Arquivo de novembro de 2017

Enfermeiros emitem nota sobre as mazelas, corrupções e repudiam o Sistema de Saúde do Estado

Postado por Caio Hostilio em 17/nov/2017 - Sem Comentários

Aí está o parecer de quem vive as arbitrariedades cometidas pelo governo comunista de araque. Os enfermeiros concursados mostram toda a mazela existente no sistema de saúde do Estado, além de repudiarem a corrupção que é corrente nas unidades hospitalares e a forma desumana a que são submetidos, pois são desrespeitados profissionalmente. Vale ressaltar que uma unidade hospitalar tem como baluartes o corpo de enfermeiros. Sem eles não existem um trabalho eficiente nas enfermarias e leitos de UTI… É preciso respeitá-los.

Fiquem com a nota abaixo:

FALTA DE CUMPRIMENTO DO PISO SALARIAL E OUTRAS IRREGULARIDADE NAS INSTITUIÇÕES DE SAÚDE DO ESTADO DO MARANHÃO GERA REVOLTA DOS ENFERMEIROS ADMITIDOS VIA SELETIVO FUNCAB/2015.

ESTÁ NA HORA DA SOCIEDADE SABER COMO SÃO TRATADOS PELA SES OS TRABALHADORES QUE CARREGAM CONSIGO A RESPONSABILIDADE DE ZELAR PELA VIDA DAS PESSOAS –  ENFERMEIROS DO MARANHÃO

Diante dessa máfia de apadrinhamentos, mais de 400 funcionários fantasmas, desvios exorbitantes e super salário de enfermeira chegando a quase catorze mil por mês, nos deparamos com a revolta dos enfermeiros seletivados no Maranhão. Eles estão ganhando um salário inferior ao piso salarial dos enfermeiros de 36 horas semanais, uma vez que, existe uma convenção trabalhista em que no acordo é para ser pago um valor que gira em torno de 3.200,00, eles estão recebendo entre 1800,00 a 2000,00 esses enfermeiros foram selecionados através de provas e títulos e desde que assumiram seus cargos se indignaram com tamanho desrespeito: o não cumprimento do acordo salarial de classe (sendo que no edital do seletivo eles descrevem muito claramente que vão observar tais acordos em uma das cláusulas). Discriminação entre os enfermeiros não seletivados, visto que, os demais ganhão um salário de 3.200,00, sendo isso inconstitucional, em uma mesma instituição com mesma classe de trabalhadores haver diferenças salariais.

Além disso, o SEEMA (Sindicato dos Enfermeiros do Maranhão) foi acionado e tomou providências cabíveis, porém sem retorno positivo, o que houve foram apenas promessas da parte da empresa que o contrataram, na verdade não deram nem previsão da regularidade do salário deles.

Para resolver essa situação o sindicato e os trabalhadores tinham 3 caminhos:

O sindicato buscaria solução pela via dialética, o que foi feito, mas sem sucesso;

O sindicato deveria judicializar uma ação pelo não cumprimento do piso, que também já foi feito e estão no aguardo da decisão judicial;

Os trabalhadores se organizarem para uma possível paralisação;

Quando o sindicato instigou a empresa contratante dos enfermeiros eles até enviaram um documento descrevendo que se ia regularizar a situação desses trabalhadores, mas isso não saiu do papel como podem ver em tal documento. Ou seja, estão brincando com os direitos trabalhistas de uma classe que cuida tão bem de vidas.

Como se não fosse o bastante, nos locais onde esses enfermeiros atuam está faltando outros profissionais de enfermagem – os técnicos de enfermagem, a empresa alega que não pode contratar tais funcionários, o motivo não se sabe, ou será se os funcionários fantasmas não estão ocupando essas vagas no lugar onde era para ter uma mãe ou pai de família levando seu árduo trabalho de enfermagem? . Consequentemente, os enfermeiros já com sua jornada de 36 horas estão trabalhando agora muito mais, pois agora estão com a responsabilidade de fazer a função dos técnicos de enfermagem, já que é lucro para empresa contratar enfermeiros e remunerar com um valor de metade do salário que se deveria pagar. Agrava-se a isso o fato de está faltando recursos materiais nos estabelecimentos de saúde, como respiradores, monitores cardíacos, medicamentos e outros.   E esses dias têm que ainda engolir essa de enfermeira apadrinhada ganhar sete vezes o valor dos enfermeiros selecionados por provas.

Pedimos urgentemente providências aos nossos defensores legais para que tal fato seja regularizado o mais rápido possível.

Marcial Lima realiza audiência sobre transporte e segurança

Postado por Caio Hostilio em 17/nov/2017 - Sem Comentários

No próximo dia 24, o vereador Marcial Lima (PEN) promoverá mais uma audiência pública na Câmara Municipal de São Luís. Desta vez, o tema em discussão será o transporte e a segurança nos bairros da Cohab, Cohatrac e adjacências. A audiência está marcada para começar às 10h e deverá contar com a participação de representantes da Secretaria de Estado de Segurança Pública, Polícia Militar, Polícia Civil, da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes, OAB, Ministério Público e Guarda Municipal.

De acordo com o vereador Marcial Lima, o objetivo é discutir soluções para os temas em questão. Na região da Cohab e Cohatrac, um dos problemas é o transporte no que diz respeito à situação de ruas e avenidas e à organização do trânsito, onde é necessário a instalação de semáforos para facilitar o tráfego na região.

Em relação à segurança, o principal ponto de discussão é sobre o 20º Batalhão da Polícia Militar, criado recentemente pelo governo do Estado. “O funcionamento do Batalhão do Cohatrac está em pauta. Ele foi criado no fim de setembro pelo governo do Estado, só que o batalhão não tem infraestrutura, é carente, não tem sala. Ele era uma companhia que virou batalhão. Então, vamos discutir esse assunto”, afirmou o vereador do PEN.

A audiência sobre o transporte e segurança  nos bairros da Cohab e Cohatrac integra o Fórum Permanente de Discussão, ação idealizada pelo vereador Marcial Lima para aproximar o debate entre a população e o Poder Legislativo. As discussões ocorrem em vários bairros de São Luís.

Hildo Rocha integra diretoria da Frente Parlamentar da Odontologia

Postado por Caio Hostilio em 17/nov/2017 - Sem Comentários

Lançada na semana passada, a Frente Parlamentar da Odontologia com a participação de 389 deputados, irá desenvolver ações em conjunto com o Conselho Federal da categoria. O deputado Hildo Rocha, que é membro fundador e integrante da diretoria do colegiado disse que existem muitas ações a serem desenvolvidas com o objetivo de proporcionar maior abrangência das políticas de saúde bucal. “Um bom exemplo é o Projeto de Lei 8131/17que institui a Política Nacional de Saúde Bucal no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), matéria que foi aprovada pela Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara”, destacou o deputado.

De acordo com Hildo Rocha, a criação da frente irá dar celeridade aos debates de inúmeras pautas da odontologia que estão paradas. “Existem muitos projetos importantes que precisam ser apreciados. Com a instalação da Frente teremos mais condições de colocar os temas em discussão, teremos mais força política para que alguns dos projetos em tramitação venham a se transformar em leis que certamente irão beneficiar a população brasileira de ponta a ponta do nosso país”, declarou.

Iniciativa bem recebida

O presidente do Conselho Federal de Odontologia, Juliano do Vale, disse que a instalação do colegiado significa o surgimento de um canal de comunicação com os parlamentares para que a odontologia tenha voz mais ativa no Congresso Nacional.

Canalhice? Governo Flávio Dino quer culpar a gestão anterior por suas corrupções…

Postado por Caio Hostilio em 17/nov/2017 - Sem Comentários

Uma atitude ridícula!!! Tentar passar para opinião pública que as corrupções da atual gestão com recursos da saúde são de responsabilidade da gestão anterior é subestimar a inteligência alheia.

Para desfazer essa “canalhice” basta fazer alguns questionamentos:

Dos presos pela Polícia Federal, ontem (16), tem alguém da gestão anterior? Não!!!

Uma das chefonas presas, Rosangela Curado, fez parte da gestão anterior? Não!!! Rosangela Curado é do PDT e foi escolhida pelo governador Flávio Dino para integrar a direção da SES.

Dos 424 servidores fantasmas tem alguém da gestão anterior? Não!!! São miquinhos amestrados do comunismo de araque que se instalou no Maranhão…

Por que a gestão comunista de araque deixou seus cupinchas usar e abusar do dinheiro público nesses três anos de gestão? Cadê as fiscalizações, os controles?

Como se ver, o comunismo de araque quer encontrar um bode expiatório para assumir as suas falcatruas e corrupções…

Achar que os maranhenses são idiotas e imbecis é acreditar que o comunismo de araque cumpriu com suas promessas mirabolantes e as mudanças!!!

Para por fim nesse factóide basta assistir ao vídeo abaixo, cuja delegada da Polícia Federal diz que todos os chefões sabiam das falcatruas praticadas na SES:

Enquanto uma quadrilha surrupia R$ 18 milhões da saúde, a Hemomar passa a pão e água… Vergonha!!!

Postado por Caio Hostilio em 17/nov/2017 - Sem Comentários

Diante da denúncia abaixo, verifica-se que o desvio do dinheiro da saúde público do Estado do Maranhão vem deixando um rastro de destruição do serviço a ser prestado e desrespeito aos pacientes, que pagam seus impostos, além dos funcionários, pois cortaram todo tipo de alimentação, não pagam fornecedores e contratam mão de obra desqualificada… Um absurdo que o Ministério Público por se agachar as vontades da gestão Flávio Dino se cala… Que a CGU e o Ministério Público Federal tomem as providências cabíveis.

Boa tarde, Caio!

Deixa te falar o que está acontecendo Hemomar … Que não está tendo almoço nem aos pacientes que vem do interior e nem aos funcionários que estão de serviço diurno…  Por falta de pagamento da Emserh… Primeiro foi o café que tiraram porque não pagaram também. Agora o almoço por não pagarem… Isso fora a falta dos kits de exames…

Esse foi o aviso que colocaram lá no mural na porta do refeitório.

Tiraram os nossos plantões noturnos, colocando funcionários desabilitados para trabalhar nos setores, porque é a Emserh que atualmente manda na saúde.

Com isso vamos perder R$ 470 reais, fora mil outras coisas erradas, pois não estão pagando fornecedores.

Um caos!!! .

Associação de PMs repudia a forma desrespeitosa do comandante do 19º BPM a uma cabo…

Postado por Caio Hostilio em 16/nov/2017 - Sem Comentários

A  Associação dos Policiais Militares do Médio Mearim, em nota, conforme abaixo, repudia veementemente a forma desrespeitosa que o Comandante do 19º BPM se dirigiu a uma Cabo do 15º BPM, que apenas estava solicitando sua transferência do 15º para 19º. Segundo a nota do repúdio, o comandante se dirigiu a cabo com palavras e gestos discriminatórios… Que esse fato seja apurado pelo Comando Geral da PMMA, pois fere todos os princípios dos direitos e deveres de um policial militar, além de ir de encontro ao respeito a uma cidadã que presta os serviços honrados da PMMA.

Falcatrua de R$ 18 milhões na SES na gestão Flávio Dino: Ninguém sabia ou fizeram o jogo do faz de conta?

Postado por Caio Hostilio em 16/nov/2017 - Sem Comentários

Ora bolas!!! Então, os chefões do governo comunista de araque são bobinhos, pois não enxergaram que seus cupinchas estavam metendo a mão no jarro desde o início da gestão, cujos desvios chegam a mais de R$ 18 milhões?

Quer dizer que as auditórias internas e o setor jurídico da SES também passaram despercebidos de toda essa corrupção com o dinheiro público e que por isso não podiam informar nada, nadica de nada, aos chefões comunistas de araque?

Ninguém dentro da Secretaria de Saúde do Estado sabia que mais de 400 pessoas (cupinchas que recebiam sem trabalhar) estavam incluídos na folha de pagamento?

Que diabo de gestão é essa que não tem organização, planejamento e controle?

Ai a Policia Federal prendeu uma quantidade grande de cupinchas, que seriam a quadrilha da SES, sem que os chefões soubessem de nada?

Muito, mais muito mesmo, a forma de administrar e controlar pelos comunistas de araque!!!

Fiquem com a lista dos presos pela Polícia Federal, abaixo:

Antônio José Matos Nogueira

Chisleane Gomes Marques

Mariano de Castro Silva

Luiz Marques Barbosa Júnior

Rosângela Aparecida da Silva Barros (Rosângela Curado)

Antonio Augusto Silva Aragão

Benedito Silva Carvalho

Flávia Geórgia Borges Gomes

Ideide Lopes de Azevedo Silva

Marcus Eduardo Alves Batista

Miguel Marconi Duailibe Gomes

Osias de Oliveira Santos Filho

Paulo Guilherme Silva Curado

Péricles Silva Filho

Waldeney Francisco Saraiva

Warlei Alves do Nascimento

Karina Mônica Braga Aguiar

Quer dizer que toda essa gente agiu por conta própria e sem ser fiscalizadas?

Que história da carochinha mais mirabolante!!!

Transparência de araque assim como o comunismo!!! PF fala em R$ 18 milhões desviados na gestão Flávio Dino

Postado por Caio Hostilio em 16/nov/2017 - 1 Comentário

Alardearam uma secretaria da transparência, que até agora só serviu para perseguir os adversários políticos do todo “poderoso” Flávio Dino, isso gastando o dinheiro do contribuinte.

Mas quando se trata de investigar as falcatruas, as improbidades, os roubos e as corrupções do governo Flávio Dino essa sugadora do dinheiro do contribuinte: Secretaria da Transparência faz vistas grossas… É muita patacoada com o dinheiro público!!!

Agora, a Polícia Federal revela que R$ 18 milhões em recursos da saúde foram desviados, de forma corrupta, desde o início do governo Flávio Dino, ou seja, iniciou-se em 2015.

Para completar, a Polícia Federal saiu prendendo os cupinchas de  Flávio Dino e ainda revelou que 424 pessoas estavam mamando nas tetas do dinheiro público, enquanto a saúde oferecida se definha a cada dia.

A coisa é tão braba, que a ex-secretária adjunta de saúde, Rosângela Curado, foi presa…

Aí estão as verdades do governo comunista de araque!!!

Tudo como antes no Quartel de Abrantes!!! Operação Pegadores – Polícia Federal no Maranhão

Postado por Caio Hostilio em 16/nov/2017 - 1 Comentário

PF deflagra a 5ª fase da Operação Sermão aos Peixes, com foco em desvios de verbas em contratos na área da saúde

São Luiz/MA – A Polícia Federal deflagrou nesta manhã,16/11, a Operação PEGADORES, que apura indícios de desvios de recursos públicos federais por meio de fraudes na contratação e pagamento de pessoal, em Contratos de Gestão e Termos de Parceria firmados pelo Governo do Estado do Maranhão na área da saúde.

A operação conta com o apoio do Ministério Público Federal, do Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU) e da Receita Federal do Brasil.

Cerca de 130 policiais Federais cumprem 45 mandados judiciais, expedidos pela Juíza Federal Paula Souza Moraes da 1ª Vara Criminal Federal da Seção Judiciária do Maranhão. Estão sendo cumpridos 17 mandados de prisão temporária e 28 mandados de busca e apreensão em São Luís/MA, Imperatriz/MA, Amarante/MA e Teresina/PI, além do bloqueio judicial e sequestro de bens no total de R$18.000.000,00.

Durante as investigações conduzidas na Operação Sermão aos Peixes, em 2015, foram coletados diversos indícios de que servidores públicos, que exerciam funções de comando na Secretaria de Estado da Saúde naquele ano montaram um esquema de desvio de verbas e fraudes na contratação e pagamento de pessoal.

As investigações indicaram a existência de cerca de 400 pessoas que teriam sido incluídas indevidamente nas folhas de pagamentos dos hospitais estaduais, sem que prestassem qualquer tipo de serviços às unidades hospitalares. Os beneficiários do esquema seriam familiares e pessoas próximas a gestores públicos e de diretores das organizações sociais.

O montante dos recursos públicos federais desviados por meio de tais fraudes supera a quantia de R$ 18.000.000,00. Contudo o dano aos cofres públicos pode ser ainda maior, pois os desvios continuaram a ser praticados mesmo após a deflagração de diversas outras fases da Operação Sermão aos Peixes.
Foi detectado também que uma empresa registrada como sendo uma sorveteria passou por um processo de transformação jurídica e se tornou, da noite para o dia, em uma empresa especializada na gestão de serviços médicos. Essa empresa foi utilizada para a emissão de notas fiscais frias, que teriam permitido o desvio de R$ 1.254.409,37.

Os investigados responderão na medida de suas participações pelos crimes de peculato, corrupção ativa, corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa, dentre outros.

Após os procedimentos legais, os investigados serão encaminhados ao sistema penitenciário estadual, onde permanecerão à disposição da justiça federal.

NOME DA OPERAÇÃO

O nome da Operação é uma referência a um trecho do Sermão do Padre Antônio Vieira (1654), que ficou conhecido como o “Sermão aos Peixes”, no qual o Padre toma vários peixes como símbolos dos vícios e corrupção da sociedade. Um dos peixes ele chamou de PEGADOR: referência aos vícios do oportunismo: “vivem na dependência dos grandes, morrem com eles”.

Durante a investigação, restou comprovado a prática habitual de desvio de verbas para o pagamento a “apadrinhados” políticos: pessoas que recebem dinheiro público sem a devida contraprestação laboral, ou seja, atuando como “pegadores”, na visão do Sermão, já que recebiam tais benesses em razão da influência de pessoas importantes na política local, como já alertava o Padre Antonio Vieira no Sermão aos Peixes.

RELEMBRANDO

A primeira fase da Operação Sermão ao Peixes foi deflagrada em 16 de novembro de 2015, quando foram cumpridos mais de 60 mandados judiciais e presos os gestores da duas principais entidades responsáveis pela terceirização do sistema de saúde à época, a Organização Social INSTITUTO CIDADANIA E NATUREZA – ICN e a Organização da Sociedade Civil de Interesse Público BEM VIVER ASSOCIAÇÃO TOCANTINA PARA O DESENVOLVIMENTO DA SAÚDE.

As segunda e terceira fases foram deflagradas simultaneamente em 06 de outubro de 2016, e resultaram na Operação ABSCONDITO, que apurou o embaraço a investigação criminal decorrente do vazamento da operação Sermão aos Peixes, e na Operação VOADORES, que apurou o desvio de R$ 36.000.000,00 (trinta e seis milhões de reais) que haviam sido sacados diretamente das contas dos hospitais por meio de cheques de pequeno valor.

A quarta fase foi batizada de Operação RÊMORA e foi deflagrada no dia 02 de junho de 2017, quando foram presos em flagrante os gestores da Organização Social Instituto de Desenvolvimento e Apoio à Cidadania – IDAC, que estavam desviado recursos públicos mediantes saques de grandes quantias em espécie na “boca do caixa”.

Que o MPMA continue com as investigações!!! Prefeito de Matões do Norte é acionado por improbidade administrativa

Postado por Caio Hostilio em 16/nov/2017 - Sem Comentários

Boa tarde amigo Caio

Sou de Matões do Norte. Precisamos da sua ajuda. Estamos vivendo no estado de calamidade. Vamos fazer uma denúncia contra prefeito. Superfaturamento de salários e salários atrasados de quem trabalha. Numa cidade de16 mil habitante quanto custa gabinete do prefeito? O ROMBO NA FOLHA DE PAGAMENTO DO GABINETE DO PREFEITO PADRE DOMINGOS. R$ 221.833,50 Comparando à Cantanhede – MA, PADRE DOMINGOS causa um ROMBO de 3 VEZES mais o valor da folha de pagamento dos tais funcionários do seu gabinete. Mais de DUZENTOS E VINTE MIL REAIS é o que ele diz pagar aos tais funcionários, AGORA EU NÃO SEI QUEM SÃO ESSES FUNCIONÁRIOS QUE ELE TEM NO GABINETE PRA DAR ESSA GRANA TODA. Esse dinheiro daria pra pagar mais de 200 pessoas com um salário de R$ 1.000,00 (mil reais) cada uma. POLITICAGEM DESAFIA O DOMINGÃO A VIM SE EXPLICAR, DIZ AÍ PREFEITO OSTENTAÇÃO? Enquanto isso a educação está três meses de salário atrasado.

Domingos Correa contratou motoristas e alugou veículos sem licitação

A contratação de motoristas e o aluguel de veículos sem procedimentos licitatórios pelo Município de Matões do Norte levaram o Ministério Público do Maranhão (MPMA) a solicitar, no dia 1º de novembro, a indisponibilidade dos bens e o afastamento do prefeito de Matões do Norte, Domingos Costa Correa.

Feitos em Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa, os pedidos foram formulados pelo titular da Promotoria de Justiça de Cantanhede, Tiago Carvalho Rohrr, com base na Notícia de Fato nº 11/2007. Matões do Norte é termo judiciário de Cantanhede.

A ACP foi ajuizada após quatro motoristas denunciarem ao MPMA que foram contratados verbalmente pelo prefeito para prestar serviços à Prefeitura de Matões do Norte. Além disso, os profissionais colocaram seus veículos à disposição do Município, por valores mensais que variavam entre R$ 5 mil e R$ 7 mil. Entretanto, o prefeito Domingos Correa não pagou pelos serviços e veículos.

INVESTIGAÇÕES

Foi apurado que outros 15 motoristas também haviam sido contratados da mesma forma. Também foi constatada a existência de um contrato verbal para aluguel de uma máquina pesada para o Município.

Durante as apurações, o prefeito negou os fatos, mas o secretário municipal de Infraestrutura, Ariston Barbosa Carvalho, confirmou que as contratações foram realizadas sem licitação prévia. Carvalho também afirmou que os motoristas que denunciaram as irregularidades de fato prestaram serviços e locaram seus veículos ao Município.

Encaminhado pelo Município, um procedimento licitatório para locação de veículos em virtude do Programa Nacional de Transporte Escolar foi aberto somente em junho de 2017, após as contratações verbais, que ocorreram no primeiro semestre do mesmo ano. “As locações foram realizadas sem qualquer procedimento formal e tampouco contrato”, enfatiza o promotor de justiça.

Ainda de acordo com o representante do MPMA, além da falta de procedimentos licitatórios, problemas na condução de licitações pelo prefeito Domingos Correa também são frequentes. “A Promotoria já requereu a suspensão de vários procedimentos licitatórios em decorrência de várias irregularidades, entre elas, a restrição à competitividade”, conta.

PEDIDOS

Além do afastamento e a indisponibilidade de bens de Domingos Correa até o limite de 100 vezes sua remuneração, o Ministério Público pede que, ao final do processo, ele seja condenado às penas previstas na Lei de Improbidade Administrativa (Lei nº 8.429, de 2 de junho de 1992).

As penas incluem a perda da função pública, ressarcimento integral dos danos, perda dos bens ou valores acrescidos ilicitamente ao patrimônio. Entre as penalidades estão a suspensão dos direitos políticos de cinco a oito anos

Também estão entre as punições o pagamento de multa civil de até duas vezes o valor do dano e a proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais e/ou creditícios, direta ou indiretamente, mesmo que por meio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de cinco anos.

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog