Arquivo de julho de 2017

Ministro da Saúde anuncia investimentos na atenção à saúde básica em reunião com prefeitos

Postado por Caio Hostilio em 31/jul/2017 - Sem Comentários

O prefeito Edivaldo participou, na manhã desta segunda-feira (31), de reunião com o ministro da Saúde, Ricardo Barros, no auditório da Fiema. Durante o evento, que contou com a presença do governador Flávio Dino, o ministro anunciou recursos da ordem de R$ 21 milhões destinados a serviços na área da atenção básica de saúde, que serão aplicados em 84 municípios maranhenses. Parte do investimento será aplicada em São Luís, como aporte para melhoria e expansão do atendimento primário prestado nas unidades básicas de saúde da capital maranhense.

“Melhorar a atenção básica na saúde tem sido uma de nossas grandes prioridades. Desde o início da gestão, já reformamos e entregamos à população dezenas de unidades básicas, com o objetivo de ampliar o acesso das comunidades aos serviço essenciais nessa área. Os recursos anunciados pelo ministro da Saúde destinados a São Luís contribuirão para ampliarmos ainda mais o atendimento primário à nossa população”, afirmou o prefeito Edivaldo.

Entre as autoridades presente no encontro, coordenado pela bancada maranhense na Câmara Federal, estavam ainda o vice-governador Carlos Brandão, o vice-prefeito Júlio Pinheiro, os secretários municipal e estadual de Saúde, Lula Fylho e Carlos Lula, respectivamente; o senador Edson Lobão; os deputados federais André Fufuca, José Reinaldo Tavares, Júnior Marreca e Juscelino Filho; o presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão, Cleomar Tema, entre outras autoridades estaduais e municipais.

Na reunião, o ministro da Saúde, Ricardo Barros, apresentou as ações, projetos e programas desenvolvidos hoje pelo Governo Federal, na área da Saúde, pontuando a atual conjuntura de investimentos no setor. “Com esse investimento, nosso objetivo é otimizar os serviços básicos de saúde em todo o pais, dando atenção especial às ações desenvolvidas pela Estratégia Saúde da Família, para ampliarmos o atendimento principalmente nessa área e melhorarmos a gestão dessas ações em todos os municípios contemplados”, observou o ministro Ricardo Barros.

No encontro, os prefeitos e gestores municipais de Saúde participantes do evento também apresentaram ao ministro os pleitos mais prementes de suas cidades e destacaram propostas para soluções dos problemas na área, relativos principalmente às ações executadas com recursos federais.

“Os recursos destinados pelo governo federal reforçarão nossa política de atenção básica na saúde da capital. Vamos trabalhar para promover ainda mais melhorias nesse setor, todas alicerçadas no propósito de reforçar a qualidade dos serviços, ampliar a acessibilidade aos cuidados de saúde e aumentar a satisfação de usuários e profissionais. Temos também como meta melhorar e atualizar a nossa frota de ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel, para que esse serviço possa ajudar não apenas na agilidade do atendimento à população, mas que possa também ajudar na distribuição e divisão do atendimento na própria rede municipal de saúde”, destacou o secretário municipal de Saúde, Lula Fylho.

O secretário destacou ainda as melhorias realizadas nas unidades de saúde básica, que receberam reformas, serviços de ampliações e construções para garantir mais qualidade nos serviços oferecidos aos usuários da Rede Municipal de Saúde. Para isso, a Prefeitura de São Luís vem realizando investimentos que contemplam desde ações estruturais e aquisição de material e equipamentos até a garantia de espaços mais humanizados para a atuação do profissional e acolhimento dos pacientes. As ações visam promover o reaparelhamento da rede de atenção básica e das unidades de referência para oferecer ao paciente melhor estrutura e mais acesso aos serviços.

Andrea Murad diz que entristece ter que denunciar para transferir pacientes

Postado por Caio Hostilio em 31/jul/2017 - Sem Comentários

Por Andrea Murad (Facebook)

Na última quinta fui visitar a UPA da Cidade Operária, pois há algum tempo recebo denúncias de pacientes, muitos idosos, que ficam internados por vários dias na Sala de Medicação, sentados à espera de transferência. Vi o caso do senhor Diniz, de 74 anos, que teve uma trombose, instalado em uma cadeira há 10 dias.

Vi de perto a agonia e a tristeza do Sr. Davi, que muito emocionado conversou comigo me explicando que sofreu um infarto e estava há 9 dias da mesma forma, em uma poltrona aguardando leito. Vários pacientes na mesma situação me chamaram para pedir ajuda, para que eu intercedesse.

Upa é Unidade de Pronto Atendimento, não é para paciente correndo risco de vida ficar acomodado em poltrona. Isso é um desrespeito.

O que posso fazer como deputada de oposição é denunciar e cobrar. Assim o fiz. Soube ontem que foi feita a transferência do senhor Davi para o Macieira e o Sr. Diniz foi colocado em um leito da ala amarela da Upa, o que não é o ideal, pois ele precisa ir para um hospital e talvez precise até de uma UTI.

Mas pelo menos após denunciarmos tiraram o paciente da poltrona e o colocaram em um leito. Ao mesmo tempo que fico feliz pela transferência de um paciente e pela colocação de outro paciente ao menos deitado, me entristece saber que temos que denunciar para que tomem uma providência, por receio de escândalos.

Esses foram os pacientes que mencionei na denúncia, mas existem milhares de casos que não são denunciados e as pessoas continuam na mesma e espero sinceramente que o secretário Carlos Lula tome as providências devidas.

E mais, que olhe para as demais UPA’s que se encontram com o mesmo problema, alojando pacientes graves de forma inadequada, revelando na verdade a ineficiente Central de Regulação conduzida pela atual gestão.

De qualquer forma irei denunciar os vários casos que constatei para o Ministério Público e para o CRM, pois casos assim não podem continuar. Basta se colocar no lugar do paciente ou do próprio familiar para sentir o descaso. Falhas podem existir, mas casos assim jamais devem ser rotina. Muitos morrem por esse tipo de irresponsabilidade. Essa é a ‘Saúde’ oferecida aos maranhenses que o governo acha uma maravilha e ainda ousa fazer propaganda mentirosa.

Cleomar Tema destaca anúncio de reforço do SUS pelo ministro da Saúde

Postado por Caio Hostilio em 31/jul/2017 - 2 Comentários

O presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem), prefeito Cleomar Tema, avaliou que o reforço financeiro que beneficiará 84 município do Maranhão, através do SUS, chega em boa hora, mas ressalta que a entidade ainda luta pela elevação da per capita, o que já foi motivo de várias reivindicações em Brasília.

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, anunciou nesta segunda-feira (31), em São Luís, R$ 22,1 milhões para qualificar, ampliar e fortalecer os serviços de Atenção Básica, no Sistema Único de Saúde (SUS), beneficiando 84 municípios do estado.

O anúncio foi feito durante encontro com prefeitos e gestores de saúde no auditório da Fiema, na Cohama.

Do encontro, participaram o governador Flávio Dino; prefeitos de dezenas de cidade, incluindo o de São Luis, Edivaldo Holanda Júnior; o senador Edison Lobão (PMDB); deputados federais e estaduais; secretários de Saúde; além do próprio Tema.

Os recursos possibilitarão o custeio de 187 novas equipes de Agentes Comunitários de Saúde; 41 novas Equipes de Saúde da Família; 48 novas equipes de Saúde Bucal; 54 novos Núcleos de Apoio à Saúde da Família; uma nova Equipe de Consultórios na Rua e oito novas Equipes de Saúde Prisional. Para custear os novos serviços de saúde bucal, a pasta está destinando R$ 1,8 milhão ao Maranhão.

“É com satisfação que anuncio novos recursos para a Atenção Básica do Maranhão e dizer que todos os repasses do Governo Federal para o Estado estão em dia. Temos feito grande esforço para ampliar e melhorar todos os serviços. Ano passado, publicamos todos os recursos de média e alta complexidade que estavam disponíveis, tramitados e com documentação em dia. Agora, fizemos o mesmo com as portarias de Atenção Básica”, Ricardo Barros.

Oncologia – Ainda em São Luís, o ministro Ricardo Barros fez visita ao Instituto Maranhense de Oncologia. O Instituto é habilitado como Centro de Alta Complexidade em Oncologia (CACON) e cerca de 85% do atendimento na unidade é feito pelo SUS.

O hospital atende aproximadamente 3,5 mil novos casos de câncer por ano, 50% do total de novos casos de todo o Estado.

O Instituto realizou cerca de 190 mil procedimentos em oncologia, entre cirurgias, quimioterapia e radioterapia em 2016, no valor de cerca de R$ 40 milhões. No mesmo ano, o Ministério da Saúde repassou R$ 6,9 milhões para produção de radioterapia no Maranhão. A unidade possui 175 leitos, sendo 159 do SUS, e 14 leitos de UTI, sendo 13 pelo SUS. O hospital atende nas especialidades de oncologia, hemoterapia, nutrição, fisioterapia, endocrinologia, entre outros.

“O Instituto Maranhense de Oncologia tem grande importância no tratamento oncológico, principalmente nos serviços de radioterapia no Estado. Hoje, visitamos a estrutura e a instalação de três novos equipamentos de radioterapia em São Luís, o que representa um grande avanço para a saúde pública da população”, disse Barros.

Morre o Desembargador Aposentado Antonio Pacheco Guerreiro, pai do desembargador Guerreiro Junior

Postado por Caio Hostilio em 31/jul/2017 - Sem Comentários

Pelo Desembargador Guerreiro Junior (Facebook)

É com imenso pesar que comunico a todos os meus amigos e amigas o falecimento, agora há pouco, na UTI-Clínica do Hospital São Domingos, do meu amado e querido pai Desembargador-Aposentado Antonio Pacheco Guerreiro. Descanse em paz e que Deus guie os teus passos agora na eternidade … !!!

MPF/MA propõe ação contra a Ufma pedindo a reabertura dos prazos de matrícula a pessoas com deficiência em todos os campi

Postado por Caio Hostilio em 31/jul/2017 - Sem Comentários

No último dia 20 de julho, o MPF recomendou à Universidade que realizasse a reabertura. Em resposta, a Universidade informou que não cumpriria a recomendação

O Ministério Público Federal no Maranhão (MPF/MA), por meio da Procuradoria da República no município de Imperatriz (PRM/Imperatriz), propôs ação na Justiça Federal, com pedido de liminar, contra a Universidade Federal do Maranhão (Ufma) por ter deixado de possibilitar às pessoas com deficiência a realização de perícia médica e de matrícula nas unidades localizadas em cidades do interior em 2017.

Em julho desse ano, após o MPF ter requisitado informações à Universidade, a reitoria explicou que a perícia médica havia deixado de ser efetuada no campus de Imperatriz por ausência de corpo técnico especializado, fazendo com que a Ufma centralizasse as perícias e matrículas dos candidatos com deficiência na capital, São Luís. “Observe-se, pois, que apenas as pessoas com deficiência foram obrigadas a deslocar-se até São Luís para matrícula”, ressaltou o procurador da República Jorge Mauricio Porto Klanovicz, autor da ação.

De acordo com o MPF/MA, essa limitação tem impedido que pessoas com deficiência, sobretudo os mais pobres, ingressem na universidade, tendo em vista as dificuldades e os custos de deslocamento até a capital do estado. Para o procurador, a recusa por parte da Ufma em adaptar-se a essa necessidade – ajuste que não acarretará ônus desproporcional ou indevido – configura discriminação por motivo de deficiência. Além disso, até 2016 era facultada a realização de perícia e matrícula em campus do interior do estado, de modo que a retirada dessa possibilidade configura grave retrocesso.

Diante dos fatos, como medida extrajudicial, o MPF/MA recomendou à Ufma que reabrisse os prazos para matrícula de pessoas com deficiência aprovadas na segunda edição do processo seletivo de 2017 (2017.2) para ingresso no ensino superior, possibilitando a realização de matrícula e de perícia médica em todos os campi do estado. Em resposta, a Universidade informou que não cumpriria a recomendação, afirmando que o processo seletivo já se encontra em fase adiantada, de forma que o cumprimento da recomendação implicaria seu cancelamento e grandes transtornos.

Segundo o procurador, a reabertura dos prazos poderia implicar no cancelamento de matrícula de candidato cuja convocação decorreu do não comparecimento de outra, não na anulação de todo o processo seletivo. Por outro lado, ainda que o cancelamento fosse necessário, não poderia ser negado, pois a “manutenção do processo seletivo e os alegados transtornos incomensuráveis decorrentes de sua anulação não têm hierarquia superior aos direitos das pessoas com deficiência. Ao contrário, os direitos das pessoas com deficiência tutelados por esta ação – igualdade e direito de acesso à educação – são direitos fundamentais, com base direta na Constituição Federal e em Convenção Internacional integrante do bloco de constitucionalidade brasileiro”, afirmou ele.

Pedidos – Na ação, o MPF/MA pede, liminarmente, que a Justiça Federal determine à Ufma a reabertura dos prazos de matrícula às pessoas com deficiência aprovadas para ingresso no ensino superior, no segundo semestre de 2017, via Sistema de Seleção Unificada, possibilitando a realização de perícia médica em todas as suas unidades. Quer ainda que seja fixada multa de R$ 10 mil por dia de descumprimento da decisão.

O número para consulta processual na Subseção Judiciária de Imperatriz (MA) é 1000294-29.2017.4.01.3701.

Hildo Rocha destaca resultados de intercâmbio entre cidades portuguesa e brasileira

Postado por Caio Hostilio em 31/jul/2017 - Sem Comentários

O deputado federal Hildo Rocha integrou comitiva que participou, na semana passada, de visita oficial em cumprimento ao protocolo de geminação firmado entre Cantanhede de Portugal e Cantanhede do Maranhão. Em comemoração aos 22 anos do pacto de geminação, e ao aniversário de 503 anos de fundação da cidade de Cantanhede (Portugal) realizou-se sessão solene no Palácio Marques de Marialva, sede do poder camarário executivo local.

Rocha destacou os laços históricos, culturais, comerciais e afetivos que unem as duas cidades. Rocha ressaltou que graças à coragem, determinação e à inteligência de Pedro Teixeira, natural da Cantanhede portuguesa, o Brasil possui o status de país continental. “Para desbravar a Amazônia, Pedro Teixeira organizou e comandou uma expedição partindo de Belém, no estado do Pará. Subiu os rios Amazonas e Negro, alcançou Quito no Equador e, em nome do Rei de Portugal reivindicou a posse desse território criando assim as condições para que a coroa portuguesa reivindicasse a posse da vasta área da Amazônia que hoje pertence ao Brasil”, explicou o deputado.

Geminação

Em 1995, por meio de projeto de autoria de Hildo Rocha, então vereador e presidente da Câmara, os poderes legislativos de Cantanhede de Portugal e Cantanhede do Maranhão assinaram protocolo de geminação entre as duas cidades, nos Paços do Concelho de Cantanhede (Portugal). Rocha destacou ainda que ele foi um dos participantes da solenidade que tornou as duas cidades irmãs.

“Hoje, 22 anos depois, aqui estou para reforçar esses importantes laços de amizade que nos unem pela cultura e, principalmente, pela história. Ressalto a importância de Pedro Teixeira, filho desta terra, que além de ter conquistado imensa faixa territorial para o Brasil, ao lado de Jerônimo de Albuquerque, outro bravo português, lutou pela expulsão dos franceses que haviam invadido terras maranhenses”, declarou Hildo Rocha.

Além de Hildo Rocha também participaram do ato o prefeito de Cantanhede/MA, Marco Antonio Rodrigues de Sousa (Ruivo); o secretário de Governo, Carlito Amaral e o vereador, Jorismar Santos.

Pauta

Os visitantes participaram de encontros e debates sobre a revitalização da Praça Marquês de Marialva; Projeto Barbados; Relógio dos 300 anos; doação de um terreno e ainda sobre obra iniciada por empresários portugueses, do ramo de hotelaria.

Resultados positivos

Como resultado prático do intercâmbio, a Cantanhede Turismo Ltda., proprietária de prédio projetado para abrigar hotel em Cantanhede/MA, anunciou a doação do empreendimento para o município brasileiro. A obra que está parada há anos deverá ser reiniciada e o prédio será adaptado para servir de nova sede do poder executivo municipal.

A comitiva maranhense participou da tradicional Expofacic (Exposição, Feira Agrícola, Comercial e Industrial de Cantanhede), maior feira do centro de Portugal; visitou o Biocant Park, instituição do município de Cantanhede, que realiza pesquisa avançada na área de biotecnologia e conheceu a Biblioteca na Praia, instituição que recebe milhares de turistas que visitam a Praia da Tocha, no período de verão, na Europa. A biblioteca, localizada estrategicamente de frente para o Atlântico, disponibiliza obras de vários autores, jornais; revistas, serviço de internet e jogos eletrônicos.

Outra entidade visitada foi o Museu da Arte da Pesca, espaço com miniaturas, pinturas, instrumentos de pesca, sala multimídia e diferentes meios de expor informações acerca da atividade pesqueira no na cidade de Cantanhede (Portugal).

“Pintaram o muro da escola e chamaram de digna”, denuncia deputado Wellington ao MP sobre escola estadual em Pastos Bons

Postado por Caio Hostilio em 31/jul/2017 - Sem Comentários

De Olho nas Escolas: por meio deste projeto que o deputado estadual Wellington do Curso  (PP) percorre as escolas do Maranhão. No interior do Estado, após ser chamado pelos alunos, pais e professores para conhecer de perto a escola estadual Centro de Ensino Professor Ribamar Torres, na cidade de Pastos Bons, o parlamentar se deparou com uma cena deplorável, no que resultou em uma ação no Ministério Público. A denúncia foi formalizada na última quinta-feira, 27.

No local, o sentimento é de revolta por parte dos alunos e professores.

“Eles deveriam  ter vergonha de mentir assim. Pintaram a parte da frente da nossa escola, mas quem conhece a realidade sabe que isso aqui tá longe de ser digna”, desabafou uma professora.

Ao denunciar a situação ao Ministério Público para que adote as devidas providências, o deputado Wellington apresentou lista em que, de acordo com o Governo do Estado, a escola consta como reformada em 2016.

“Ao visitarmos a escola em Pastos Bons, o que encontramos foram salas de aula em péssimas condições e sem janelas, cadeiras quebradas, muro caído, quadra destruída e traves amarradas e escoradas com taboca. Essa situação, por si, já é repugnante. No entanto, o que mais causa estranheza é o fato de que, de acordo com lista em anexo, disponibilizada pelo próprio Governo do Estado, a escola sofreu uma intervenção em 2016, o que é questionável ante a repugnante situação da escola. A Secretaria de Educação tem que esclarecer essa situação. Qual foi a intervenção? Pintaram o muro da escola e chamaram de digna?”, disse Wellington.

Comandante do 11º BPM fala das deficiências da PMMA e diz que governo e comando geral sabem

Postado por Caio Hostilio em 31/jul/2017 - 3 Comentários

Informações do blog Ribinha

São fortes as declarações do tenente Coronel Jairo Xavier, comandante do 11º BPM em Timon, e de acordo com as informações repassadas durante entrevista concedida ao programa Tribuna Independente, na Rádio Comunitária, hoje pela manhã, o comandante confirma a falta de condições da PM em realizar um trabalho de combate à marginalidade e ao crime na cidade.

Em postagem feita no blogdoribinha essa semana sobre a situação de insegurança na cidade de Timon e atribuindo essa inapetência da segurança ao desmantelo que vem sendo promovido pelo governador Flávio Dino, as palavras ditas hoje pelo comandante da PM vem corroborar com essa afirmação.

Comando sabe e o governador também

O comandante foi claro em suas palavras em afirmar que tanto o comando da PM no Maranhão, quanto o secretário de Segurança Jefferson Portela tem uma “ideia interna corporis de que a Policia Militar do Maranhão está pensa para a Região dos Cocais”. Adianta ele que “incutiram na cabeça dos grandes gestores da segurança pública do Estado e não tenho nenhum receio de frisar isso, pois já tive debates até acalorados com o Coronel Comandante Geral, com o secretário de estado também e devem ter levado ao conhecimento do governador (Flavio Dino), dizem que Timon tem policial demais. E isso não é verdade!!, disse o coronel.

Quadro ideal nunca foi feito

De acordo com o comandante a estrutura organizacional do 11º BPM ainda funciona com o quadro organizacional Q.O é remanescente da 3ª Companhia de Polícia de 2005. De acordo com o coronel Jairo, quando elevaram Timon a BPM deixaram o quadro organizacional daquela época, previsto em Lei de 1993, com previsão de 464 PMs, um major, dois capitães e seguiam-se os demais cargos.

“Pegaram esses cargos mudaram para um nome bonito de 11º BPM acrescentaram um tenente coronel como comandante e mais um major e até hoje esse quadro não foi lotado. Hoje nós temos 292 policiais para os municípios de Timon, Matões e Parnarama”, disse o comandante.

Regime escravocrata

Segundo ele, “todos são sujeitos de direito, profissionais de segurança pública, cidadãos, pais de família e que merecem respeito. Não posso impô-los regime escravocrata, não posso exigir que o policial more no quartel, que abandone sua família e que ele viva única e exclusivamente para estar atuando. Existem outras maneiras de convocação, mobilização, reposição, jornada extraordinária, mas que não é suficiente, esse efetivo não é até hoje e já foram feitos vários estudos e se disserem que não tem conhecimento eu os desminto, disse o coronel.

“Todos têm conhecimento, quer seja na esfera política, profissional, da defasagem que existe, e não é só em Timon não, me atrevo a dizer que em todas as cidades do interior. Temos cidades por aí que devem ter dois policiais”, disse Jairo Xavier.

Defasagem muito grande

“Timon, dos 292, eu tenho que cobrir essas três cidades. De fevereiro a novembro, são dez meses, eles tem direito à férias, tenho efetivo à disposição da Força Nacional, que está no Rio de Janeiro, à disposição do Grupo Tático Aéreo, em São Luis, efetivo cedido para o Colégio Militar…então nós temos uma defasagem muito grande, que fora isso nós temos uma tropa envelhecida, muitos com problemas nas articulações, de coluna, stress pós-traumático, policial que teve confronto e hoje está em tratamento psicológico”, disse Jairo Xavier.

Solução: aprimorar os estudos e colocar em prática

Ele adverte que a solução seria aprimorar os estudos que já foram realizados, que segundo eles todos têm conhecimento, inclusive quanto à questão orçamentária. O comandante enalteceu à parceria feita com a prefeitura, pois se não fosse graças a ela o orçamento enviado pelo governo não seria suficiente. Jairo Xavier também evidenciou a questão dos excessos e disse que tem cortado-os na carne, alguns foram transformados em processos encaminhados à justiça, alguns afastados, excluídos.

O cargo é do comandante

“E assim ocorre nossa gestão, nós temos que ser equilibrados, agora repito: toda vez em que há um momento sazonal desse, com fato de repercussão, tudo volta à carga. Nós tivemos ai de junho do ano passado até agora ninguém lembra que estava tudo tranquilo e sob níveis aceitáveis, pois vamos continuar trabalhando enquanto nos permitir a gestão da unidade, mas é aquela história que se o comando acha por bem que mesmo contrariando os indicativos as estatísticas ficarem comprovadas acha que a figura da pessoa única do comandante e que pode mudar que o faça estamos à disposição, finalizou Jairo Xavier.

Notícias

Postado por Caio Hostilio em 30/jul/2017 - 3 Comentários

Projeto de Lei do deputado Wellington garante mais vagas de emprego para pessoas com deficiência no Maranhão”

Com o objetivo de reconhecer as empresas do Maranhão que promovem a igualdade social ,o deputado estadual Wellington do Curso (PP) apresentou,na Assembleia Legislativa, o Projeto de Lei 185/2017 que cria o selo “Empresa Amiga de Pessoa com Deficiência”. O projeto é uma forma de respeito e da inclusão das pessoas com deficiência no mercado de trabalho. Ao fundamentar o projeto, Wellington mencionou a Lei Federal 8.213/1991, que trata sobre o percentual mínimo de vagas a serem preenchidas por pessoas com deficiência. “Reconhecer as empresas comprometidas socialmente acaba por ser um incentivo para que elas extrapolem o mínimo previsto em Lei Federal e, assim, se concretize o real sentido da inclusão. Por isso, o selo ‘empresa amiga da pessoa com deficiência’ acaba por ser um reconhecimento e incentivo à essas empresas que, de fato, se comprometem com a inclusão. Não podemos admitir que a pessoa com deficiência seja colocada de lado. Ao contrário, ela pode sim contribuir para o desenvolvimento econômico do nosso Maranhão também. E isso deve ser incentivado”, afirmou Wellington.

Prefeitura de São Luís paga os servidores municipais nesta terça-feira (1°)

A Prefeitura de São Luís mantém em dia o pagamento salarial dos servidores municipais. O vencimento do mês de julho será pago na próxima terça-feira (1°). A atual gestão municipal tem mantido o compromisso de quitar a folha de pagamento dentro do prazo previsto no decreto n° 48.875. A crise econômica e política brasileira tem afetado diversos estados do país. São Luís, no entanto, consegue, mesmo com a queda dos repasses federais, manter o equilibrio financeiro com planejamento e controle dos gastos públicos, pilares da gestão do prefeito Edivaldo. “Conseguimos quitar a primeira parcela do 13° salário dos nossos servidores e agora estamos efetuando o pagamento salarial referente ao mês de julho. A Prefeitura de São Luís, com o pagamento em dia dos servidores, está conseguindo movimentar a economia da região”, afirmou o titular da Secretaria Municipal da Fazenda (Semfaz), Delcio Rodrigues. Os servidores municipais tem acesso às informações de seus vencimentos nos terminais de autoatendimento do Banco do Brasil, por meio do contracheque eletrônico. A informação também pode ser acessada através do site da Prefeitura de São Luís (www.saoluis.ma.gov.br), no Portal do Servidor, menu do lado esquerdo, informando o número da matrícula e senha.

1º Torneio Rei das Ruas movimenta Praia de Banho em São José de Ribamar

Esporte, lazer, diversão e cidadania foram as palavras chaves do 1º Torneio de Futebol de Rua batizado de “Rei das Ruas” em São José de Ribamar. Realizado pela prefeitura ribamarense, por meio da Secretaria Municipal de Juventude (SEMJUV), o evento iniciou no sábado e encerrou no final da manhã do domingo (30) com a entrega dos troféus para as equipes vencedoras. No total, 38 equipes participaram da competição. Cerca de 190 atletas se divertiram e mostraram suas habilidades esportivas, dando um show com a bola nos pés na Quadra da Praia de Banho, que estava abandonada e tomada por matagal, servindo de abrigo para marginais. Representando o prefeito Luis Fernando Silva, o vice-prefeito Eudes Sampaio elogiou os participantes e assegurou que muitos outros projetos ainda serão desenvolvidos. “Estamos muito felizes em ver os jovens ribamarenses unidos em prol de um projeto tão bom quanto este. Na gestão anterior, a Secretaria da Juventude foi extinta, mas o prefeito Luis Fernando, no primeiro dia de governo, recriou a pasta para que os jovens da nossa cidade voltassem a ter políticas alternativas”, ressaltou. Para Antônio Filho, secretário da SEMJUV, é importante promover ações para unir os jovens de todos os bairros do município, a fim de incentivar as práticas esportivas e culturais. “O futebol jogado na rua é o primeiro contato que as crianças e jovens tem com o esporte, por isso, a secretaria resolveu organizar o primeiro torneio para integrar todos jovens ribamarenses, além de mesclar diversas outras atividades de lazer para os cidadãos”, completou Antônio Filho. Seis equipes saíram vencedoras da competição, três masculinas e três femininas. O primeiro lugar foi contemplado com um troféu, medalhas e um jogo completo com equipamentos esportivos. O segundo recebeu medalhas, troféu, uma bola e coletes. Já o terceiro lugar levou para casa um troféu, medalhas e uma bola.

Na comemoração dos 194 anos da Adesão de Caxias à Independência do Brasil, Prefeitura entrega obras para os caxienses

Postado por Caio Hostilio em 30/jul/2017 - Sem Comentários

No dia primeiro de agosto a cidade de Caxias, a “Princesa do Sertão” maranhense, completa 194 anos de Adesão à Independência do Brasil, e, a Prefeitura de Caxias em parceria com o setor privado, oferecerá um grande presente à população, serão realizados grandes shows na passagem do dia 31 para o dia 1º, no parque da cidade: A banda Forró no Grau, o sucesso caxiense do momento; a banda Skema 10; e a sensação da atualidade, o cantor Wesley Safadão. Para o prefeito Fábio Gentil, em momentos de celebração, a população da cidade merece comemorar em grande estilo.

 “Tudo aquilo que a gente gosta, a gente sempre faz bem feito. Quero aproveitar e convidar você, para que juntamente conosco e todo povo de Caxias, possa estar no Parque da Cidade neste momento de alegria e confraternização em que nós traremos um grande show. Todos nós estaremos no Parque da Cidade, a partir das 19h”, disse o Fábio Gentil, prefeito de Caxias.

Já no dia 1º de agosto, a programação alusiva à Adesão de Caxias à Independência do Brasil começará logo cedo, às 08h, com a solenidade de hasteamento das bandeiras do Brasil, do Maranhão e de Caxias, em frente à Prefeitura Municipal; às 09h da manhã será feito o lançamento da Pedra Fundamental das Obras em Construção, no Shopping da Gente (Shopping dos Camelôs); às 10h, o prefeito Fábio Gentil e sua comitiva vão à zona rural, ao Povoado Bebedouro, no 2º Distrito, onde às 11h acontecerá a inauguração da Unidade Escolar Municipal Aniceto Cruz, simbolizando a entrega de 08 escolas na zona rural; a tarde o prefeito Fábio Gentil entregará a reforma da Rodoviária José Dias Moura, a Rodoviarinha da Avenida Santos Dumont, que assiste ao transporte de passageiros para Aldeias Altas; e, finalizando a agenda de trabalho, haverá a   inauguração e entrega da reforma da Praça Duque de Caxias, no Morro do Alecrim, em frente ao CESC-UEMA.

“Nós convidamos toda a população de Caxias para que prestigie com a gente este momento especial, em que nós entregamos esses equipamentos públicos. No dia primeiro, nós estaremos entregando obras que representam o nosso trabalho na cidade e na zona rural”, convida Fábio Gentil, prefeito de Caxias.

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog