Andrea Murad diz que entristece ter que denunciar para transferir pacientes

Publicado em   31/jul/2017
por  Caio Hostilio

Por Andrea Murad (Facebook)

Na última quinta fui visitar a UPA da Cidade Operária, pois há algum tempo recebo denúncias de pacientes, muitos idosos, que ficam internados por vários dias na Sala de Medicação, sentados à espera de transferência. Vi o caso do senhor Diniz, de 74 anos, que teve uma trombose, instalado em uma cadeira há 10 dias.

Vi de perto a agonia e a tristeza do Sr. Davi, que muito emocionado conversou comigo me explicando que sofreu um infarto e estava há 9 dias da mesma forma, em uma poltrona aguardando leito. Vários pacientes na mesma situação me chamaram para pedir ajuda, para que eu intercedesse.

Upa é Unidade de Pronto Atendimento, não é para paciente correndo risco de vida ficar acomodado em poltrona. Isso é um desrespeito.

O que posso fazer como deputada de oposição é denunciar e cobrar. Assim o fiz. Soube ontem que foi feita a transferência do senhor Davi para o Macieira e o Sr. Diniz foi colocado em um leito da ala amarela da Upa, o que não é o ideal, pois ele precisa ir para um hospital e talvez precise até de uma UTI.

Mas pelo menos após denunciarmos tiraram o paciente da poltrona e o colocaram em um leito. Ao mesmo tempo que fico feliz pela transferência de um paciente e pela colocação de outro paciente ao menos deitado, me entristece saber que temos que denunciar para que tomem uma providência, por receio de escândalos.

Esses foram os pacientes que mencionei na denúncia, mas existem milhares de casos que não são denunciados e as pessoas continuam na mesma e espero sinceramente que o secretário Carlos Lula tome as providências devidas.

E mais, que olhe para as demais UPA’s que se encontram com o mesmo problema, alojando pacientes graves de forma inadequada, revelando na verdade a ineficiente Central de Regulação conduzida pela atual gestão.

De qualquer forma irei denunciar os vários casos que constatei para o Ministério Público e para o CRM, pois casos assim não podem continuar. Basta se colocar no lugar do paciente ou do próprio familiar para sentir o descaso. Falhas podem existir, mas casos assim jamais devem ser rotina. Muitos morrem por esse tipo de irresponsabilidade. Essa é a ‘Saúde’ oferecida aos maranhenses que o governo acha uma maravilha e ainda ousa fazer propaganda mentirosa.

Compartilhe :

*/?>

  Publicado em: Governo

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog