Que maravilha!!! Juiz que assumiu caso Eike Batista desbloqueia bens do empresário

Publicado em   30/abr/2015
por  Caio Hostilio

Magistrado manteve, no entanto, o bloqueio de R$ 162.646 milhões. Vitor Valpuesta assumiu em lugar de Flávio Roberto, afastado do cargo. Mandam até soltar o dono da OAS – empresa mais canalha da Operação Lavo Jato, que “doou” R$ 3 milhões para campanha de Flávio Dino em 2014 por ele ser o candidato mais sério do Brasil!!! Nada melhor que devolver tudo ao Eike, antes que suma, pois até hoje ninguém sabe quem surrupiou de dentro do cofre da Justiça os milhões apreendidos do bilionário!!! Bem que deveriam vender tudo isso para recuperar a presepada que Eike fez com o antigo Hotel Glória!!!!

Do G1 Rio

Carro importado de Eike Batista apreendido em fevereiro (Foto: Henrique Coelho/G1)

Carro importado de Eike Batista apreendido em fevereiro (Foto: Henrique Coelho/G1)

O juiz Vitor Valpuesta, da 3ª Vara Federal Criminal do Rio, determinou o desbloqueio de todos os bens e ativos de Eike Batista, mantendo o bloqueio de R$ 162,646 milhões do empresário.

A Polícia Federal apreendeu bens de Eike Batista, em operação na casa do empresário realizada nesta sexta-feira na zona sul do Rio.De acordo com a defesa do empresário, serão devolvidos os seis carros (dois deles importados), um piano,16 relógios, R$ 90 mil em dinheiro e mais o equivalente a R$ 37 mil em outras moedas. Também foram desbloqueados os bens e ativos da ex-mulher de Eike, Luma de Oliveira, dos dois filhos deles, Thor e Olin, e da atual mulher do empresário, Flávia Sampaio. A informação, antecipada na coluna de Ancelmo Gois, do “Globo”.

APREENSÃO/EIKEA primeira operação da Polícia Federal na casa de Eike, no Jardim Botânico, Zona Sul do Rio, ocorreu no dia seis de fevereiro, por determinação do juiz Flávio Roberto de Souza, afastado do caso depois de ter dirigido um dos carros apreendidos durante a operação.

APREENSÃO/EIKENo prédio onde o juiz vive, na Barra da Tijuca, Zona Oeste, também foi encontrado um outro automóvel e um piano. O instrumento e o carro foram devolvidos pela justiça no final de fevereiro.

1424890443529O juiz também determinou a devolução de dois motores para lancha, um computador, uma escultura e outros objetos apreendidos pela PF. Os carros importados, um Lamborghini está avaliado em R$ 2,8 milhões, e o Porsche Cayenne, custa cerca de R$ 700 mil.

Rindo à toa!!!!

Rindo à toa!!!!

Ao G1, o advogado Raphael Matos, disse que a defesa, composta por ele e pelo advogado Ary Bergher, fez uma manifestação ao juiz sobre as apreensões e foi atendida. “Agora o processo deverá voltar ao andamento normal sob o comando de um juiz imparcial”, disse Matos.

Compartilhe :

*/?>

  Publicado em: Governo

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog