perillo e atual secretário de Articulação Política no estado.

O esquema é investigado pelo Ministério Público Federal.

Mr. Magoo, o simpático personagem de desenho animado criado nos Estados Unidos em 1949, é um velhote que se mete em enormes confusões por ser praticamente cego. E aparece aqui neste texto na cota de humor de um enredo de espionagem e ilegalidades desenhado e comandado de gabinetes do Palácio das Esmeraldas, sede do governo de Goiás, e sob as ordens do governador Marconi Perillo. “Mr. Magoo” é o codinome de um hacker, cuja identidade está prestes a ser desvendada pelo Ministério Público Federal, contratado para operar uma rede ilegal de grampos telefônicos, criar perfis falsos na internet e invadir a privacidade de dezenas de adversários e até de aliados de Perillo. O contato com o hacker era intermediado por um casal de radialistas de Goiânia, Luiz Gama e Eni Aquino.

Em 2011 e 2012, “Mr. Magoo”, dono de uma “visão cibernética” invejável, ao contrário do personagem do desenho, serviu ao esquema com grande eficiência. A partir das encomendas de Gama e Aquino por e-mails e mensagens diretas via Twitter, o hacker montou um fenomenal arquivo de informações retiradas de computadores invadidos e telefones celulares grampeados. Pelos serviços, recebia entre 500 e 7 mil reais, a depender da complexidade do trabalho e do alvo em questão. O dinheiro saía de duas fontes antes de passar pela mão do casal de radialistas, segundo documentos obtidos por CartaCapital. No início, o responsável pelos pagamentos era o jornalista José Luiz Bittencourt, ex-presidente da Agência Goiana de Comunicação. Na fase seguinte, a operação passou a ser de responsabilidade de Sérgio Cardoso, cunhado de Perillo, atual secretário estadual extraordinário de Articulação Política.

Além da participação do governador e de assessores diretos no esquema de grampo e invasão de perfis na rede mundial de computadores, as trocas de mensagens dos radialistas com “Mr. Magoo” revelam que o governo de Goiás teria se utilizado de hackers oriundos de São Paulo e Minas Gerais. O radialista sustenta ainda que parte desse serviço importado chegou ao estado por meio de um contrato firmado com a SMP&B, agência de publicidade que pertenceu a Marcos Valério de Souza, figura central dos escândalos dos “mensalões” do PT e do PSDB.

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog