Arquivo de outubro de 2017

Hildo Rocha defende royalties de minérios para municípios maranhenses

Postado por Caio Hostilio em 16/out/2017 - Sem Comentários

Membro titular da Comissão Mista que analisa a Medida Provisória (MP) 789/2017, o deputado federal Hildo Rocha é um dos parlamentares que defende e luta para a inclusão dos municípios na partilha do fundo financeiro constituído em função da exploração de minérios. A MP trata sobre a distribuição da Contribuição Financeira por Extração de Minérios (CEFEM), mais conhecida como “royalties dos minérios”.

Atualmente apenas os municípios onde estão localizadas as minas são beneficiados com o que é arrecadado desse tipo de atividade. Caso a proposta seja aprovada, os recursos arrecadados passarão a ser distribuídos entre municípios corredores de transporte de minérios. No Maranhão, vinte e três localidades poderão ser beneficiadas por meio da MP.

“Os municípios localizados no eixo da ferrovia Carajás também são impactados pela passagem do minério. Portanto, é justo que essas localidades também recebam compensação financeira. Assim sendo, estamos trabalhando pela aprovação do relatório do deputado Marcos Pestana”, destacou Hildo Rocha.

Somente no ano passado R$ 1 bilhão e oitocentos milhões foram arrecadados da Compensação Financeira sobre Produtos Minerais (CEFEM). “A aprovação da proposta significa mais recursos para a saúde pública; educação; apoio à agricultura familiar e para melhorias da infraestrutura rural e urbana de dezenas de municípios”, frisou o deputado.

Ação municipalista

O parlamentar lembrou que graças a uma ação legislativa de sua autoria municípios brasileiros já estão sendo beneficiados com a partilha de aproximadamente R$ 9 bilhões oriundos de arrecadação do ISS com operações do Cartão de Credito e Debito. Antes, apenas algumas cidades localizadas em São Paulo ficavam com esses recursos.

Municípios maranhenses que poderão beneficiados pela MP 789

Açailândia, Alto Alegre do Pindaré, Anajatuba, Arari, Bacabeira, Bom Jardim, Bom Jesus das Selvas, Buriticupu, Cidelândia, Igarapé do Meio, Itapecuru Mirim, Itinga do Maranhão, Miranda do Norte, Monção, Pindaré-Mirim, Santa Inês, Santa Rita, São Francisco do Brejão, São Pedro da Água Branca, São Luís, Tufilândia, Vila Nova dos Martírios e Vitória do Mearim.

O fisiologismo medíocre do PP maranhense!!!

Postado por Caio Hostilio em 16/out/2017 - Sem Comentários

PP maranhense se mostra medíocre com as migalhas!!!

A mediocridade do PT maranhense já desembarcava na Secretaria de Esporte da gestão Flávio Dino, uma secretaria sem expressão nenhuma e com recursos escassos, cujo resultado foi quase três anos de ostracismo, servido, com isso, apenas de cabide de emprego para os famigerados “petistas”.

Agora, o PP maranhense se apodera desse ostracismo em troca de apoio a gestão pífia e incompetente de Flávio Dino.

Até parece que haverá mudanças radicais no orçamento do Estado para agradar os pepistas famigerados.

Quem saiu ganhando com toda essa patacoada foi o deputado Waldir Maranhão – aliado de primeira hora do governador Flávio Dino -, que pretende se lançar candidato ao Senado.

Na verdade, o fisiologismo medíocre tomou de assalto alguns políticos maranhenses, que tentam salvar seus mandatos com recursos públicos.

É o tudo pelo tudo!!! O salve-se quem puder, mostrando que vale a pena a defesa dos interesses próprios e os interesses coletivos que vão para o espaço.

E viva a política medíocre imposta no Maranhão!!!

Fábio Gentil entrega escolas reformadas em Caxias

Postado por Caio Hostilio em 16/out/2017 - Sem Comentários

Que a busca pela educação prazerosa continue, pois assim os caxienses olharão o empenho por uma educação de qualidade e, principalmente, a péssima imagem das aulas ministradas debaixo de uma mangueira, que ganhou destaque nacional…

Os povoados São Manoel Rosário e São Manoel, no 1º Distrito de Caxias, receberam escolas reformadas. Na última sexta-feira (13), o prefeito de Caxias, Fábio Gentil, secretários municipais e adjuntos, coordenadores e assessores, além de vereadores municipais entregaram, primeiramente, a unidade de ensino U.E.M Jacinto Leôncio da Silva totalmente reformada após mais de 10 anos sem receber melhorias. A solicitação foi feita ao prefeito pelo vereador Ramos.

 “Eu me sinto com o pedido muito bem atendido, porque estamos atendendo essa necessidade desse povoado e de outros povoados adjacentes. Me sinto uma pessoa muito realizada por poder cumprir com a nossa promessa de campanha. Não só a reforma dessa Escola, mas da Escola do Rosário, e também porque o prefeito autorizou a colocação de internet na Escola da Estiva”, disse Ramos, vereador.

“A Escola está bem melhor. Antes tinha goteira, banheiros não funcionavam, as crianças iam pro mato e a gente não conseguia trabalhar direito. A Escola ficou perfeita, ela atende também alunos da Canabrava e da Palestina”, ressalta Maria Gorete, professora responsável pela U.E.M Jacinto Leôncio da Silva.

A unidade de ensino ganhou piso novo, novos banheiros, telhado e pintura; a mesma atende 21 alunos do 1º ao 5º ano, do São Manoel e comunidades circunvizinhas. No momento da inauguração, o prefeito Fábio Gentil pediu que os próprios alunos fizessem o descerramento da placa de inauguração.

 “Hoje quem vai inaugurar são os alunos. Eles vão dizer a partir de hoje: eu inaugurei a minha escola”, disse Fábio Gentil, prefeito de Caxias, enquanto organizava as crianças para o descerramento da placa.

As moradoras Marinês e Maria dos Santos agradeceram a reforma, abraçaram Fábio Gentil e confidenciaram que há aproximadamente 20 anos um prefeito não visitava o povoado.

“Eu cheguei aqui no dia 27 de março de 2003 e eu nunca vi um prefeito aqui, hoje é o primeiro que eu tô vendo. Eu achei bom a reforma porque as crianças vão ficar mais a vontade. A escola está melhor com certeza”, disse Marinês de Oliveira, moradora do São Manoel.

“Nunca tinha andado um prefeito aqui, é a primeira vez, eu tô é com trinta anos que moro aqui e eu nunca tinha visto um prefeito aqui. A Escola tá boa demais, estávamos precisando dela aqui mesmo”, lembrou Maria dos Santos, moradora do São Manoel.

O prefeito Fábio Gentil também entregou completamente reformada a escola multiseriada U.E.M São José, do povoado Rosário, uma solicitação dos vereadores Sargento Moisés e Magno Magalhães.

No local estudam 47 alunos do 1º ao 5º ano. Durante a solenidade, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) distribuiu presentes a todos os alunos. A professora responsável pela unidade de ensino, Ana Lúcia, e o garoto José de Ribamar de 11 anos fizeram uso da palavra para agradecer as melhorias.

Já são mais de 40 escolas reformadas em todo o Município em 10 meses de governo. Os secretários Murilo Novais, de Infraestrutura, e Ana Célia Damasceno de Educação, Ciência e Tecnologia, confirmaram que novas 45 escolas devem ser reformadas em toda a zona rural nos próximos meses por determinação do prefeito Fábio Gentil.

“A entrega da escola demonstra o compromisso que o prefeito tem com a educação, do respeito que ele tem”, disse Magno Magalhães, vereador.

“Estávamos perdendo alunos por causa da não reforma da escola. Estou aqui há 16 anos e esta é a primeira reforma da Escola. Esse é um ganho muito grande para a gente, para os funcionários e para toda a comunidade do povoado Rosário”, afirmou Ana Lúcia, professora responsável.

“Estamos aqui hoje para agradecer o nosso prefeito Fábio Gentil, que é 10. Agora com essa escola reformada nós temos que aproveitar ela, temos que estudar mais, temos que preservar ela também. Antes o banheiro era só um buraco, e agora tem pia, tem vazo. Queremos agradecer ao prefeito que é nota 10”, reforçou José de Ribamar, aluno de 11 anos.

“Nosso prefeito já deu a autorização para a reforma de 45 escolas, pra iniciar agora em novembro. Isso significa dizer que a rede em si será reformada. Nós pegamos uma herança muito ruim, foram 12 anos de escolas sem uma reforma. Nós estamos de parabéns e o Povoado também está de parabéns, porque é um Povoado pobre que precisa de cidadania, e é isso que nós estamos fazendo” lembrou Ana Célia Damasceno, secretária da SEMECT.

“Já está virando rotina inaugurar obras não só na zona urbana, mas também na zona rural. Nós já estamos com nove escolas na zona rural reformadas, fora as da zona urbana. Temos mais 45 escolas, já estamos iniciando, já temos sete escolas dessas 45. É bem verdade que essa é a nossa rotina daqui para frente, trabalhar, trabalhar, inaugurar obras. Caxias, já já, chega na cidade que a gente quer”, disse Murilo Novais, secretário de Infraestrutura

 “A gente percebe a necessidade do prefeito está mais próximo da comunidade. Uma escola como essa no povoado, a escola São José, no povoado Rosário, que nem banheiro tinha, a Prefeitura constrói e entrega para a comunidade para que essas crianças possam ter dignidade, possam ser respeitadas. Vir pra cá, entregar essas escolas, essas reformas, é muito gratificante. Nós acreditamos que é somente através da educação que a gente pode crescer na vida. Nós iremos investir tudo que deve ser investido para que essas crianças tenham as condições de infraestrutura e os professores competentes para terem um educação de qualidade. Hoje o SAAE faz o lado social, contribui conosco trazendo os presentes para as crianças. Estamos com um grupo de pessoas pensando no bem da cidade e do Município. É assim que a gente constrói a cidade que a gente quer”, Fábio Gentil, prefeito de Caxias.

Mas quem disse que um ex-juiz seria um bom administrador?

Postado por Caio Hostilio em 15/out/2017 - Sem Comentários

A imaginação é algo que engana o próprio ser humano!!! Tentaram passar aos maranhenses que um ex-juiz seria o diferencial… Ledo Engano!!! Como é diferente lidar com sentenças e administrar a coisa pública ou mesmo um empreendimento privado. Administrar não é para todos e não tem nada a ver com intelectualidade ou conhecimento numa área distante da administração. Mas tem aqueles que acham que administrar é discurso bestial, ludibriar o povo e ser especialmente demagogo… Estão aí as provas de que a gestão atual do Maranhão é pífia e medíocre. Cadê o empenho e compromisso assumido? Cadê os programas de governo? Onde foram para os planejamentos? Tudo continua a mesma coisa e em alguns setores bem pior!!!

Muitos acham que administrar é fácil e que todos podem exercer essa função com tranqüilidade. Ledo Engano!!! A prova está tanto na iniciativa privada quanto pública. Existem empresários que realmente têm o tino comercial, porém é um péssimo administrador, por isso vemos muitas empresas falindo.

O mesmo acontece no setor público. Existem políticos que são bons como articuladores e excelentes legisladores, mas administrativamente, eles são uma negação. Vejam a quantidade de municípios maus administrados que temos, mesmo recebendo recursos que dariam para melhorar a vida da coletividade.

Ainda que muitos não tenham conhecimento ou não perceberam a grandiosidade e expansividade da Administração, é preciso saber que sem ele as coisas não andarão uniformes, principalmente na administração pública.

O bom administrador é aquele que sabe gerir um processo, tomar e colocar em prática decisões sobre os objetivos e utilização dos recursos.

É preciso o eleitor saber que administração é de estrema importância para o contexto social de modo geral. Podemos usufruir e nos beneficiar de inúmeros conceitos da administração para gerenciar, controlar, planejar e promover a execução de várias tarefas administrativas. É nesse contexto que se deve analisar com muito cuidado quem administrará seu estado ou município. Não adianta discursos bonitos e inflamados, promessas mirabolantes… É preciso ser administrador antes de ser político.

Gerir recursos públicos com responsabilidade e dentro dos princípios técnicos, para o bem-estar da coletividade… Pense nisso!!!

Como podemos ver, administrar é para quem sabe e tem compromisso… Não adianta discursos lindos, ideológicos, inflamados… Isso não quer dizer que ali esteja um administrador em sua essência, mas sim um demagogo!!!

Que o eleitor maranhense passe a mensurar aqueles que realmente sabem administrar e, principalmente, escolher uma equipe de governo qualificada…

Deputado Wellington apresenta proposta de prevenção e combate às queimadas no Maranhão

Postado por Caio Hostilio em 15/out/2017 - Sem Comentários

O deputado estadual Wellington do Curso (PP) apresentou, na Assembleia Legislativa do Maranhão, proposta que tem por objetivo prevenir e combater as queimadas no Maranhão. A solicitação do deputado Wellington foi motivada por denúncias de maranhenses que passaram por rodovias e puderam constatar que as queimadas caracterizam as vias do Maranhão, vez ou outra.

Ao justificar a solicitação, Wellington, que é membro do Parlamento Amazônico, destacou a necessidade de ações conjuntas.

“Para combater as queimadas, não basta que o município, Estado ou União aja de forma isolada. É necessário que se articulem ações conjuntas, de prevenção e combate. Por isso, encaminhamos a proposta, a fim de que os entes atuem de forma efetiva. O Governo do Estado precisa agir e, assim, evitar que as rodovias continuem tendo as queimadas como realidade, já que com isso, temos uma perda significativa tanto na flora quanto na fauna”, pontuou Wellington.

FLÁVIO DINO PATÉTICO: A JAULA É CULPA DE ROSEANA

Postado por Caio Hostilio em 14/out/2017 - 2 Comentários

Por Andrea Murad

Como tudo que acontece no governo comunista, não nos surpreende a justificativa patética do governador Flávio Dino de que a jaula em Barra do Corda é culpa de Roseana. Ele não tem vergonha de está há 3 anos, repito, 3 anos, no governo e ter coragem de dar uma declaração como essa? Ao culpar a ex-governadora, Flávio Dino demonstra apenas covardia pois sob nenhuma justificativa ele pode livrar-se da culpa de manter já quase em final do seu mandato uma jaula medieval como cela para presos dentro do sistema de carceragem do Estado. Fato confirmado pelo próprio delegado em entrevista dizendo “tratar-se de uma ala da carceragem da delegacia destinada a presos provisórios”, portanto espaço conscientemente destinado a prisão de pessoas.

Sempre que é pego em mal feitos, e para se safar da responsabilidade, Flávio Dino diz que a culpa é de Roseana como se essa justificativa sempre será suficiente para livra-lo de todos os crimes que comete. Logo ele que prometeu mudar tudo no Maranhão, acabar com as injustiças, recuperar 500 anos de atraso, dar dignidade aos encarcerados como disse quando tirou proveito das decapitações na Penitenciária de Pedrinhas. Cego pelo poder, faz pior que todos os seus antecessores. Essa jaula em Barra do Corda, assumida como local adequado para encarcerar presos provisórios, é típica do padrão de valores que norteiam o comportamento do governador, esquecendo que a qualquer governo cabe cumprir o que diz a Lei de Execução Penal, o Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária e as Regras Mínimas para o Tratamento de Prisioneiros.

Mas, para Flávio Dino ele é a lei, e a lei dele é a do “vale tudo pelo poder”, nem que pra isso a consequência seja a morte de pessoas inocentes sob a custódia do Estado como a do senhor Francisco Silva, empresário, considerado homem de bem em Barra do Corda, que teve o infortúnio de se envolver em um acidente de trânsito, acabou sendo preso pra ser morto, porque não dizer, “assassinado”. Basta ver as condições sub-humanas das delegacias no Maranhão, onde devem existir muitos “franciscos” sendo mortos e torturados dentro desse famigerado sistema implantado no governo comunista. O SINPOL, inclusive, denunciou há pouco tempo essa situação de desastre e calamidade em que se encontram as delegacias.

Os escândalos na Segurança Pública são constantes e o governador tem se portado inerte diante da gestão pífia de seu irresponsável e descontrolado secretário, aspirante a comunista, Jefferson Portela – quem desde o início de sua gestão defendi não ter capacidade para atuar à frente de uma pasta tão importante -, deixando as delegacias se deteriorarem pelo interior do estado e resumindo sua gestão a entrega de motocicletas e viaturas alugadas, verdadeira campanha eleitoral antecipada com prefeitos e deputados estaduais e federais.

É hora de providências enérgicas de todos que têm obrigação institucional de zelar e garantir os direitos dos cidadãos, que não podem ser tratados como animais, torturados até a morte por aqueles que tem a obrigação de zelar pela vida de quem está sob a guarda do Estado. As 1ª e 2ª Defensoria Pública de Barra do Corda, através dos defensores Jessé Mineiro e Igor Marques, documentaram  essa barbárie já denunciada a 12 instituições.

A existência dessa jaula a céu aberto, usuais nos tempos medievais para torturar, permanecem em pleno século 21, e não podemos permitir que Flávio Dino perpetue essa prática no Maranhão. Por isso, em Brasília, denunciarei Flávio Dino na Comissão de Direitos Humanos da Câmara Federal, e junto à ONU, por estar cometendo esse crime chocante contra a humanidade, revelando mais um cataclismo do seu governo, a falência total da dignidade humana.

PMDB: NOTA À IMPRENSA

Postado por Caio Hostilio em 14/out/2017 - Sem Comentários

Se a “guarda pretoriana” do Sr. Janot  cultivasse o cuidado de investigar para reconstruir a verdade dos fatos teria descoberto que o apoio do PMDB ao 2º mandato  do Presidente Lula foi sustentado em compromissos de políticas públicas expressas em sete pontos. Nenhum cargo, nenhum benefício, nenhuma vantagem esteve condicionando esta decisão.
O conteúdo desse projeto tratava das garantias de direitos sociais para os mais carentes, da ampliação dos acessos ao emprego e da renda para milhões de brasileiros e apoio aos fundamentos macroeconômicos que permitiam manter a inflação, os juros e o equilíbrio das contas públicas com rigoroso controle.
Os resultados positivos foram sentidos pela sociedade brasileira, sobretudo para os jovens, as mulheres e os negros que conquistaram grandes melhorias  em suas vidas.
As crises que abalavam o mundo não criaram perdas internas em nossa economia. No entanto, no auge do período do PT, sob o comando de Dilma Rousseff, a política econômica foi profundamente  modificada.
Velhas teses  foram recuperadas nos porões da história e é imposta aos brasileiros não só a perda das conquistas  recentes mas também o drama das consequências sociais, da carestia, do desemprego, dos juros altos, do desequilíbrio fiscal, da queda de qualidade dos serviços de saúde, educação  e segurança.
Sobre este desastre o PT se calou e suas lideranças apoiaram integralmente todas as políticas do governo Dilma no Congresso e fora dele.
O PMDB, como de hábito, diante de fatos graves firmou com clareza em documento sua posição, contraria. O texto “Uma Ponte para o Futuro” descreve a mais grave crise econômica de nossa história e apresenta as políticas a serem adotadas para sair dela.
No passado, na aprovação do Plano Real, da Lei de Responsabilidade Fiscal, da Reforma da Previdência, da criação do FIES e de várias políticas e leis que serviram ao crescimento do país, o partido apoiou, aprovou e se manteve defendendo esses pressupostos.
Esta atitude permanece a mesma! Se o governo do PT ignorou a gravidade da crise que denunciamos e nossas propostas, o PMDB, como sempre,  manteve-se firme em sua defesa por saber que este era o caminho para evitar mais miséria e sofrimento ao povo brasileiro.
A clareza da posição partidária afasta mais uma vez de nossa atitude qualquer proximidade com manobras políticas ou conspiração. Defendemos nossa posição e, como sempre, ouvimos as ruas e de suas vozes encontramos inspiração para mais uma vez ajudar a realizar os anseios de mudança da Nação.
O presidente Temer assume o governo para tirar o Brasil da mais grave crise econômica de nossa história, resguardar as conquistas sociais do nosso povo e restabelecer o ambiente administrativo-financeiro que permitisse ao governo cumprir suas obrigações essenciais.
O quadro era devastador: falta de confiança, desequilíbrio fiscal, inflação acima de 10%, os juros estavam em dois dígitos e eram 13 milhões de desempregados.
O PMDB sabia o que fazer para colocar o país nos trilhos. Tinha publicado com antecedência “Uma Ponte para o Futuro” e a “Travessia Social”.
E os resultados logo se fizeram sentir: a inflação é a mais baixa dos últimos 20 anos, a taxa básica de juros caiu para um dígito, a produção industrial e de veículos voltou a ter índices positivos. A safra de grãos deu um salto recorde, 242 milhões de toneladas. O saldo da balança comercial mais do que dobrou. E o Brasil voltou a empregar. Apenas em setembro, mais de 100 mil brasileiros reconquistaram seu emprego.
Mas os nossos adversários, os adversários do país livre, democrático e capaz de garantir a igualdade de oportunidades, não se conformaram com o sucesso que a política econômica do governo Temer rapidamente alcançou.
Eles, aliados às corporações que só querem manter seus privilégios, os míopes incuráveis dos desvios ideológicos e das práticas demagógicas, unidos, iniciaram uma campanha implacável e cruel contra o presidente Michel Temer e seu governo.
Sem um projeto para tirar o país da crise, pela qual são responsáveis, se juntaram para uma campanha de ataque moral contra a honra, a integridade e a honestidade do Presidente da República. Queriam derrubá-lo do governo e para tal não mediram os termos de seus ataques de infâmia, calúnia e difamação. O Presidente da República resistiu e resistirá.
Nesta luta, o PMDB e seus militantes estarão mais firmes na defesa desta política, deste governo, das esperanças de amplas camadas da sociedade brasileira de viver seus direitos sociais, econômicos e de uma vida digna e respeitada.
O Partido dos Trabalhadores mentiu em seu programa político. Fugiu do peso de suas responsabilidades sobre a grave crise que ele provocou no país, mascarou seus erros escondendo-se e com eles a principal responsável: o governo do PT comandado por Dilma Rousseff.
O presidente Michel Temer está construindo um legado de otimismo, confiança e crescimento.
O PMDB sabe disto. O povo sabe disto.

Prefeito Edivaldo recebe delegação chinesa visando ampliar parcerias na área de educação

Postado por Caio Hostilio em 13/out/2017 - Sem Comentários

Visando ampliar as parcerias e o intercâmbio entre São Luís e o governo municipal de Wuhan, cidade chinesa com a qual a Prefeitura de São Luís mantém parceria de cooperação bilateral, o prefeito Edivaldo recebeu, nesta quinta-feira (12), nova delegação da área da Educação do município de Wuhan, em audiência realizada no Palácio La Ravardière. A reunião foi também o primeiro compromisso oficial do prefeito e da vice-prefeita Criança de São Luís, Thiago Cutrim e Kimberly Saori, na função que lhes foi outorgada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), na quarta-feira (11).

Na audiência, Edivaldo destacou a importância da consolidação das parcerias entre São Luís e Wuhan, primeira cidade com a qual a gestão estabeleceu acordo de irmandade. O prefeito acrescentou que, no próximo domingo, 15, uma nova delegação de secretários municipais de São Luís partirá para uma nova missão na Ásia, entre os países está a China, em busca de investimentos nas áreas do turismo, comércio, educação, entre outras.

“O relacionamento institucional com a cidade de Wuhan tem sido extremamente proveitoso para o município em diversos aspectos. Estamos contabilizado muitos avanços no esforço de aproximar nossas cidades e garantir resultados relevantes fruto dessa união de irmandade. Nosso maior objetivo é promover a expansão das relações internacionais de São Luís com outras cidades do mundo, buscando firmar parcerias com cidades que têm expertise nas áreas em que buscamos progredir e Wuhan tem nos proporcionado isso”, afirmou Edivaldo.

Na reunião, o diretor geral do Departamento de Educação de Wuhan, Xu Dingbin, ressaltou a importância da parceria entre as cidades co-irmãs. “São Luís tem potenciais diversos e percebemos que muitas das ações têm foco na educação. Nós, que somos da área educacional, nos colocamos à inteira disposição da cidade para ampliarmos esta parceria e colaborarmos com o que for possível no setor. Queremos também absorver o que o município tem de melhor a nos apresentar”, disse o diretor.

Também participaram da reunião os secretário municipais Moacir Feitosa (Educação), Antonio Calado (adjunto de Governo), Socorro Araújo (Turismo); o pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade Federal do Maranhão, Alan Kardec Duailibe e o assessor jurídico da Secretaria de Articulação Institucional (Semai), Diego Aceiza Nunes, que, no ato, representou a titular da pasta, Ana Paula Nogueira. E a comitiva chinesa formada por Peng Xiambio Dingbin, Zh Sibiao, Guo Junchum, Zhang Nianqiamg.

Na ocasião, o secretário de Educação, Moacir Feitosa, apresentou à delegação chinesa o programa municipal ‘Educar Mais”, que tem em seu bojo pilares importantes que visam à qualidade do ensino e à melhoria dos indicadores educacionais do município, por meio de ações concretas como a reforma e requalificação de escolas da rede, a capacitação continuada dos educadores e a implantação de sistema próprio de avaliação em larga escala, que garantirá ao gestor escolar e ao professor as ferramentas e dados para diagnósticos da realidade escolar, capazes de auxiliar na elaboração de soluções para os problemas identificados pela avaliação.

Feitosa pontuou ainda os resultados positivos que a capital maranhense está tendo com a mútua cooperação entre as duas cidades, na área da educação. Entre as ações de intercâmbio já consolidadas na área está a participação de estudantes da rede municipal de ensino de São Luís no Acampamento de Verão de Amizade Internacional da Cidade de Wuhan, realizado pelo Governo Popular Municipal chinês, com o objetivo de desenvolver a compreensão dos adolescentes sobre a cultura chinesa e os costumes locais.

O evento aconteceu de 19 de junho a 2 de julho deste ano. As aulas que os alunos tiveram durante o acampamento em Wuhan abordaram aspectos culturais e educacionais como arte tradicional, artes marciais, música, fonética e conversação do mandarim, caligrafia e pintura com pincel chinês. Os alunos contaram com apoio financeiro para passagens, estudo do mandarim, alojamento e alimentação. Outro ação importante fruto da parceria foi a participação de seis jovens alunos da rede pública no ‘Encontro de Artes Marciais e Cultura’, realizado também em Wuhan, no fim de agosto.

Ainda na área da educação, como resultado do relacionamento de cooperação bilateral com o governo municipal de Wuhan, está em vias de ser concretizada a instalação do Instituto Confúcio, em parceria com a Universidade Federal do Maranhão (Ufma). O objetivo é desenvolver projetos diversos, entre eles, o ensino do mandarim (idioma oficial da China) e outras capacitações voltadas aos jovens. A iniciativa também é fruto de parceria articulada pela Prefeitura de São Luís, o Governo do Estado e a Ufma.

O Instituto Confúcio é uma instituição chinesa não lucrativa, cujo objetivo é promover a cultura do país, dando suporte ao ensino da língua chinesa em todo o mundo, bem como difundir a cultura e os costumes chineses ao redor do mundo. O objetivo é dar oportunidade para que estudantes da rede municipal e estadual, funcionários governamentais e técnicos de empresas privadas possam desenvolver o estudo do mandarim, além de entender questões importantes da cultura e da história desse país.

A reunião realizada nesta quinta-feira (12) foi mais um passo dado para avançar ainda mais também em outros setores que já estão sendo discutidos com o governo de Wuhan, principalmente nas áreas do comércio, indústria, mobilidade urbana, tecnologia, turismo, infraestrutura, entre outras. Atualmente, a China é o principal parceiro comercial do Brasil e muitos dos produtos que são exportados para aquele país são produzidos no Maranhão ou passam pelo Maranhão, pelo Porto do Itaqui.

MPF denuncia prefeito de Brejo (MA) por dano de R$ 361 mil ao erário

Postado por Caio Hostilio em 13/out/2017 - Sem Comentários

José Farias de Castro deixou de prestar contas dos recursos destinados a programas de educação no município nos exercícios dos anos 2010, 2011 e 2012
O Ministério Público Federal (MPF) denunciou o prefeito de Brejo (MA), José Farias de Castro, por dano ao erário de mais de R$ 361 mil devido à omissão no dever legal de prestar contas sobre a aplicação de recursos recebidos pelo Ministério da Educação (MEC) para programas de educação no município. A ação penal pública foi apresentada pelo procurador regional da República Ronaldo Meira de Vasconcellos Albo ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região.
Segundo a denúncia, o prefeito deixou de realizar prestação de contas nos anos de 2010, 2011 e 2012 sobre a aplicação de recursos recebidos pelo MEC através de diversos programas, dentre os quais, o Programa Brasil Alfabetizado (Bralf). No exercício de 2010, foram repassados R$ 93.900,00 ao município; no ano de 2011, foram repassados R$ 126.700,00; e, em 2012, foram repassados R$ 141.115,68. Não houve prestação de contas em relação ao total de R$ 361.715,68 do valor repassado nos três anos.
Além de várias notificações recebidas pelo prefeito, o crime está comprovado por ofício emitido pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (Fundeb), informando que não consta no Sistema de Gestão de Prestação de Contas (SiGPC) registros por parte da prefeitura comunicando os dados das prestações de contas sobre os exercícios de 2010, 2011 e 2012, apesar de o prazo ter encerrado em 20/05/2017.
O MPF pede a condenação do denunciado pelo crime de deixar de prestar contas no devido tempo, praticados três vezes, em continuidade delitiva.
A denúncia aguarda recebimento pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1).

Agricultores de assentamento estadual destruído por incêndio no ano passado clamam por ajuda do governo

Postado por Caio Hostilio em 13/out/2017 - Sem Comentários

Durante visita ao município de Governador Luiz Rocha, quando fez a entrega de uma patrulha mecanizada para a Associação Cocin, no último final de semana, o deputado federal Hildo Rocha foi convidado por trabalhadores e trabalhadoras rurais do município para uma reunião que teve como pauta principal a situação de calamidade dos moradores do Povoado Boca da Mata. Há mais de ano, a comunidade sofre as consequências de grande incêndio que destruiu praticamente tudo que era produzido no assentamento: gado; pasto; lavoura e algumas casas.

Abandonados pelo governo comunista

As lideranças informaram que um secretário de Estado, acompanhado de auxiliares do governador Flávio Dino estiveram no local, mas nenhuma providência concreta chegou à localidade. Diante do abandono, por parte do governo estadual, a comunidade pediu ajuda ao deputado.

“Por se tratar de assentamento estadual, preciso verificar se existem meios de conseguir algum tipo de ajuda do governo federal. Portanto, não posso prometer soluções, mas, irei buscar alternativas para amenizar o sofrimento das famílias”, declarou Hildo Rocha.

Legado do governo Roseana

O deputado lembrou que o assentamento foi implantado pela ex-governadora Roseana Sarney, por meio de ação do Instituto de Terras do Maranhão (Iterma), órgão que também foi criado durante a gestão da sua ex-governadora para cuidar da regularização fundiária no Maranhão.

“Já entrei em contato com a superintendência do Incra, no Maranhão, para agendar reunião na qual daremos os primeiros passos na busca de alternativas. Precisamos fazer algo para que que essas famílias voltem a ter condições de produzir”, enfatizou Hildo Rocha.

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog