Arquivo de Janeiro de 2012

SAMBA DO CRIOULO DOIDO NA EDUCAÇÃO FEDERAL!!!

Postado por Caio Hostilio em 30/jan/2012 - 15 Comentários

Maria Ruth

mariaruth16.maranhao@hotmail.com

Professor Caio, lembra quando informei que coisas estranhas vêm ocorrendo em nome da “expansão da Educação Federal”??? 

Encaminho provas das irregularidades.

O IFMA abriu inscrições para a seleção de servidores ativos e inativos do Instituto para atuarem no Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego – Pronatec em vários campi.

http://www.ifma.edu.br/index.php/departamentos/3451-bacabal-aberta-selecao-de-servidores-para-atuar-no-pronatec

1.       O Diretor Pró-Tempore do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão – Campus São João dos Patos, no uso de suas atribuições, torna público que estarão abertas no período de 25/01/2012 a 26/01/2012 as inscrições para a seleção de servidores ativos e inativos do IFMA para atuar como Professores nos Cursos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego – PRONATEC, observadas as disposições contidas no Edital N° 002, DE 25 DE JANEIRO DE 2012. No quadro de vagas a serem ocupadas por professores do IFMA há uma carga horária de 6horas e em outra 20horas para LEGISLAÇÃO TRABALHISTA e LEGISLAÇÃO TRABALHISTA E PREVIDENCIÁRIA, respectivamente. E de acordo com o Edital a formação mínima exigida é POSSUIR BACHARELADOEM DIREITO OU FORMAÇÃOSUPERIOR EM QUALQUER ÁREA DO CONHECIMENTO. Ora, no Campus São João dos Patos não há professores de DIREITO, as disciplinas dos cursos técnicos e superior de meio ambiente e administração são ministradas por professores de outras áreas, justamente porque é uma prática do IFMA. As disciplinas de DIREITO, que envolvem formação, aprovação na área e nomeação, são tratadas como se qualquer coisa fosse. Se fosse diferente, por que colocar como exigência mínima formação em qualquer área do conhecimento. Ou seja, professor de matemática, artes, dança, física, educação física, português, biologia e outras áreas podem ministrar LEGISLAÇÃO TRABALHISTA e PREVIDENCIÁRIA. Vê-se com clareza como é tratada a qualidade do ensino jurídico. Não há curso de DIREITO no IFMA, mas disciplinas de DIREITO em cursos como Administração, Meio Ambiente, Edificação, Serviço Público, Cooperativismo, Vendas, Comércio e outros não podem ser tratados dessa forma. Anexo o referido Edital.

2.        O Diretor Pró-Tempore do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão – Campus São Raimundo das Mangabeiras, no uso de suas atribuições, torna público que estarão abertas no período de 26/01/2012 a 27/01/2012 e de 30/01/2012 a 31/01/1012 as inscrições para a seleção de servidores ativos e inativos do IFMA para atuar como Professores nos Cursos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego – PRONATEC, observadas as disposições contidas no Edital n.º 01, de 24 de janeiro de 2012. Igualmente encontramos a mesma citação acima indicada. Senão vejamos: O edital oferta vaga no CURSO FIC DE PROGRAMADOR WEB para disciplina de LEGISLAÇÃO EM INFORMÁTICA com carga horária de 04horas. E qual é o requisito mínimo exigido? Ora, Bacharelado em Administração, Contabilidade, Informática e/ou áreas afins. Nem Direito tem! Ou seja, hermenêutica jurídica e o diploma de Direito não valem nada para o IFMA. Qualquer um pode ministrar disciplinas de Legislação, principalmente numa área tão nova, como Legislação de Informática. O exercício ilegal é escandaloso. No Campus São Raimundo das Mangabeiro não há professores de Direito, outros professores de outras áreas ministram disciplinas de direito. O Edital prova isso!

  3.  O Diretor da Diretoria de Desenvolvimento de Ensino, no exercício da Direção-Geral do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão – Campus Santa Inês, no uso de suas atribuições, torna público que estarão abertas no período de 24/01/2012 a 26/01/2012 as inscrições para a seleção de servidores ativos e inativos do IFMA para atuar como Professores nos Cursos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego – PRONATEC, observadas as disposições contidas no Edital n.º 02, de 24 de janeiro de 2012. No Campus de Santa Inês, não há professor de Direito. As disciplinas são entregues a outros professores de outras áreas. E conforme o Edital acima indicado neste item verificamos que no Curso de Auxiliar de Pessoal, a disciplina CONSOLIDAÇÃO DAS LEIS TRABALHISTAS – CLT, que tem carga horária de 20horas, é ofertada para aqueles professores do IFMA que tenham graduação em contabilidade, economia ou direito. Ora, você pode ser aprovado e nomeado para outras áreas, mas se é formado em DIREITO, pode ser professor de DIREITO, é isso que o IFMA que dizer? Que absurdo! E a qualidade do ensino, porque o concurso visa exatamente escolher entre aqueles que concorrem nas provas objetiva e didática os melhores e mais bem preparados para o magistério do DIREITO, que no IFMA é tratado como se qualquer coisa fosse.

4.  A Diretora de Desenvolvimento do Ensino, no exercício da Direção Geral do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão – Campus Timon, no uso de suas atribuições, torna público que estarão abertas no período de 26/01/2012 a 31/01/2012 as inscrições para a seleção de servidores ativos e inativos do IFMA para atuar como Professores nos Cursos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego – PRONATEC, observadas as disposições contidas no Edital n.º 02, de 26 de janeiro de 2012. Novamente a mesma questão: o Campus Timon não possui em seus quadros professores de Direito, apenas remendos que prejudicam a qualidade do ensino e a nomeação dos candidatos aprovadosem DIREITO. Mascomo vemos, esse Edital também deixa bem claro como o Direito é tratado. No CURSO FIC DE PROMOTOR EM VENDAS é ofertada vaga para a disciplina de DIREITO DO CONSUMIDOR, com carga horária de 16horas. E qual a exigência mínima? Ora, bachareladoem Administração. Nem Direitotem! No CURSO FIC DE PROMOTOR EM VENDAS é ofertada vaga TAMBÉM para a disciplina de LEGISLAÇÃO TRIBUTÁRIA, com carga horária de 12horas. E qual a exigência mínima? Ora, bachareladoem Administração. Nem Direitotem! No MESMO CURSO, é ofertada vaga para a disciplina de LEGISLAÇÃO SOCIETÁRIA, com carga horária de 14horas. E qual a exigência mínima? Ora, bachareladoem Administração. Nem Direitotem! Também é ofertada vaga para a disciplina de PROCESSOS ADMINISTRATIVOS, com carga horária de 14horas. E qual a exigência mínima? Ora, bacharelado em Administração.

 Estes são apenas 4 exemplos comprovados da prática do IFMA em relação as disciplinas do Direito, isso só nos cursos do PRONATEC, contudo há os cursos técnicos e superiores que apresentam uma situação ainda mais escandalosa.

Fica a pergunta: Professor Caio, o PRONATEC tem qualidade?

Diante de todos os seus argumentos acima, fica difícil que exista qualidade no PRONATEC. Não se faz educação com quantidade e sim com qualidade… Não adianta construir lindas instalações físicas, sem que se tenha o principal, o ensino/aprendizagem de qualidade. O princípio de uma educação de qualidade está pautada numa linha pedagógica bem traçada, uma avaliação questionadora e crítica e na formação continuada do corpo do docente, sem isso não existirá qualidade… Muitos pensam que prédios bonitos e laboratórios bem montados são reflexos de uma educação de qualidade. Lendo engano!!! Se não houver um corpo docente que saiba transmitir didaticamente para uma turma heterogênea, onde cada um tem formas diferentes de assimilação, não haverá nunca ensino/aprendizagem… Eis a questão!!!

Caramba!!! Atleta Norte America é atendida na UPA do Araçagy e fica maravilhada com o atendimento… Aí Flávio Dino, quando é que você terá coragem em fazer uma visitinha?

Postado por Caio Hostilio em 30/jan/2012 - 10 Comentários

Duas craques da equipe maranhense de Basquete precisaram de atendimento ortopédico, Crystal Kerly (Norte Americana) e Milena (Paulista) na Upa do Araçagy.

As mesmas foram prontamente atendidas e estiveram sob os cuidados do Dr. Fabio Assis (Ortopedista),  ambas tiveram diagnóstico de entorse no tornozelo de Grau II.

As atletas estavam acompanhadas da diretora da UPA Itaqui Bacanga, do Fisioterapeuta e do Preparador Físico da equipe do Maranhão Basquete que atualmente disputam a liga Nacional de Basquete Feminino representando o Estado do Maranhão.

Todos puderam comprovar a eficiência de um Serviço de Saúde Pública de Qualidade. A Norte Americana Crytal Kerly elogiou bastante o atendimento prestado desde o acolhimento até a consulta médica.

A atleta paulista Milena ficou impressionada com as instalações e o atendimento prestado pela UPA e aproveitou para parabenizar pela excelente assistência em saúde que o Maranhão presta a sua população.

Flávio Dino, aproveita o convite do secretário Ricardo Murad e vai visitar as instações das UPAs e dos hospitais!!! Você ficará maravilhado!!!

Ele está certinho!!! Ministro diz que Estado deve fazer mídia para a classe C

Postado por Caio Hostilio em 29/jan/2012 - Sem Comentários

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho (PT), afirmou durante discurso no Fórum Social Temático, que a chamada nova classe média não pode ser deixada “à mercê” dos meios de comunicação no país. 

Ele disse ainda que o governo deve “radicalizar” a democracia e investir em comunicação de massa, sem uso de autoritarismo.

“Toda essa gente que emerge ficará à mercê da ideologia disseminada pelos meios de comunicação?”, perguntou Carvalho a uma plateia formada por ativistasem Porto Alegre(RS). 

“Aqui, com todo o cuidado, o Estado pode ter uma vertente autoritária. Como fomentar um processo de ampla comunicação de massa que possa ser o palco desse grande debate democrático?”, questionou. 

Ainda no debate, o governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro (PT), acusou a mídia de fazer campanha contra políticos “em escala global”. De acordo com Tarso, o objetivo seria “a despolitização e a despartidarização na democracia”.

É… Esse foi o grande erro aqui no Maranhão!!! O grupo Sarney se tornou vítima de uma difamação sem que fizesse o que o ministro está chamando a atenção… Resultado? Muitas inverdades contadas muitas vezes se tornaram verdades e ficaram condicionadas na cabeça de parte da população maranhense, que realmente acredita que Sarney só não é dono da Fábrica de cuscuz Ideal e da de Papagaio Caveira, além de ser responsável até por todos os chifres que as mulheres colocam seus maridos… Pensavam que o povo não se deixaria levar por essas histórias mirabolantes!!!

Brasil 6 X 4 Maranhão, com show do auxiliar de eletricista Samuel…

Postado por Caio Hostilio em 29/jan/2012 - 3 Comentários

O jogo entre a Seleção Brasileira de Futsal contra a Seleção Maranhense de Futsal, hoje (29), no Ginásio Castelinho, ficará marcado para a história do esporte maranhense.

Primeiramente, gostaria de parabenizar a Secretaria de Esporte do Estado, que vem trazendo grandes eventos, coisa que já não acontecia há muito tempo no Maranhão e ao cidadão maranhense, que vem mostrando que ama o esporte e tem o prazer de valorizar seus atletas e respeitar os grandes astros brasileiros. Parabenizar o presidente da Federação de Futsal do Maranhão, Alim Neto, que trouxe a Seleção Brasileira para prestigiar o povo maranhense.

Falar de Seleção Brasileira para mim é falarem Falcão… Ele é o verdadeiro sentido de atleta, pois pratica por amor, joga porque gosta de brincar de jogar bola… Os grandes astros do esporte sempre foram assim… Eles não viam seus adversários, simplesmente jogavam, ou seja, brincavam… Para Garrincha tanto fazia ser o São Cristovão com a Seleção da Itália… Ele jogava, brincava e fazia o povo feliz… Falcão faz isso com maestria… Suas jogadas hoje foram simplesmente fantásticas… Que domínio, classe, desrespeito com a bola, mas com respeito com o adversário… Maravilhoso…

Nas palavras, Falcão é um camarada simples de bom tato. Disse que adorou o Maranhão e a torcida, que em alguns momentos vibrava com a seleção brasileira e em outros com a maranhense e que gostaria muito que tivesse um jogo internacional da Seleção Brasileira aquiem São Luís, visto que o calor humano é muito bom e agradável…

Mas a minha emoção maior foi entrevistar o grande astro da partida, o auxiliar de eletricista, Samuel, que me disse que trabalha na D9 como auxiliar de eletricista e que joga por prazer e quando tem tempo, pois nunca teve oportunidade de jogar em um grande time… “Estou com 27 anos, sou auxiliar de eletricista, nunca tive incentivo, queria ser jogador, mas não deu porque tive que trabalhar desde cedo”…

A Seleção Maranhense mostrou que tem grandes jogadores, que se treinassem com a estrutura que os jogadores da Seleção Brasileira treinam e são tratados, com alimentação balanciada, vitaminas, tratamento médico e odontológico, poderiam até sair com a vitória… Samuel foi o melhor em quadra, Junior Negão mostrou grande habilidade e vale investir nele, o mesmo com o Cleiton… O goleiro Pedro mostrou ser um gato, fez defesas maravilhosas, um reflexo que poucos goleiros têm…

Mas o Samuel joga por música… Uma estrela que nasceu para viver no anonimato, ofuscada, mas teve um dia de brilho, ao fazer dois gols, com jogadas sobre os dois maiores astros da seleção Brasileira, Falcão e Schumacher… Valeu Samuel!!! Que o dia de amanhã, você possa subir nos postes e de lá poder dizer: “Fiz dois gols contra a Seleção Brasileira de Futsal”!!!

Espera-se que tanto o governo quanto a iniciativa privada invistam no esporte, pois os exemplos estão aí, com os times de basquete e futsal do Maranhão, mostrando que basta um pouco de boa vontade, que fenômenos surgirão e o povo terá sempre o prazer em encher estádios e ginásios esportivos…

Que saudade da esquerda de 30 anos atrás…

Postado por Caio Hostilio em 29/jan/2012 - Sem Comentários

Embora coerente na abordagem da desencantada relação  política dos jovens com os partidos políticos, a análise que repasso baixo pode induzir à falsa idéia de que os adultos têm ainda uma relação proativa com estes partidos que povoam o universo político, o que não é verdade há muito tempo. Principalmente no Brasil, onde estas agremiações tornaram-se meros espaços de manobras pessoais oportunistas ou abrigos camuflados para grupelhos e tendências que, por si só, não teriam expressão alguma.

À direita esta realidade manipuladora sempre existiu, mas, à esquerda, foi-se o tempo do sonho coletivo partidário, onde utopias comuns uniam as pessoas acima das especificidades ideológicas. O pragmatismo maquiavélico de há muito retornou como a palavra de ordem para todo o espectro político, matando o jardim dos sonhos de mudanças e/ou afastando aqueles que ainda se negam à prostituição política.

O que eram e o que são hoje os partidos de esquerda, por exemplo, a começar pelo mais antigo deles, o Partido Comunista? Que histórias construíram os partidos ao longo do tempo, a não ser uma infindável troca de nomes para maquiar os fracassos e continuar iludindo as redes sociais? E o pior: ainda culpam os eleitores quando eles elegem, em protesto, figuras excêntricas. Agem no mais claro pragmatismo partidário e culpam os eleitores quando eles elegem, também pragmaticamente (pelos resultados concretos em suas vidas), pessoas diferenciadas do ramerrão histórico em que nos mergulharam. Afastaram-se do povo com suas manobras cínicas e quando este povo escolhe alguém como líder pessoal de seus anseios, adjetivam de populismo. E a miopia destes grupos partidários é tanta, que ainda precisam fazer pesquisa para descobrir porque eles não mais catalisam a participação social…

Quando me lembro de 30 anos atrás, na época dos últimos e desesperados suspiros da participação partidária popular, revejo as ruas lotadas e democraticamente vibrantes, militantes voluntários aos milhares, adultos e jovens transpirando idealismo e certezas. Hoje, até mesmo o PT, o mais vibrante de todos e o de identificação popular mais profunda, já precisa alugar militantes para balançar bandeiras…

Gente, de há muito, todos nós nos desencantamos com os partidos. O que os jovens de hoje têm de diferente é o acesso virtual, que lhes permitiu a ampliação das redes sociais e a condução das suas próprias vontades, coisa que não tivemos ao nosso tempo de jovens sonhadores e crentes na luta popular. O resto, este lixo que denominamos de partido político, daqui a pouco não servirá nem mesmo para aterro sanitário…

Acho que um candidato virou mercadoria, o pragmático PSDB, por exemplo, contrata agências de  publicidades para saber se a marca tucana está bem diante da opinião pública. Sucessivamente derrotado três vezes na tentativa de voltar à Presidência da República,o PSDB entende que errou  ” na comunicação”. A  agência não trabalhou direito o produto. Ou,  como quer Fernando Henrique Cardoso, não focou adequadamente o consumidor-alvo. “O partido precisa aprender a vender o peixe’, diz o grão-tucano, sem piscar diante da palidez das  guelras.

 A transfiguração da linguagem política  em clichê empresarial tornou-se uma prática  suprapartidária aqui e alhures, em consonância com a supremacia da lógica financeira sobre todas as dimensões da vida social. A finança comanda e pauta a democracia, em vez de ser contrastada e regulada por esta. Os partidos sancionam a transfiguração suicida. Dissolve-se  o alicerce da participação social com descrédito consequente nas organizações políticas.

Apenas me resta uma pergunta: A sociedade se afastou dos partidos ou  eles se afastaram das ruas? Mas quando se fala em rua, não é com o intuito de baderna, mas sim de luta democrática, como as da “Direta Já”… Ali foi o último movimento realmente suprapartidário em prol de uma causa justa e democrática acontecida nesse país!!! Quem teve a oportunidade de vivenciar aquele movimento sabe o que é de fato o verdadeiro sentido ideológico contra qualquer tipo de arbitrariedade imposta… JHabermas

Notícias esportivas

Postado por Caio Hostilio em 28/jan/2012 - Sem Comentários

Esgotados ingressos para amistoso entre Maranhão e Brasil

Não há mais ingressos disponíveis para o amistoso deste domingo (29), entre as seleções Brasileira e Maranhense. Na manhã deste sábado (28), os últimos ingressos para o jogo inédito foram vendidos. Ao todo, a Federação de Futsal do Maranhão (Fefusma) disponibilizou 5.200 ingressos, sendo 5.000 para o setor das arquibancadas e 200 para as cadeiras. Maranhão e Brasil entram em quadra às 10h deste domingo. A partida será realizada no Ginásio Castelinho. O amistoso entre as seleções Brasileira e Maranhense de futsal é promovido pela Federação de Futsal do Maranhão (Fefusma), têm o patrocínio de Óticas Diniz, Armazém Paraíba e Unimed, além do apoio do governo do Estado.

Enfim, o Ginásio Guioberto Alves entregue aos atletas…

O secretário de Estado do Esporte e Lazer, Joaquim Haickel, entrega às 8h deste domingo (29), o Ginásio Guioberto Alves. A tradicional praça esportiva, instalada no Bairro de Fátima, recebeu obras de melhorias na estrutura e parte física. Além do secretário Joaquim Haickel, participam da solenidade o presidente da Confederação Brasileira de Futebol de Salão (CBFS), Aércio de Borba Vasconcelos, e o secretário-adjunto da Sedel, Alim Maluf Neto, que também é o presidente da Federação de Futsal do Maranhão (Fefusma). A partir de agora, o Ginásio Guiberto Alves ficará sob a responsabilidade da Fefusma. Após a solenidade, a comitiva segue para o Ginásio Castelinho, onde, às 10h, ocorre o amistoso entre as Seleções Brasileira e Maranhense de Futsal, evento comemorativo aos 400 anos de São Luís.

Ministro do Turismo e Pelé se encontram em Santos

O ministro do Turismo, Gastão Vieira, estará na próxima segunda-feira (30), em Santos (SP), para uma agenda de visitas em companhia do rei Pelé e dos ministros do Esporte, Aldo Rebelo, e da Secretaria de Portos, José Leônidas. O grupo vai conhecer as obras do ‘Museu Pelé’ e outros projetos relacionados à revitalização e reurbanização da zona portuária da cidade, com as quais Santos se prepara para receber turistas na Copa do Mundo de 2014. No final da tarde, o ministro Gastão Vieira, o prefeito de Santos, João Paulo Papa, e a secretária municipal de Turismo, Wânia Seixas, inauguram o primeiro restaurante-escola da Baixada Santista.  A obra foi financiada com recursos do Ministério do Turismo e da prefeitura, como opção para aumentar a oferta de empregos e de qualificação para jovens carentes do município.

Os Tupinambás é o Pai de Santo Dedo no Futi…

Postado por Caio Hostilio em 28/jan/2012 - Sem Comentários

Pai de Santo Dedo no Futi, como lhe disse antes, a Vila do Vinhais eram terras pertencentes a toda poderosa Ana Jansen, local de onde retirava água potável para venderem São Luís, cujo porto no local, igreja, cemitério foram o que restaram da sua antiga propriedade, visto que aquela área foi invadida e até hoje a prefeitura vem enganando o povo. Para você ter uma idéia, Pai Dedo do Futi, até hoje os poços de Ana Jansan estão lá, tem alguns perto da garagem da São Benedito… Então não tem esse papo de bairro mais antigo de São Luís…

Essa é a última vez que vou lhe ajudar Pai de Santo Dedo no Futi… Vou lhe falar sobre os índios Tupinambás.

Pai Dedo no Futi, os tupinambás eram uma nação indígena que habitava várias áreas do litoral brasileiro. As diversas tribos tupinambás possuíam uma língua comum, conhecida como tupi – talvez aí esteja à confusão estabelecida por suas entidades e por aqueles que inventaram essa história – porém não mantinham uma unidade e chegavam até mesmo a guerrearem entre si.

Dedo do Futi, os tupinambás fizeram parte da Confederação dos Tamoios, entre 1556 e 1567, na luta contra os colonizadores portugueses.

Sabe qual era a característica marcante dos tupinambás, Pai de Santo Dedo no Futi? A prática do canibalismo. Acreditavam que ao consumirem a carne de pessoas, poderiam adquirir suas qualidades (inteligência, coragem, habilidades bélicas, etc). Que registro histórico de canibalismo houveem São Luíspor índios? Sabe-se de magias negras!!!

Assim como outras nações indígenas, os tupinambás foram aos poucos desaparecendo ao entrarem em contato com os colonizadores portugueses.

Desde 1519 os tupinambás mantiveram relações amistosas com os portugueses e, a partir de 1525, estabeleceram comércio com os franceses. Segundo Anchieta, em 1531 repudiaram a amizade dos lusos, “em virtude dos agravos recebidos”. Empenharam-se então em guerras constantes, que tiveram conseqüências desastrosas. O último foco de resistência indígena foi desbaratadoem Cabo Frio, em 1574, com número incalculável de mortos e cerca de dez mil prisioneiros. Migraram então em todas as direções. No rio dos Patos, no Sul, entraram em conflito com os carijós, grupo que habitava entre a barra de Cananéia e o Rio Grande do Sul.

No sertão, formaram novos aldeamentos e se tornaram conhecidos como ararapes. Na terceira década do século XVII viviam no rio São Francisco, junto aos amoipiras, ramo tupinambá segregado. No fim desse século, praticamente desapareceram dos registros.

Os tupinambás da Bahia viviam no litoral, entre Ilhéus e a foz do São Francisco, adentrando quase 500km pelo sertão. Também empenhavam-se em lutas constantes com grupos tribais vizinhos: pelo norte, com os caetés, distribuídos do São Francisco à Paraíba, e com os potiguares, das costas da Paraíba e do Rio Grande do Norte; pelo sul, com os botocudos, oriundos do rio Caravelas, e os tupiniquins; pelo interior, com diversos grupos tapuias e com os tupinas. Em 1567, oitenta mil índios estavam aldeados pelos catequistas ou haviam sido escravizados.

Os sobreviventes perambulavam pelos sertões e, nessas caminhadas, juntaram-se aos do Rio de Janeiro e a grupos que deixavam Pernambuco. Entre 1560 e 1580 disseminaram-se pelo Nordeste, ocupando terras desde a serra de Ibiapaba até afluentes do rio Amazonas. Suas concentrações maiores eram Tapuitapera, Cumá e Caeté, no Maranhão. Ao findar o século XVII, a colonização progressiva empreendida pelos europeus havia banido definitivamente os tupinambás do litoral. A escala seguinte foi a ilha de Tupinambarana, ocupada a partir de 1600 por contingente numeroso, que dali prosseguiu para o interior, até atingir, em 1639, o rio Negro.

Em 1660, os jesuítas tentaram a catequese dos índios de Tupinambarana, seguindo a técnica usual de promover aldeamentos aos quais incorporavam índios de outros grupos, como os poraioamas, os mojoaras, os pataruanas, os andirás, os areretus e os sapapés. Em meados do século XVII já não existiam ali grupos tupinambás independentes e, ao findar o século seguinte, já não causavam problemas aos novos donos das terras. Terminara, para a história oficial, sua contribuição ao processo de formação da sociedade colonial brasileira.

Então, Pai de Santo Dedo no Futi, se existe algum sítio arqueológico dos tupinambás ainda, eu sugiro ao senhor que encarne as aventuras de Indianas Jones e parta com gosto e com gás para todas essas localidade constantes na trilha indicada acima… Ah!!! Não esqueça em levar repelente!!!

Caramba!!! Lauro Jardim ganha dinheiro fácil e nem se preocupa em buscar as informações para enriquecer a matéria plantada…

Postado por Caio Hostilio em 28/jan/2012 - 10 Comentários

Que a rapaziada da Revista Veja adora uma grana extra, isso ninguém tem dúvida… Eu não sou contra, pois os otários estão aí mesmo para plantar matérias e pagam caro com o dinheiro público… Tem aqueles que no desespero e na ganância pelo poder vai à conversa de asseclas medíocres, que esquece que o chefe tem o rabo amarrado num pedaço de toco no caminho… Eita Tom Jobim!!!

Depois de receber sua grana para passar o seu final de semana na Baixada Santista, Lauro Jardim editou a seguinte matéria: Coisas que só acontecem no Maranhão, cujo foco era dizer que o juiz Sérgio Muniz deveria ter se declarado impedido de realizar a tarefa, uma vez que é filho do secretário adjunto da Casa Civil de Roseana, Antonio Muniz e que o juiz José Carlos Souza e Silva, que votou pela volta do processo para mãos de Sérgio Muniz é foi presidente da Fundação José Sarney.

Vamos clarear um pouco mais essas informações. Ora bolas!!! Catatau, você deveria dizer a Zé Colméia que não seria uma boa gastar esse dinheiro plantando essa matéria no Lauro Jardim, ainda mais com dinheiro da Empresa que ele administra!!! Isso já é imoral… Por outro lado, dizer: “Chefe, o senhor não pode esquecer que seu pai também é um dos adjuntos da Casa Civil do governo de Roseana.

Agora, vamos ao mais interessante de toda essa historia. A do juiz José Carlos e Silva… Ao não nomear um sucessor para Haroldo Lima na diretoria-geral da Agência Nacional de Petróleo (ANP), a presidente Dilma Rousseff inovou e criou a função de diretor-geral-adjunto para Helder Pintor Queiroz Júnior. O cargo não está previsto nas regras da instituição. Há uma situação esdrúxula na ANP. Haroldo Lima foi nomeado para o cargo por ser do PCdoB. O partido tem outro diretor na ANP: Allan Kardec Duailibe. O esquisito é que Duailibe é maranhense. Nesse estado, o PCdoB é inimigo figadal da família Sarney. Você sabe quem é Allan Kardec do PCdoB? Simplesmente, ele é genro do juiz José Carlos e Silva…

Então, ele deveria se declarar impedido por fazer parte de que lado?

Apenas uma perguntinha básica: Zé Colméia, você como um ex-juiz federal, não acha que esse processo sendo conduzido por um juiz federal, ou seja, amigo seu de magistratura, quiçá até do mesmo concurso, também não deveria se declarar impedido, ainda mais pela velocidade astronômica que queria dar a oitiva?

Ninguém é besta!!! Ou você pensa – só porque se acha professor de deus – que ninguém perceberia essa manobra macabra? Quem em sã consciência não sabe do corporativismo existente dentro da magistratura, ainda mais sabendo que o beneficiado seria um ex-juiz, ainda mais da Justiça Federal, da qual o juiz apresado faz parte? Quer enganar quem? Seria providencial também que o TRE/MA explicasse a redistribuição desse processo sem que houvesse ainda a decisão de que o relator continuaria naquela Corte!!!

Aí Lauro Jardim… Como a grana foi boa, sugiro as prais de São Vicente… Cara, dizem que estão menos poluidas que as de Santos!!!

Axixá em caos!!!

Postado por Caio Hostilio em 27/jan/2012 - 2 Comentários

A prefeita Sônia simplesmente não vem pagamento o funcionalismo público e a vida virou um verdadeiro pandemonio.

Os comerciantes estão sem vender e sem receber os débitos contraídos pelos funcionários. “O dinheiro não está circulando na cidade. Estamos vivendo um caos. Pode haver saques nas lojas, porque o povo não tem dinheiro e não tem nada para comer em casa”, disse um comerciante apavorado.

A Casa Lotérica fechou as portas, pois as pessoas aguardam algum tipo de benefício para que saiam da situação em que estão.

Os professores já não aguentam mais e partiram para fazer manifestações… “O que a prefeita está fazendo com o dinheiro do Fundeb”, questionou uma professora.  lotérica de Axixa fechou.

Seria providencial que o Ministério Público e o TRT intervissem, visto que a situação naquele municipio pode é desesperador.

Para os lojistas, seria necessário um reforço policial, pois o povo de Axixá é pacifico, porém tudo tem limite e daqui pra frente pode acontecer o pior.

Justiça multa Franere e determina suspensão de obra no Araçagy

Postado por Caio Hostilio em 27/jan/2012 - Sem Comentários

O juiz da 1ª Vara do município de São José de Ribamar, Marcelo José Amado Libério, em decisão expedida na última terça-feira (24), determinou que a construtora Franere – Comércio, Construções e Imobiliária Ltda – suspenda todo e qualquer serviço de engenharia e edificação da obra de construção do empreendimento Costa do Araçagy Condomínio Clube, localizado no bairro Araçagy, no município de São José de Ribamar.

A decisão atendeu a uma ação cautelar, movida pela prefeitura ribamarense, que tem como objetivo, além de manter a ordem urbanística da cidade, zelar pelo cumprimento das leis municipais, em especial a lei de uso e ocupação do solo urbano de São José de Ribamar, e pela preservação do meio ambiente desta área do município.  

Além de suspender o alvará de construção da obra, expedido irregularmente pelo município de Paço do Lumiar, o juiz determinou a retirada de todo material de construção e máquinas da área e arbitrou multa diária, no valor de R$ 10 mil, caso a construtora, num prazo de dez dias, não cumpra a determinação judicial.

Numa ação de total desrespeito à legislação municipal de São José de Ribamar, a Franere, em parceria com a empresa Tenda, iniciou, no ano passado, o processo de vendas de apartamentos no condomínio Costa do Araçagy Condomínio Clube. A construtora, de forma totalmente irregular, iniciou o processo de vendas, com ampla divulgação na mídia local, de posse de um alvará de construção expedido pelo município de Paço do Lumiar.

No entanto, o Araçagy, um dos mais belos pólos turísticos da Grande Ilha, é um bairro que pertence ao território do município de São José de Ribamar, fato que é de conhecimento público e que, inclusive, foi atestado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e pelo Instituto Maranhense de Estudos Socioecônomicos e Cartográficos (IMESC) em laudos emitidos ano passado, como também a Corregedoria Geral de Justiça, em seu provimento nº 05/2006, determinou que todos os imóveis situados naquela localidade sejam registradosem São Joséde Ribamar. Neste sentido, o juiz Márcio Castro Brandão, no ano passado, em ação de nunciação de obra nova movida pela prefeitura ribamarense, determinou a realização de perícia técnica para identificar a localização correta do empreendimento. O resultado foi que o imóvel, indiscutivelmente, se localizaem São Joséde Ribamar.

Além de não possuir alvará de construção expedido pelo município de São José de Ribamar, a Franere ignorou totalmente a lei de uso e ocupação do solo urbano do município, que autoriza a construção de edificações de, no máximo, seis andares. O Costa Araçagy, conforme o projeto divulgado pela construtora, possuirá onze torres, cada uma com 13 andares.

Outra situação grave é o fato do projeto de construção do condomínio não possuir estação de tratamento de esgoto, o que poderá ocasionar sérios danos ambientais aos moradores do Araçagy, Praia do Meio e localidades vizinhas.

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinou, em 2011, a suspensão de uma liminar, concedida pelo Tribunal de Justiça do Maranhão em favor da Franere, que reconhecia o alvará de construção expedido irregularmente pelo município de Paço do Lumiar. 

No ano passado, é importante ressaltar, a 2ª Promotoria de Justiça de São José de Ribamar ingressou com uma Ação Civil Pública contra Franere em decorrência de irregularidades cometidas na regularização e construção do empreendimento imobiliário Costa do Araçagy Condomínio Clube.

Na ação, o promotor Carlos Henrique Brasil Teles de Menezes fez alegações iguais às propostas pela prefeitura ribamarense, na ação cautelar movida contra a construtora, e pediu, ainda, a condenação da Franere para devolver os valores integrais, devidamente corrigidos, aos compradores dos imóveis do empreendimento irregular, bem como pagar multa no valor equivalente a 5% de cada uma das unidades residenciais ou comerciais integrante do empreendimento Costa do Araçagy.

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog