Não estaria não!!! Deus é maior!!! ‘Se eu perdesse a voz, estaria morto’, diz Lula

Publicado em   30/mar/2012
por  Caio Hostilio

JB

O ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva afirmou nesta quinta-feira que teve mais medo de perder a voz do que de morrer após a descoberta do câncer na laringe. “Se eu perdesse a voz, estaria morto”, disse ele em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, a primeira após o desaparecimento do tumor. 

Lula se emocionou ao citar o vice-presidente José Alencar, que morreu de câncer há um ano. “Hoje é que eu tenho noção do que o Zé Alencar passou”. O ex-presidente também falou sobre o tratamento a que foi submetido – quimioterapia e radioterapia. “A gente não sabe o que é pior (…). Para mim, os dois são um desastre. Um é uma bomba de Hiroshima e, o outro, eu nem sei que bomba é”, disse.

Lula, que perdeu quase 16 kg, afirmou que o câncer é uma doença “avassaladora” e que sentiu muita náusea durante o tratamento. “A boca não suporta nada, nada, nada, nada. A gente ouvindo as pessoas que passam por um tratamento contra o câncer falarem não tem dimensão do que estão sentindo”. 

Segundo o ex-presidente, o pior momento do processo foi quando soube da doença. Ele disse que ainda sente dores na garganta e que sonha com o dia em que poderá comer pão “com a casca dura”. 

Lula também afirmou que pretende trabalhar menos a partir de agora. “Nunca mais eu irei fazer a agenda alucinante e maluca que eu fiz nesses dez meses desde que eu deixei o governo”. 

Sobre Fernando Haddad, pré-candidato do PT à prefeitura de São Paulo, o ex-presidente disse que o considera o melhor candidato. “São Paulo não pode continuar na mesmice de tantas e tantas décadas. Eu acho que ele vai surpreender muita gente. E desse negócio de surpreender muita gente eu sei”.

Compartilhe :

*/?>

  Publicado em: Governo

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog