Arquivo de Março de 2017

Veja aí, Flávio Dino, como se age para o crescimento econômico, político e social de um Estado!!!!

Postado por Caio Hostilio em 30/mar/2017 - Sem Comentários

Diferente de Flávio Dino, que tem uma equipe fraca, o governador Beto Richa buscou nesta segunda-feira (27), em Curitiba, prestigiar a posse da nova diretoria da Associação Comercial do Paraná (ACP) para a gestão 2017-2019, além de escutar os empresários.

Na solenidade, Richa enalteceu o trabalho de Geara e da Associação, que sempre foi parceria do Estado e destacou os avanços do Paraná. “Nos últimos anos, o Estado obteve importantes avanços institucionais na busca por maior segurança jurídica e mais respeito aos contratos firmados”, disse. “Abrimos o diálogo com a iniciativa privada, perseveramos na desburocratização dos mecanismos comerciais que emperram até a mera abertura de uma empresa e ampliamos os investimentos na melhoria e modernização da malha viária estadual e do Porto de Paranaguá,” completou Richa.

No Maranhão, o governador Flavio Dino e a acéfala Assembléia Legislativa se negaram a discutir a vantagem tributária dada apenas ao Mateus. Atração, com já afirmei em diversos artigos aqui, não se restringe a diminuição de tributos que compensam apenas os mais ricos, deixando o pequeno e o médio empresário a ver navios!!! É preciso ter boa logística, condições técnicas, condição comercial, além, é claro, das condições físicas e suas compensações.

À frente da entidade representativa do setor produtivo, Geara disse que em sua gestão o maior desafio será lidar com a instabilidade econômica e política. “Vamos cobrar dos órgãos governamentais uma melhora da economia, que é afetada, muitas vezes, por problemas políticos”, disse. Aqui não respeitam!!! Gláucio citou o bom exemplo do Paraná para lidar com a crise.

“O Governo Estadual tem sido muito generoso. O que nós vimos foi uma atração de investimos para o Estado, anunciados no programa Paraná Competitivo, que faz com que novas indústrias venham para cá. E o que precisamos agora é a retomada dos empregos”, ressaltou.

Ao contrário do Maranhão, no Paraná o ajuste fiscal incluiu redução de despesas públicas, que reverteu para superávit uma situação de déficit fiscal que poderia ser desastrosa, caso o governo não se antecipasse nos cortes. A dívida consolidada do Estado, que em 2010 correspondia a 90,8% da receita corrente líquida de um ano, está hoje em 38,8%.

Esta condição, lembrou o governador, aumentou a capacidade de pagamento do Estado e contribuiu para que a agência Fitch elevasse o rating do Paraná, que agora está a apenas um grau da nota máxima de avaliação desta instituição de classificação de risco.

Como se ver, Flávio Dino não dialoga, não respeita quem de fato gera emprego e renda no Estado, além de fazer da Assembléia seu puxadinho de arbitrariedades políticas sociais e econômicas…

Que aprendam com os bons exemplos!!! Agir com autoritarismo e na força não condiz com que se espera de um governante mudança e um Maranhão de “Todos Nós”..

Informativo

Postado por Caio Hostilio em 30/mar/2017 - Sem Comentários

Andrea Murad acionará a justiça contra projeto que prejudicará mais de 1.000 atacadistas no MA

Em mais uma votação tumultuada na Assembleia Legislativa do Maranhão, o PL 224/2016 que prevê a redução de imposto apenas para 1 empresa no estado do ramo atacadista foi aprovado pela maioria do governo Flávio Dino. Andrea Murad (PMDB), líder do Bloco de Oposição, adiantou que acionará a justiça contra o projeto sob o argumento de que a concorrência se tornará desleal na perspectiva da proposta enviada pelo governo. “Apesar da tentativa de toda a classe presente aqui na Assembleia, representantes da Associação Comercial, dos Atacadistas, conversando com os deputados para impedir que esse projeto passe, novamente o governo impôs a sua vontade com a aprovação de uma lei que prejudica mais de 1.000 atacadistas no Maranhão que vão continuar pagando os impostos enquanto uma será beneficiada com a redução da alíquota, ou seja, uma empresa com capital social de R$ 100 Milhões e com mais de 500 empregados. Nesse perfil, apenas 1 empresa atua no Maranhão e mesmo que outras se instalem aqui como argumentam governistas a concorrência não pode ser restringida a agentes econômicos com poder de mercado. Por isso votei contra o projeto para registrar a injustiça com os demais atacadistas, nada contra o Mateus, mas a favor da extensão para os demais”, avaliou Andrea Murad ao fim da sessão desta quinta-feira (30). A parlamentar já havia criticado a falta de diálogo do governo com o setor e a carência de estudo aprofundado sobre a abrangência do projeto para as empresas. Durante encaminhamento da votação do projeto, a deputada anunciou que lutará na justiça em favor do segmento como um todo. “Já iniciei com minha assessoria jurídica um estudo para a derrubada da lei por vício insanável porque não pode haver privilégio para uma empresa em detrimento de todas as outras. Ou ação para derrubar a lei ou ação para estender às demais o mesmo benefício fiscal como garantia da igualdade de condições para uma livre concorrência”, adiantou a parlamentar.

“A população precisa se aproximar das decisões políticas”, diz Wellington sobre seu Projeto de Iniciativa Popular 

A ampliação e a participação popular por meio do poder do cidadão, através do Pacto Federativo, foram pautas aprovadas em mais um projeto de autoria do deputado estadual Wellington do Curso (PP). Trata-se do Decreto Legislativo 02/2017, que permite que eleitores apresentem emendas à Constituição Federal. Segundo o deputado Wellington, a população deve participar das decisões políticas do Estado para garantir uma verdadeira representação. “Não deve existir barreira entre políticos e população, que deve se aproximar das decisões políticas do Estado. Por isso, apresentamos essa proposta de iniciativa popular. Atualmente a competência para proposições de emendas constitucionais está restrita ao presidente da República, a um terço, no mínimo, dos membros da Câmara dos Deputados ou do Senado e a mais da metade das assembleias legislativas. Através do projeto, acrescenta-se o Inciso IV ao Art 60, permitindo que a Constituição Federal seja emendada mediante ‘Iniciativa Popular’. Ao permitir que o cidadão apresente alteração, com certeza, acarretará uma maior participação popular nas iniciativas legislativas”, explicou Wellington.

Operação Espaço Legal retira construções irregularidades no Parque Vitória

A Operação Espaço Legal, desencadeada no início do mês de março pela Prefeitura de São José de Ribamar, por meio da Secretaria da Receita e Fiscalização Urbanística, em parceria com a Guarda Municipal, voltou a realizar nesta quarta-feira (29) a desocupação dos espaços e logradouros públicos do município. Desta vez, a ação retirou várias construções irregulares localizadas na Praça da Juventude e em diversas calçadas que deveriam garantir o ir e vir das pessoas no bairro do Parque Vitória. A Praça da Juventude, que deveria servir de lazer e entretenimento para a população, estava ocupada há anos pelo comércio ilegal. No local, equipes da Blitz Urbana retiraram cerca de oito construções precárias que alojavam lanchonetes, lava jato, borracharia e até peixaria. De acordo com o chefe do departamento de fiscalização urbanística, Rogério da Silva, o problema já era antigo e além dos estabelecimentos não terem as permissões de funcionamento e comercialização, também existiam denúncias de que alguns dos locais estavam sendo utilizados para venda de drogas. “Todos os proprietários foram devidamente notificados quanto à desocupação imediata do espaço, prevista inclusive no artigo 119, da lei de uso e ocupação do solo. A partir de agora, o local volta a ser das famílias e além de limpeza de toda a área, o espaço também receberá projeto de urbanização e paisagismo”, disse. Nos próximos dias, a Operação Espaço Legal deverá visitar outras localidades que abrigam construções irregulares e comprometem passeios e logradouros públicos.

 Prefeitura de São Luís disponibiliza versão para IOS do aplicativo ‘Meu Ônibus’

Os passageiros do transporte público da capital que utilizam o sistema operacional IOS já podem baixar o aplicativo ‘Meu Ônibus’. Lançado pelo prefeito Edivaldo, inicialmente para o sistema operacional Android, o aplicativo tinha previsão para ser habilitado para o sistema operacional móvel da Apple somente no início de abril, mas visando atender o maior número de pessoas em função da demanda de uso, a Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (SMTT) antecipou mais essa opção, aumentando as facilidades e abrangência de uso do aplicativo. Segundo o secretário Canindé Barros, a nova ferramenta é mais uma ação que vai trazer conforto e praticidade aos passageiros do sistema de transporte da capital. “O aplicativo vem consolidar mais uma das medidas previstas e cumpridas pelo prefeito Edivaldo para as pessoas que usam o transporte público. A ação é uma das muitas que puderam ser implementadas graças à licitação dos transportes promovida pelo prefeito Edivaldo”, frisou o secretário. Em menos de 20 dias, cerca de 25 mil pessoas já baixaram o aplicativo. A ferramenta, para uso móvel, tem por objetivo auxiliar o deslocamento dos passageiros do sistema de transporte urbano integrado e não-integrado do município de São Luís. O aplicativo funciona pela internet através do sistema de posicionamento global (GPS), onde o usuário poderá se informar sobre o tempo previsto que seu ônibus vai passar no ponto em que o passageiro pretende embarcar. Ao baixar o aplicativo, o passageiro poderá identificar, além da própria localização, a posição onde se encontram os pontos de ônibus mais próximos. Ao escolher o ponto onde irá embarcar, terá disponível na tela do seu celular a identificação das linhas que param naquele ponto de embarque, o ônibus mais próximo da sua linha escolhida, o número do veículo, bem como o tempo aproximado em que chegará ao local onde o usuário de encontra. Do início do processo de licitação dos transportes até sua efetivação, vários benefícios foram alcançados, a exemplo da redução da idade da frota, com a inserção de ônibus novos, requalificação da bilhetagem eletrônica, implantação do bilhete único, inserção de ônibus articulados e com ar condicionado, cartão criança, implantação do Centro de Controle Operacional, que verifica desvio de rota, cumprimento do quadro de horário, corujões, além da melhoria da infraestrutura dos terminais de integração.

Atenção, atacadistas de Bacabal!!! Roberto Costa joga a favor do ICMS apenas para beneficiar o Mateus…

Postado por Caio Hostilio em 30/mar/2017 - 1 Comentário

Após o bloco de oposição obstruir a votação do projeto de lei que favorece apenas o grupo Mateus, o deputado Roberto Costa no afã de agradar Flávio Dino ficou irritadíssimo e brigou para que pudesse votar favoravelmente a essa covardia com os pequenos e médios atacadistas.

Esquecendo que em Bacabal não existe sequer um atacadista que possui Capital Social de R$ 100 milhões.

Por outro lado, o atropelo, a arbitrariedade, a falta de consistência democrática e, principalmente, princípio ético, a mesa diretora da Assembleia Legislativa conduziu de forma atabalhoada a aprovação desse projeto de lei que só favorece o Mateus.

A patacoada maior é o de dizer que esse projeto estapafúrdio atrairá investimentos para o Maranhão. Quanta falácia!!! Achar que isso estimula a atração de investimentos. Para atrair investimentos é preciso compensações que possam garantir uma localidade viável, uma logística adequada e, principalmente, consumidores.

Quanta covardia!!!

O PROCON de Flávio Dino age com rigor contra a Odebrecht Ambiental, mas é inerte com a Caema!!!

Postado por Caio Hostilio em 30/mar/2017 - Sem Comentários

É impressionante a forma utilizada pelo PROCON de Flávio Dino, que tem à frente o menino mídia. São dois pesos e duas medidas, pois deve sim agir com firmeza contra a péssima qualidade da água oferecida pela Odebrecht Ambiental e multá-la de fato. Correto!!!

Mas quando se trata da CAEMA, O PROCON DE FLAVIO DINO SE ESCONDE E FICA INERTE DIANTE DAS BARBARIDADES COMEDITAS PELA COMPANHIA CONTRA O CONSUMIDOR.

A Caema cobra o consumo de água daqueles que sequer receberam em suas torneiras um balde d’água.

A qualidade da água oferecida pela Caema também é de péssima qualidade.

O desperdício de água é grande…

A destruição da malha asfaltica pela Caema, sem se preocupar com o direito de ir e vir da população fica a mercê apenas da choradeira nas emissoras de TV, como vimos a desgraceira feita no Olho D’Água.

Portanto, não adianta usar de medidas apenas contra aqueles que não fazem parte da turma do governo Flávio Dino.

SIMPLESMENTE RIDICULO!!!

Nota de esclarecimento da UEMA

Postado por Caio Hostilio em 29/mar/2017 - Sem Comentários

A Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), por meio de sua assessoria jurídica, esclarece que:
a) Em momento algum a UEMA desacatou a ordem judicial.
b) Conforme consta nos autos do processo, todas as providências determinadas na decisão judicial são no sentido da UEMA garantir os meios necessários para que o candidato fizesse a prova na condição de deficiente físico, e isso foi feito.
c) Caso aprovado no certame, o candidato estaria apto a proceder a matrícula. Contudo, o candidatado em questão zerou a prova de química. De acordo com o edital do PAES, o candidato que tiver nota zerada em alguma prova, não pode ser aprovado.
d) Sendo assim, o candidato não conseguiu a pontuação necessária para ser aprovado no Processo Seletivo, sendo inclusive informado sobre o fato em fevereiro, conforme os autos do processo.
e) Por fim, a UEMA ressalta que sempre prezou pela lisura dos seus processos seletivos e de forma alguma pode permitir que um candidato não aprovado em um vestibular seja matriculado em um dos seus cursos sem ordem judicial expressa nesse sentido.

Notícias

Postado por Caio Hostilio em 29/mar/2017 - 3 Comentários

Andrea Murad cobra qualidade das escolas estaduais de Coroatá e diz que governo inaugura obras com recursos já assegurados pela gestão anterior

A deputada Andrea Murad (PMDB) repercutiu o protesto e as péssimas condições das escolas Luiz Montenegro Tavares e João Lisboa, ambas da rede estadual de ensino. Na última semana, alunos das unidades foram às ruas para reclamar da precariedade dos banheiros, merenda, vigilância e ausência de professores. A situação foi documentada pela parlamentar e encaminhada por ofício à Secretaria de Estado da Educação solicitando providências. “Os alunos de Coroatá, cidade que eu tenho mais do que um carinho especial, amor por aquela terra, vêm sofrendo com o descaso do governo. As unidades de ensino Luiz Montenegro Tavares e a João Lisboa se encontram imundas, degradantes, em estado de péssima qualidade. Além de sua estrutura, são mal administradas e precisa da intervenção da Secretaria para que os alunos não sejam mais prejudicados porque até professores faltam nas unidades. Os estudantes estão sem aula. Não tem vigilância e a limpeza é precária. O governo não faz o que deveria fazer, aquilo que é de responsabilidade do estado. Flávio Dino não prioriza o que é papel do governo na educação e fica querendo aparecer com prefeitos pelos interiores. Fica pegando carona com os prefeitos e esquece de fazer primeiro seu dever de casa, que é olhar para a rede estadual de educação. Se ele não massacrasse os estudantes e professores com essas escolas estaduais degradantes ele poderia pensar em educação infantil”, disse Andrea Murad. A parlamentar ainda rebateu o discurso governista de se apossar totalmente de reformas realizadas em escolas públicas e citou exemplos de obras com recursos assegurados pelo BNDES e por emendas federais, a exemplo do município de Mirinzal. “Pelo amor de Deus, o prefeito Amaury de Mirinzal só faltava mobiliar a escola. E Flávio Dino foi inaugurar a escola dizendo que a obra estava parada há 5 anos. É brincadeira! O que eu digo aqui? Só sabe inaugurar obras dos outros, até obra de prefeito ele anda inaugurando. Obra feita com emenda federal. E não foi só por meio de emendas parlamentares que andam falando como se fosse uma obra do governo. Eu aqui tenho um relatório das obras, dos recursos assegurados para a área da educação que a gestão anterior deixou para o governo Flávio Dino. São mais de 110 obras, reformas e construções de escolas com recursos do BNDES. Então, Flávio Dino não tem o que fazer se não for reformar o que ele tem que reformar com recursos assegurados deixados pelo governo anterior”, destacou Andrea Murad.

Deputado Wellington é contra o PL 224 e defende ampliação de benefícios para todos atacadistas

O deputado estadual Wellington do Curso (PP) manifestou-se contra o Projeto de Lei nº 224/2016, de autoria do governo Flávio Dino (PCdoB), que cria um suposto Programa de Incentivo ao Desenvolvimento dos Centros de Distribuição do Maranhão, em trâmite na Assembleia Legislativa. A proposta do governo concede benefícios a empresas grandes, com capital social acima de R$ 100 milhões e mais de 500 funcionários, prejudicando assim a grande maioria, que são os pequenos atacadistas. O Projeto de Lei do Executivo também deixa de cobrar a taxa de contribuição para o Fundo de Desenvolvimento Industrial, que é de 0,05% sobre o faturamento dos grandes atacadistas. Já os pequenos atacadistas continuam sendo cobrados. “Muito se fala em crise financeira e, na contramão do que o bom senso induz, esse Projeto do Governador defende os interesses dos grandes em detrimento dos pequenos. Sabemos que a nossa grande maioria é de atacadistas. Logo, por que conceder os benefícios apenas às empresas grandes? Por que cobrar a taxa de contribuição para o Fundo de Desenvolvimento Industrial dos atacadistas, já que os grandes empresários não pagarão? Espero que o Governo reflita sobre as consequências negativas disso e aprecie a possibilidade de ampliar os benefícios para os atacadistas, que são maioria em nosso Maranhão”, afirmou Wellington.

Câmara realiza Audiência Pública com taxistas nesta sexta-feira (31)

Será realizada nesta sexta-feira (31), na Câmara Municipal de São Luís, uma Audiência Pública com os defensores de táxis da capital maranhense. O debate, proposto pelo vereador Marcial Lima, terá início às 10h e contará com a participação dos taxistas, da Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria de Trânsito e Transportes (SMTT), e do Procon. No início deste mês, Marcial Lima abordou a temática na tribuna da Câmara. Na ocasião, elaborou um requerimento solicitando a realização da Audiência Pública para o último dia 23. No entanto, a discussão teve de ser remarcada para esta sexta-feira (31). Segundo o vereador, é fundamental que São Luís discuta este assunto o quanto antes. “Temos certeza de que essa discussão será de vital importância para esta categoria trabalhadora. Levamos este tema à Câmara Municipal porque acreditamos ser necessário garantir direitos aos defensores de táxis, que lutam, há anos, por melhores condições de trabalho e direito a permissões (placas) para possuírem seus próprios táxis. Como parceiro e autor do requerimento da audiência, continuaremos presentes nesta luta para que a conquista dos defensores de táxis seja concretizada brevemente”, explicou o parlamentar. Além do debate por melhorias para a classe de taxistas, a Audiência Pública desta sexta-feira também irá tratar sobre maneiras de melhorar e ampliar o serviço prestado em São Luís. “O sistema de transporte de São Luís precisa ser organizado, fato este que está diretamente relacionado ao direito destes defensores de terem a oportunidade de garantir permissões para possuírem seus próprios táxis”, concluiu o vereador Marcial Lima.

Justiça determina a prisão em flagrante do reitor da Universidade Estadual do Maranhão

A juíza da 1ª Vara da Fazenda Pública da Capital, Luzia Madeiro Neponucena, determinou, na tarde desta quarta-feira (29/03) a prisão em flagrante do reitor da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), professor Dr. Gustavo Pereira da Costa, em face de descumprimento de decisão judicial. No mandado de prisão, a magistrada ordena que o oficial de justiça encarregado da diligência conduza o reitor até a delegacia de polícia mais próxima, para a lavratura do auto de prisão em flagrante. A ação que culminou com a decretação da prisão do reitor tem como autor Thiago do Nascimento Gonçalves que concorre a vaga do Curso de Medicina Bacharelado no Processo Seletivo de Acesso à Educação Superior (PAES), da Universidade Estadual do Maranhão, na modalidade universal, apesar de possuir deficiência física atestada em laudo médico. O item 2.4.2 do edital do certame prevê reserva de 5% das vagas dos cursos de graduação da UEMA a pessoas portadoras, porém excetuou alguns cursos, como os de formação de oficial da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, de Arquitetura e Urbanismo e da área de saúde. Por julgar-se prejudicado com a restrição do edital, o autor requereu a concessão de tutela urgência, que foi deferida pela juíza Luzia Neponucena, determinando a participação do requerente na condição de pessoa portadora de deficiência, conforme o item 2.4.2 do edital e, que em caso de aprovação, fosse efetuada a sua matrícula no curso de Medicina, e que além disso disponibilizasse o quantitativo de 5% das vagas do referido curso para pessoas com deficiência. Só que o reitor, devidamente intimado, não cumpriu a decisão judicial. O autor então peticionou, pugnando pela sua matrícula no curso de Medicina Bacharelado, conforme o edital de convocação 01/2017-PROG/UEMA, no período de 13 a 24/02/2017, no prazo de 48 horas, requerendo ainda a juntada do espelho de correção das provas discursivas e da cópia da prova aos autos. Novamente intimado, para cumprimento da liminar em 48 horas, o reitor, outra vez, deixou de cumprir a decisão, o que levou a juíza a decretar a sua prisão em flagrante.

A pressão politiqueira pra cima do prefeito de Caxias, Fábio Gentil…

Postado por Caio Hostilio em 29/mar/2017 - Sem Comentários

Ainda amargando a derrota nas eleições de 2016, mesmo com o total apoio dos Leões, que não titubeou em bancar todo tipo de ilícitos para manter o sobrinho do co-piloto de Flávio Dino, o presidente da Assembléia Legislativa, Humberto Coutinho, no comando da prefeitura de Caxias.

Depois de cortar recursos da saúde, que seriam essenciais para a manutenção da UPA do município e da maternidade, com aval de Flávio Dino, agora os Coutinhos, através de seus asseclas e cupinchas, partiram para as invencionices nas redes socais. Quanta falta de decência!!!

Ora bolas!!! Os Coutinhos ficaram à frente da gestão municipal de Caxias durante 12 anos!!! E nesses 12 anos foram vistos os piores aspectos administrativos. Quem não se lembra da escola debaixo de uma mangueira, que teve repercussão nacional? Quem não se lembra das mortes de bebes, que também fora notícia a nível nacional por diversas vezes? Quem não se lembra da abertura da Caixa Preta da Bipartite, onde foram vistos os recursos indevidos para os Coutinhos? Vale lembrar que choraram muito!!!

Humberto Coutinho tem contra ele diversos processos de improbidade, que estão escondidos em gavetas do Ministério Público!!!

Leo Coutinho recebeu recursos federais para recuperação de um ginásio e de um campo de futebol, porém não se viu as reformas!!!

Agora, querem cobrar de uma gestão que ainda vai completar três meses as desgraceiras deixadas em todas as áreas? É no mínimo incoerência…

Que os caxienses procurem se lembrar de todas as asneiras feitas com o dinheiro público e, ainda, mensurar as artimanhas politiqueiras que vem ocorrendo contra a gestão de Fábio Gentil.

Prefeitura faz vistoria técnica na U.E.B. Darcy Ribeiro

Postado por Caio Hostilio em 29/mar/2017 - 2 Comentários

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), voltou, na manhã desta terça-feira (28), à Unidade de Educação Básica (U.E.B.) Darcy Ribeiro, no Sacavém, para uma vistoria técnica ao local do incidente ocorrido na tarde de segunda-feira (27). A Defesa Civil, Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar também estiveram no local. A vistoria teve por objetivo fazer a avaliação estrutural do prédio, e avaliar possíveis causas do ocorrido, bem como detalhar as intervenções que serão necessárias no local.

Na noite de segunda-feira (27), o prefeito Edivaldo foi à escola e determinou o início imediato das ações de reforma do espaço. Na ocasião, o chefe do executivo municipal destacou o empenho da Prefeitura em dar uma resposta rápida à população, em especial às famílias que têm filhos matriculados no colégio.

O prefeito garantiu, naquela oportunidade, a continuidade do ano letivo na U.E.B. Darcy Ribeiro. A Semed afirma que os alunos não serão prejudicados e fará a reposição das aulas. “Os dias letivos serão integralmente repostos mediante calendário suplementar a ser elaborado pela Semed em diálogo com a comunidade escolar”, atesta o secretário de Educação, Moacir Feitosa.

VISTORIA

Na vistoria realizada pela Semed, foi analisada toda estrutura da cobertura, sendo fiscalizados, emergencialmente, o telhado e a parte elétrica. De posse do laudo, a equipe de engenharia da Semed poderá dar início aos trabalhos, com foco no que foi levantado. As demais escolas da rede também passarão por vistoria.

“Estamos buscando dar toda a celeridade às intervenções que a escola precisa para retomar o calendário, em cumprimento à determinação do prefeito Edivaldo de que a unidades esteja apta, o quanto antes, para voltar a receber os estudantes”, disse o secretário Moacir Feitosa.

INTERVENÇÕES

O plano de requalificação estrutural da rede municipal de ensino está em curso desde o início da primeira gestao do prefeito Edivaldo e, só no ano passado, garantiu a requalificação estrutural de mais de 50 unidades escolares. Atualmente, a Prefeitura de São Luís executa obras de manutenção e requalificação em mais de 40 escolas, com prioridade para casos emergenciais e de maior vulnerabilidade.

Duplicação da BR-135: Hildo Rocha quer punição para empresas por nova paralisação da obra

Postado por Caio Hostilio em 29/mar/2017 - 1 Comentário

O deputado federal Hildo Rocha realizou, no último fim de semana, nova vistoria na duplicação da BR-135 e constatou que a obra está paralisada. De acordo com o parlamentar, não há justificativas para nova paralisação porque os deputados federais destinaram duas emendas de bancada, sendo uma para a conclusão do trecho entre Estiva e Bacabeira e outra para a continuação da obra que deverá se estender até o município de Miranda do norte.

“O ministro veio ao Maranhão assinou a ordem de serviços, mas a obra está parada. Tenho fiscalizado, constantemente e denunciado as paralisações na tribuna da Câmara. Irei novamente ao Dnit reclamar e pedir punição para o consórcio responsável pela obra”, afirmou Hildo Rocha.

Rapidinhas

Postado por Caio Hostilio em 29/mar/2017 - Sem Comentários

Como atrair investimentos se a tributação só ampara uma só empresa, Flávio Dino?

A gestão Flávio Dino não tem planejamento e menor interesse para atrair investimentos para o Estado, que gerariam de fato emprego e renda, principalmente os médios investidores. Quem em sã consciência investiria num estado que não tem atrativos tributários, atrativos logísticos e facilitações prediais? Sem deixar de falar, é claro, da falta de empenho pelas ferrovias, hidrovias, rodovias e sequer nas reais condições de manejo do Porto do Itaqui.

Weverton Rocha vira réu no STF, mas diz que espera sua inocência… 

Mas enquanto essa inocência não chega, o deputado continuará réu, que pode perdurar por muito tempo!!!

O tal bolsa escola de Flavio Dino supera o Viva Luz excluído em seu governo?

Com certeza em nada, nadica de nada, visto que o programa Viva Luz isentava milhares de famílias maranhenses desse custo que o governo Dino tratou de acrescer um aumento no ICMS… Só idiota cai numa compensação dessas!!!

Quem diria que Domingos Dutra corresse atrás de Waldir Maranhão!!!

Um frenesi tremendo… Futi pra lá, Futi pra cá e Domingos Dutra vem correndo atrás das emendas de Waldir Maranhão. O que vai dá essa união esquisita?

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog