Notícias

Publicado em   31/jan/2017
por  Caio Hostilio

Sousa Neto fala sobre as viaturas da PMMA alugadas do Amazonas

A realidade que a segurança pública do Maranhão enfrenta é muito diferente do que muita gente imagina e, principalmente da propaganda mostrada pelo Governo Comunista. Como se não bastassem às condições deploráveis dos quartéis e delegacias, armamentos e coletes obsoletos, falta de combustível e até de alimentação para policiais em serviço, Flávio Dino, agora, colocou nas ruas, viaturas ‘alugadas’ caindo aos pedaços. Segundo denúncia de policiais, os veículos, oriundos de uma empresa do Amazonas, já vieram com problemas, e, por conta disso, vivem ‘baixados’ em uma oficina no São Cristóvão. O resultado é o que temos visto: 10 homicídios, somente no final de semana, na grande São Luis, que já soma 65 mortes neste mês de janeiro. Sem contar o interior do estado. Com tantas viaturas paradas, o patrulhamento foi prejudicado, deixando os PMS o dia todo nos batalhões e a população apavorada com a violência que tomou conta das ruas, bairros e das cidades! Vamos cobrar explicações do Comando da PMMA sobre o contrato de aluguel e as condições em que se encontram esses veículos.

Hildo Rocha entrega equipamentos em Estreito e realiza ações na região Tocantina

O deputado federal Hildo Rocha (PMDB) e o prefeito Cícero Neco (PMDB) entregaram à população de Estreito uma Escavadeira Hidráulica de esteira, adquirida com recursos federais, originários do Ministério da Integração Nacional e dois veículos para as equipes do PSF. Além dos veículos, foram adquiridos equipamentos, móveis, utensílios e computadores para equipar cinco postos de saúde. Os veículos e equipamentos das unidades de saúde foram adquiridos com recursos provenientes do Ministério da Saúde, fruto de emenda do deputado Hildo Rocha. Ainda em Estreito, Rocha visitou os serviços de urbanização da orla da cidade, obra que abrange 900 metros de extensão. Os recursos, no valor de R$ 1 milhão, que serão utilizados nos primeiros 600 metros, dos 900 do total da obra, foram assegurados pelo Ministério do Turismo, por meio também de emenda do deputado Hildo Rocha. “O prefeito Cicin está promovendo uma revolução no município de Estreito. Tenho a honra e a satisfação de colaborar com essa exemplar administração. Hoje, tivemos a oportunidade de entregar máquinas; equipamentos hospitalares e veículos e vistoriamos mais uma obra marcante do governo municipal: a urbanização da orla da cidade, belíssimo projeto que irá se tornar o novo cartão-postal da cidade”, destacou o parlamentar. Rocha lembrou ainda que já estão assegurados recursos, junto à Fundação Nacional de Saúde (Funasa), para a construção de dois sistemas de abastecimento de água em povoados de Estreito. O prefeito Cicin pediu ao deputado Hildo Rocha que o parlamentar lute para conseguir a liberação da pesca no lago da hidrelétrica. “Precisamos sensibilizar as autoridades federais para essa questão. A liberação da atividade pesqueira irá impulsionar o funcionamento do frigorifico de pescado e, consequentemente irá contribuir para a melhoria da economia do município”, argumentou Cicin. Ainda no fim de semana, Hildo Rocha participou de encontros com prefeitos, vereadores, secretários municipais e lideranças dos municípios de Açailândia; Campestre; Carolina; Imperatriz; Itinga e Porto Franco. O deputado estadual Leo Cunha (PSC) também participou das atividades ao lado do deputado Hildo Rocha, prefeitos e lideranças da região. Em Porto Franco Hildo Rocha visitou as obras da construção de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA); o matadouro municipal e uma creche, obras financiadas com recursos federais que estão paralisadas precisando de liberações de recursos para a conclusão. O prefeito Nelson Horácio (PSD) apresentou ao deputado um breve relatório acerca das condições administrativas do município e destacou que a saúde é um dos maiores problemas que a nova administração irá enfrentar. O prefeito destacou ainda que por ser polo regional, Porto Franco, recebe uma grande demanda de pacientes de municípios vizinhos, mas não dispõe de condições para atender com a qualidade necessária. O hospital é muito antigo; boa parte encontra-se fora dos padrões exigidos para edificações hospitalares. “O prefeito, a vice, Ivana da Farmácia, assim como os vereadores da base do prefeito Nelson solicitaram a nossa ajuda, para que se possa solucionar os graves problemas existentes em Porto Franco, e nós iremos lutar por isso”, afirmou Hildo Rocha. O parlamentar é o autor da emenda que assegurou ao estado do Maranhão acréscimo de R$ 80 milhões de reais para o atendimento de Média e Alta Complexidade na rede pública maranhense. De acordo com o deputado, graças a esse reforço de caixa alguns municípios conseguiram aumentar o teto financeiro da Média e Alta Complexidade (MAC) da saúde e o governo do Estado, com parte desses recursos, mantém o custeio dos hospitais macrorregionais. Ainda durante as visitas às unidades de saúde de Porto Franco, Hildo Rocha ligou para o Ministro da Saúde, Ricardo Barros, solicitando audiência para discutir a redefinição dos recursos federais que são repassados ao município de Porto Franco.

Blitz urbana realiza segunda etapa de retirada de construções irregulares de São José de Ribamar

A Prefeitura de São José de Ribamar por meio da Blitz Urbana realizou na tarde desta segunda-feira (30), a segunda etapa de retirada de construções irregulares em áreas púbicas da cidade. Obedecendo ao cronograma de áreas já visitadas pela Secretaria da Receita e Fiscalização Urbanística – SEMREC, no início de janeiro deste ano, a retirada ocorreu nas edificações localizadas na orla da cidade. De acordo com o Chefe do Departamento de Fiscalização Urbanística, Augusto Aranha, a operação que teve início na ultima quinta-feira (26), já percorreu a área do Cohatrac e agora chega a orla com a mesmo o objetivo. “A determinação é o reordenamento dos espaços públicos de forma a manter a ordem e convívio social das famílias que precisam voltar a frequentar e utilizar os logradouros”, reiterou. Na Avenida Beira Mar, área da orla, a equipe que já havia orientado a desmontagem de um bar e restaurante que funcionava irregularmente, realizou a derrubada do muro construído invadindo a calçada. Ainda de acordo com Aranha, as próximas ações ocorrerão no bairro do Araçagy, “A equipe agora deverá deslocar-se nos próximos dias para o Araçagy, local onde também se concentram construções como lava jato, toldos, muros até barracas”, detalhou.

FAMEM mobiliza gestores para elaboração do Plano Municipal de Saneamento

O presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM) e prefeito de Tuntum, Cleomar Tema, firmou parceria com a Funasa e Universidade Federal Fluminense com o objetivo de estimular os prefeitos maranhenses a implantarem os Planos Municipais de Saneamento Básico (PMSB). A parceria foi formalizada durante reunião realizada ontem na sede da entidade municipalista. Participaram do encontro o prefeito de Arari e vice-presidente da Federação, Djalma Melo; Jaiza Leite e Raimundo Rodrigues, representantes da UFF e da Fundação, respectivamente. O PMSB é um instrumento de planejamento e gestão participativa que estabelece as diretrizes para a prestação dos serviços públicos de saneamento e deve atender aos princípios estabelecidos nas Diretrizes Nacionais para o Saneamento Básico, Lei 11.445/2007. Ele deve abranger os quatro componentes do Saneamento Básico: Abastecimento de água; Esgotamento Sanitário; Drenagem e manejo das águas pluviais e Limpeza urbana e gestão de resíduos sólidos. As 118 cidades maranhenses que atualmente estão em fase de implantação do Plano, e que possuem até 50 mil habitantes, o que compete abrangência da Funasa, receberão nos próximos dias equipes da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), capacitadas por técnicos da Universidade Federal Fluminense (UFF), do Rio de Janeiro. Essa terceira etapa consistirá no diagnóstico técnico participativo, e será composta por 1 técnico de mobilização, que será responsável pela capacitação do comitê de coordenação e executivo; e 2 técnicos de campo, que serão responsáveis pelo os diagnósticos, e a opinião da população. O município será contemplado com diagnostico técnico participativo e os trabalhos nas cidades maranhenses começam a partir de 13 de março, no município de Raposa. “Precisamos articular juntamente com os gestores a mobilidade e a melhor forma de trabalhar em cima do Plano de Saneamento Básico.  Somente assim, as cidades maranhense poderão finalizar esse trabalho a tempo e estarem aptas a receber recursos federais”, afirmou Tema. No dia 14 de fevereiro, acontece a reunião de Integração do Plano Municipal de Saneamento Básico, no Palácio Henrique de La Rocque. O encontro visa apresentar aos gestores, secretários de Meio Ambiente e de Saúde os planejamentos e visitas técnicas, bem como a importância do engajamento dos municípios na elaboração de suas ferramentas.

Compartilhe :

*/?>

  Publicado em: Governo

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog